Follow me on Twitter RSS FEED

Receitas dos leitores

Nas categorias
Como já dito em outras histórias, eu comecei a escrever neste blog em janeiro deste ano, despretensiosamente, sem o menor compromisso com o sucesso, na base do enche-a-cara-e-escreve-o-que-vai-na-cabeça. Na verdade, continuo fazendo assim até hoje. Acho uma receita, preparo enquanto seco umas brejas, e escrevo aqui. Ou invento uma receita, preparo e escrevo aqui. Assim caminhamos até hoje.
Um adendo filosófico importante: em culinária, DUVIDO que a gente tenha capacidade de inventar alguma coisa. Pensa comigo: Há quantos anos existe o homem? Um descaralho, certo? Agora pensa comigo: há quantos anos existe o azeite, o orégano, o tomilho, o boi, o porco, a azeitona, o jacaré, o peixe-palhaço, a ararinha do ( * ) cor de rosa, o ornitorrinco, o ronald mcdonald? Você acha mesmo, que nesses anos todos, as pessoas já não abusaram de todas as combinações possíveis de ingredientes? Numa boa, acho que a gente pode até se inspirar e fazer uma receita legal sem copiar de ninguém, mas certamente, em algum momento da história.. isso já foi feito.

Eu aprendo muita coisa interessante neste blog. Assim como o Sr. Miyagi ensinou o Daniel San a pegar mosca com palitinho, os letrados, ilustrados e coloridos leitores desta espelunca também me ensinam muita coisa.

Por exemplo, aprendi que churrasco não é só coisa de homem. Temos, aqui, uma quantidade considerável de comentários floridos pelas doces palavras das meninas. E, nesses comentários, tem dicas e tudo mais. Ou seja: as garotas também encostam a barriga na churraca. Com a diferença que as barriguinhas delas são muito mais interessantes do que as nossas.

Teve leitor que perguntou se eu sou viado enrustido, devido à maneira que escrevo. Aí eu tive que explicar pra ele que neste blog a gente fala sobre churrasco, e não sobre comportamento, sexualidade, e que a orientação sexual das pessoas não é problema nosso, e que puta pergunta de boiola ele tinha me feito. Ele não comentou mais.

Teve uma leitora da Bahia que me agradeceu a receita do espetinho de contra-filé, porque ela vendia espetinhos na praia e iria aprimorar o seu menu com a minha receita. Po, isso foi legal pra caramba, todos os 68 posts que eu já escrevi aqui valem só por coisas assim [/mastercard].

Teve leitor que me adicionou no orkut e eu adicionei o cara também. Às vezes, abro o orkut e nas atualizações dele tem fotos de carnes que me fazem, literalmente, babar no teclado no meio do trabalho. Isso é bem legal. As carnes, não babar.

Houve vários casos de comentários de leitores, em que eu me rachei de rir com o humor dos caras. Na receita da costelinha de porco, o cara disse que fica todo mundo "tocando gaita". Sensacional, é só imaginar o pessoal com a costelinha na boca: tá lá a gaita.

E, além de algumas pérolas, recebi muitas dicas e receitas bacanas. Já fiz bastante churrasco baseado em dicas que a galera deixa nos comentários. E é aí que nasce uma nova série neste blog. Vai se chamar Receitas dos Leitores.

Funciona assim: você comenta, deixa suas dicas, receitas, etc. Eu preparo, e posto o resultado, dando os devidos créditos à sua pessoa, claro.

E começarei, ainda hoje, com uma receita simplesmente fantástica que nasceu de uma dica de uma leitora. Claaaaaro que eu iria dar a preferência pras damas, não?


14 comentários:

Filipe Ansolin Pozzo disse...

Parabéns fera, alem de bem humorado, as dicas são boas!..


Grande abraço!

Daniel Rodrigues disse...

Ae Filipe

Valeu a força, compana!

Abração
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Barbaridade Daniel!!
Senti que o bicho vai pegar.
Abç

Carlos Sá

Daniel Rodrigues disse...

Fala Sr. Carlos - tocando gaita - Sá!

Vai ser legal sim, já tenho várias receitas da galera, algumas eu até fiz, e é só arrumar tempo de escrever aqui. Vai vendo!

Abração
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Pow velhão.. seu blog ta cada dia ficando mais show... Toda segunda entro cedo pra ver qual a boa da semana... hehe..

Abraço
Marcio Souza

Daniel Rodrigues disse...

Fala Marcio, beleza?

Po, valeu a força, véi. O que me mata é que eu não consigo escrever aqui com a frequencia que eu gostaria.

Esse final de semana me enfurnei na cozinha da casa da minha vó junto com o meu pai. Assim que eu puder, escrevo, porque essa foi A lambrança.

Valeu ae

Abs
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Uma dica de coraçãozinho, faço sempre assim depois que peguei o macete no orkut.
*Cada um tempera conforme o gosto individual. Eu uso "tempero completo" (normalmente faço em casa, mas os de supermercados valem tb), azeite, adobo (a base seca do chimichurri), espeto duplo e por fim, jogo em toda fileira dos coraçõezinhos, farinha de mandioca ... pronto!! Manda pro fogo!! A farinha de mandioca não deixa esturricar o coração e os mantem úmidos.
Abç

Carlos Sá

Daniel Rodrigues disse...

Carlos

Que dica legal. Aliás, não sabia que a base seca do chimichurri chamava adobo. O que tem, os ingredientes desidratados?

Bom, vou experimentar. Essa dica da farinha de mandioca é legal, deve deixar os corações bem da hora.

Valeu a dica, man

Abração
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Isso mesmo Daniel, os Uruguaios e Argentinos misturam o adobo com algo líquido, por ex: ADOBO DE SALMUERA, ADOBO CRIOLLO, nada mais são que misturas do adobo + liquidos. Pode ser vinagre, vinho tinto, água quente. Costumam incluir alho, louro, pimenta do reino, suco de limão, páprica picante. E vão pincelando na carne (bovina, ovina) conforme a necessidade. Fica muito bom o esquema.

Abração

Carlos Sá

Daniel Rodrigues disse...

Mas esse Carlos é mesmo um poço de conhecimento!! hahaha

Meus amigos todos foram pro Uruguai no ultimo feriado, e eu acabei ficando. Se tivesse ido, poderia compartilhar contigo de tanta informação, então, o máximo que consigo fazer é agradecer a cultura adicionada, e prometer que vou me aprofundar nesse assunto pra podermos conversar em breve.

Mas te garanto: fiquei com medo desse negócio do líquido do crioulo :-)

Carlão, valeu mais uma vez.

Abração
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

São só inutilidades em geral. Encheção de linguiça mesmo.
Abç

CSá

Daniel Rodrigues disse...

Santa modéstia, Batman!! hehehe

Valeu Carlos

Abração
Daniel Rodrigues

EDICLEI. disse...

PARABENS PELA RECEITA DO CHURRASQUINHO MAS DISCORDO DO INVENTOR EM 70 EU JÁ FAZIA O MESMO QUANDO TRABALHAVA EM UMA LANCHONETE EM ITARARÉ SP.SAUDOSA LANCHONETE DO (SEU QUINZOTE),experimentem adicionar no mesmo azeitona picada,da um toque legal na coisa.

ABRAÇOS A TODOS, EDICLEI. PONTA GROSSA PR.

Daniel Rodrigues disse...

Fala Ediclei

Eu fico espantado com a quantidade de conhecimento que os leitores aqui do DGG tem.. Taí o Ediclei, que no auge dos anos 70, já conhecia coisas que estamos discutindo hoje..

Muito bom, esse é o tipo de leitor que agrega ao blog

Valeu, parceiro

abs
Daniel

Postar um comentário

Torrou a picanha? Fez a receita e não deu certo? Dúvidas, sugestões, vai encarar? Escreve aí o que quer, mas não coloca propaganda que isso aqui não é a casa da sogra.

Blog Widget by LinkWithin