Follow me on Twitter RSS FEED

Carvão é um saco

O carvão é o apetrecho mais injustiçado da história do churrasco. Isso porque, a menos que você utilize uma churrasqueira elétrica, a gás, ou queime as cadeiras da sala da sua mãe, você, invariavelmente, precisa de carvão pra fazer um churrasco. O problema é que ninguém se importa com o carvão, a menos que ele falte.

Carvão é coisa séria, parceiro. Você sabia que, nos idos de mil-novecentos-e-vovó-mocinha, usava-se o carvão como combustível para trem? Isso mesmo, o carvão que vai na nossa churrasqueira é capaz de mover um trem. Praticamente uma churrasqueira ambulante. E se ele é capaz de mover um trem, imagina o que ele é capaz de fazer com uma picanha?

Tem indústria que usa carvão pra aquecer seus fornos, tem gente que usa o carvão pra desenhar, e a gente, que não é maquinista, nem metalúrgico e nem artista, mete fogo na parada e bota o carvão mesmo é pra torrar na churrasqueira. Vamos ao mercado, voltamos com o famoso saco de papelão, inserimos as pedrinhas da alegria na churrasqueira, um teco de álcool e pronto: tá feito o inferno na sua churraca e agora é só deitar a sua carne. Sua não, a da vaca, no caso.

Pois é, mas ultimamente, esse carvãozinho no saco de papelão só tem me dado tristeza. Vocês também tem notado como caiu a qualidade do carvão? Pelo menos aqui em são paulo, comprar um carvão bom virou uma atividade dos infernos.

Você vai no mercado e compra as carnes, sal, cerveja e carvão. Sai de lá portando um churrasco inteiro com você. Aí você chega em casa, abre o saco de carvão e percebe que ali tem uma ou outra pedra grande, e o resto é, literalmente, só o pó, uma espécie de farofa de churrasco. E você até consegue acender a churraca com esse pó, mas depois de aceso, basta jogar a maldita farofa de carvão sobre o fogo pra apagá-lo. Mas porque diabos os fabricantes não colocam apenas as pedras grandes no saco? Ora, seus fabricantes, olhem direito para os vossos sacos!!

Pois pode preparar a vinheta das Organizações Tabajara, porque os seus problemas acabaram!! Vou te dar a dica que me deram (sic) e resolver os seus problemas carvorais. Desde que você more em são paulo, claro. Desde que tenha disposição pra se mover até a avenida Tancredo Neves, claro. E desde que tenha 30 cruzeiros nesse bolso furado. Portanto, se você não conseguiu cumprir os 3 requisitos mínimos para continuar lendo este post, lamento, parceiro, mas você vai continuar chorando sangue, suor e cerveja a cada vez que abrir um saco de carvão.

O nome da solução mágica responde ao nome de Carvão Gaúcho. Antes que me pergunte, eu não conheço o Seu Gaúcho, nem sequer sou gaúcho e não tou recebendo nada pra escrever isso aqui, embora agradeceria se o Seu Gaúcho mandasse umas sacas de carvão lá pra casa.

Isso mesmo que você leu: sacas. O Carvão Gaúcho, além de vender nos mercados, açougues e botecos vagabundos Brasil afora, também tem uma loja, cuidadosamente escondida num bairro ruim de São Paulo. E, nessa loja, eles vendem SACAS de carvão. A um preço honestíssimo, que faz valer a pena o perigo de adentrar a região.

E é nesse pequeno parque de diversões do churrasqueiro que você pode ter o prazer de comprar uma saca de 15kg do mais puro carvão, pagando apenas 30 mangos. Ou seja, enquanto o seu Abílio tem coragem de cobrar R$7,00 num saquinho de 2,5kg de um carvão de péssima qualidade, o Seu Gaúcho te olha feio, mas cobra 2 reais o kg. E o mais legal é que o Seu Gaúcho é um cara de visão. Ele separa as pedronas de carvão da farofa, porque ele sabe que a pedreirada nesse mundão de Deus precisa usar alguma coisa pra encher laje, e essa farofa pode muito bem ser usada pra isso. Então, uniu o útil ao agradável e vende um carvão excelente a um preço honestíssimo.

Tá dada a dica. Nem vou dar o endereço, porque o site do Seu Gaúcho é um espetáculo à parte e vale a visita. O site até é bem feitinho, mas tem pequenos detalhes que só um vendedor de carvão é capaz de proporcionar. O endereço da loja está na página "Contato", onde você vai encontrar uma simpática chaminha pegando fogo ao lado do título, e a foto de recepcionista mais mal cortada da história do Photoshop. Deleite-se: www.carvao.com.br.

UPDATE: O nosso amigo André Ogrodoy, que rabisca o conteúdo de sua mente no blog Ogros na Cozinha, mandou uma bela dica para aqueles que gostam de flertar com a gambiarra. Diz ele que aprendeu na argentina. Corre lá pra ver que a dica é boa!


14 comentários:

Paulo Braga disse...

Fala grande Daniel..
Pô, é sacanagem do seu Abilio vender serragem queimada pros churrasqueiros de Plantão..
Ainda bem que aqui em Goiania nao tem esse problema..
aki tu compra um saco de carvão, e vem uns verdadeiros troncos dentro dele..
pega fogo muito bem, além de durar o churras inteiro..

Queria também que descobri esse blog por acaso, procurando qual era a melhor churraca..
acabei caindo no post da churraca de papel, e daí pra frente foi uma série de gargalhadas..

Parabéns pelo blog, diversão garantida toda semana..
abraço

Daniel Rodrigues disse...

Pois é, Paulão. Aí em Goiania, você tem carvão de qualidade, e certamente tem acesso a carnes melhores do que a gente tem aqui. Isso é muito chato, pelo menos aqui em sao paulo. Bom, pelo menos a parte do carvao eu solucionei. Agora so falta vc mandar umas carnes pelo correio aqui pro amigo de sao paulo, né? hehehehe

Abração e valeu a força. Só toma cuidado com a churraca de papel porque aquilo é nitroglicerina pura! hahaha
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Diga Daniel...
Tb. passo pelo mesmo problema, nem me aventuro a comprar carvão em supermercado, a não ser que eu queira passar raiva. O mais conhecido aqui de Juiz de Fora, aumentou o preço e evidentemente, caiu a qualidade ... bah! que novidade. A impressão que tenho, é que desaprendi a acender o tal. É uma novela mexicana toda vez que resolvo fazer um churrasco ... pelo menos decente. O macete é colocar alguns pedaços de lenha junto com o carvão. Depois que a coisa toma rumo, a lenha perdura por mais tempo acesa. Aí a coisa triunfa, ou naufraga de vez.
Abraço

Carlos Sá

Daniel Rodrigues disse...

Faaala doutor Carlão
Colocar lenha junto do carvão é fantástico. O problema é que a sua churraca tem que ter uma vazão legal, senão a fumaça te queima a retina.

Neste fds fiz uma costela ponta de agulha com lenha que ficou muuuuito legal.

Tenho umas dicas legais pra acender carvão ruim, depois vou fazer um post só sobre isso.

Abração
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Ôpa!Blz Daniel?

Só dando um acerto aqui.
Uma ou duas "achas" de lenha (= pedaços) colocados em um canto da churrasqueira enquanto o cara quase arranca os cabelos tentando acender a b...... do carvão. Depois que chegou a ponto de bala, empurra a lenha para o meio do carvão, que até lá se pressupõe que já tenha acendido. E tocar pro pau. Vale para qualquer churrasqueira
sem problema.

Abração

CSá

Daniel Rodrigues disse...

Tá dada a dica, Carlão.
Mas não acha que vale a pena acender com a lenha? Porque ela tem aquelas farpinhas que pegam fogo que é uma beleza....

Abração
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Com certeza, lenha + carvão=nota dez.
É churrasco para o dia inteiro. A vizinhança vai a loucura.
Comprei a bastante tempo, um carvão "briquetado", ele é compactado, teve ter ficado acesso por mais ou menos umas 8 horas (nunca mais achei).
Acender era um pouco chato, eu uso óleo de cozinha usado, funciona legal.

Abç

CSá

Daniel Rodrigues disse...

Uma vez eu comprei esse carvão briquetado, me parecia um pó prensado. Mas era um lixo, só de cair na churraca ele já quebrava, e em meia hora o fundo da churrasqueira parecia a arca perdida, de tanta poeira. Tirei tudo e joguei aquilo fora.. vai entender, né?

Uma vez, um amigo inventou de fazer um churrasco inteiro só com lenha de eucalipto. A carne ficou um tesão, mas a churraca nem tinha coifa, então imagina, né... fumaça no olho e ninguém conseguia cuidar daquela carne. Sabe o que resolveu? Óculos de natação kkkkkk

Abs
Daniel Rodrigues

Paulo Braga disse...

Óculos de natação é uma boa..
Quase todo feriado eu acampo, e no ultima dia sempre rola aquele churras de Lei..
eu sempre faço com lenha mesmo, sem carvão, pq a fumaça da lenha dá um gosto muito melhor pra carne..
o único problema é a fumaceira
E quem consome toda aquela fumaça? os churrasqueiros de plantão!
mais pelomenos em acampamento nao tem o Carinha das Batidas..
UHAUhauHAUhu

Abraços

Daniel Rodrigues disse...

Hahahahaha

desenterrou essa, fazia um tempo que eu não escrevia sobre o carinha das batidas.

churrasco em acampamento é bem legal.. putz, quanto tempo que eu não acampo... bons tempos aqueles.

Valeu man
Daniel Rodrigues

André Ogrodoy disse...

Fala meninao, cumprimentos ogres! O pior de tudo com relaçao aos carvoes, em minha ogre-opiniao, é que ele sempre esta armazenado de maneira incorreta nos estabelecimentos, e sempre tem vindo muito húmido, e nao gera o calor nescessario pra se fazer aquele BELO bife de chorizo. Aqui em campinas tem um lugar que sabe dar o correto tratamento ao nosso caloroso amigo, o lugar chama-se TAVARES, e fica, claro, no balao do Tavares. Estive recentemente na Argentina na casa de uns amigos e aprendi uma tática terceiro - mundista ótima para driblarmos o problema do carvao. Estarei postando em breve lá no Ogros na Cozinha. Abraços!!!

Daniel Rodrigues disse...

E ae Ogrera, firmeza, compana?
Pois é, quando eu vejo aquele monte enorme de sacos de carvão armazenados de qualquer jeito, perto da humidade e tal eu nem compro mesmo.
Quando escrever sobre a tatica master, avisa aqui que eu linko

Abração
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Ola Daniel. Eu sou o "Seu Gaucho" e gostaria de agradecer o belissimo comentario a respeito do Carvao Gaucho (carvao é um saco). Fiquei lisongeado e agradecido pela preferencia...
Apareca sempre que puder... tenho um brinde guardado para vc, um cliente fiel!

Rafael
carvaogaucho@carvaogaucho.com.br
www.carvaogaucho.com.br

Daniel Rodrigues disse...

Fala Rafael, beleza?

Po, que legal saber que o Seu Gaúcho tb nos lê por aqui!! hehehe

O post já tem mais de ano, e ainda continuamos encontrando os problemas de sempre com carvão. Voces devem (ou deveriam) nadar de braçada nesse mercado!

Parabéns!

Abs
Daniel

Postar um comentário

Torrou a picanha? Fez a receita e não deu certo? Dúvidas, sugestões, vai encarar? Escreve aí o que quer, mas não coloca propaganda que isso aqui não é a casa da sogra.

Blog Widget by LinkWithin