Follow me on Twitter RSS FEED

Churrasco de berinjela com queijo

Nas categorias
Começamos este post com um desafio de torrar os neurônios do mais intelectualmente privilegiado leitor desta espelunca: Você, letrado, vivido e ligeiro leitor, sabe me dizer se o correto é escrevermos Beringela ou Berinjela? Com G ou com J? Tenho certeza de que me dei mal em algum vestibular por conta disso aí. Na verdade, me dei mais nos vestibulares mundo afora por outros N motivos, mas pode colocar uma parte da minha derrocada acadêmica na conta da beringela. Ou da berinjela, você decide.

Você não: o goooogle. Vamos perguntar a ele, porque nessas horas, Deus sabe de tudo.

A beringela (em Portugal) ou berinjela (no Brasil) é o fruto da planta Solanum melongena, uma solanaceae arbustiva, anual, originária da Índia, considerada de fácil cultivo nos trópicos, e que pertence à mesma família do pimentão que em Portugal é chamado de pimento, da batata e do tomate. É sensível ao frio, a geadas e ao excesso de chuva na altura da floração. A época de plantio, no hemisfério norte, é de Setembro a Fevereiro e, em regiões de clima quente, o ano todo.

Tá aí Deus que não nos deixa mentir. Perguntei a ele, Deus me disse que eu estava com sorte e eu cliquei. Deus abriu uma nova aba, e lá a Wikipedia resolveu a questão. Agora não temos mais problemas, e podemos chamar a saborosa acompanhante deste post simplesmente de berinjela.

Daí que churrasco de berinjela é coisa de vegetariano, né? É. E olha, nesse blog aqui a gente não tem viadagem com vegetariano não. Pensa comigo:
  • Se você for convidado pra um churrasco, só você e o vegetariano, proporcionalmente, ele vai comer todo o tabule, e você vai comer toda a carne. Tem relação custo-benefício melhor que essa?
  • Se você convidar um vegetariano pra um churrasco, vai poder tocar um foda-se no cardápio e preparar a carne que bem entender, do jeito que bem entender. Afinal, ele só vai comer o tabule mesmo.
  • Se o vegetariano for uma pessoa merecedora do seu carinho, você pode preparar a receita da abobrinha, que já foi escrita por aqui. Além de agradar o cara, vai agradar a si próprio, porque essa abobrinha aí é boa mesmo.
  • Ou, pode libertar o seu coração de todo o ódio e rancor, sair do lado negro da força e preparar a tal berinjela, da qual falamos tanto e necas de receita. Mas esse blog é assim, a gente enrola pra caramba e depois mete a receita num parágrafo só. Vai vendo.
Falando sério, não tenho o menor problema com vegetarianos. Já tive vários deles nos meus churrascos, já teve vegetariano que leu esse blog e comentou comigo que gostou, e até admito que faz falta mesmo uma verdurinha num churrasco. Se o cara vai num churras e não quer comer carne, respeite e dê a ele todo o broto de bambu, toda acelga e brócolis que conseguir encontrar e encha a sua cara (a sua, não a dele) de carne, afogando-se em proteína enquanto nosso amigo se mantém saudável, protege os animais do terrível açougueiro do inferno e ainda dá uma força pra camada de ozônio.

Legal, onde eu queria chegar mesmo? Ah, na receita. Vambora que a enrolação aqui já tá passando do limite.

Essa é uma receita que dá um certo trabalho, então não recomendo fazê-la num churrasco muito populoso, sob o risco de ficar apenas cuidando das berinjelas e queimar a carne. Portanto, esta receita compreende a preparação de apenas UMA berinjela grande.

O primeiro passo é cortar a berinjela em rodelas, da espessura de uma salsicha. Estou acreditando que todo mundo aqui sabe a espessura de uma salsicha, ok? Legal.

Importante: não descasque a berinjela. Sério, não faça isso. Descascar a berinjela, além de causar espinha e pelos na mão, estraga a sua receita. Portanto, limpe essa sua mente fétida, guarde a playboy da priscila do BBB e volte pra cozinha. E vê se lava a mão.

Uma vez fatiada a berinjela, jogue todo mundo num pote grande. Pode ser o pote da batedeira, mesmo. O próximo passo é uma golada generosa de azeite. Como já disse mil vezes, larga mão de ser muquirana e compra um azeite decente. A qualidade dos ingredientes que você põe na sua receita está diretamente relacionada à quantidade de elogios que você vai receber depois.

Picote, bem pequeninho, uns 3 dentes de alho. Sem preguiça, descasca o alho, deita na tábua, prepara a faca e manda o kill bill no alho.

Já tem azeite, tem alho, agora você pode mandar umas 2 colheradas de orégano. Já falei que azeite e orégano são o Romário e Bebeto da culinária. Praticamente o pedro e bino do churrasco. Tudo o que você colocar azeite e orégano fica bom.

Dê uma bela borrifada de mostarda preta lá dentro. A mostarda preta é especialmente bacana quando se fala de grelhados. A mostarda queima por fora e protege a carne (no nosso caso, berinjela), fica muito show.

Feito isso, jogue um punhado de sal. Com muita parcimônia. Não seja o monstro da salina maldita, jogue o suficiente pra ficar bacana, e cuidado com a pressão.

Picote um tomate em cubinhos e jogue lá dentro. Um tomate legal pra se usar nessa receita é o tal "tomate cereja", carinhosamente apelidado de tomate-cerveja. Nesse caso, basta cortá-lo ao meio e ele tá no jeito pra se juntar com a berinjela. Tenha em mente que cada fatia de berinjela vai precisar de um tomate lá em cima. Portanto, cuidado pra não sobrar tomate, nem faltar. Faça a conta, rapaz. Jogue o tomate pra dentro do pote.

Na real, você já pode misturar tudo e considerar a parte da cozinha finalizada. Eu, particularmente, gosto de adicionar ainda umas 2 ou 3 pimentas biquinhas, que é a pimenta mais querida do Brasil, tanto no pessoal quanto no profissional. Ou seja: essa é a hora de você dar aquele toque especial na sua receita.

Agora vamos pra brasa. Nós e a berinjela. Tenha em mãos uma bandeja de queijo mussarela fatiada, ok?

Agora deite algumas berinjelas na grelha, e abra uma cerveja. Na verdade, eu acho que depois de todo aquele trabalho na cozinha, você já abriu a cerveja. No caso, abra outra.

O fogo vai queimar a parte de baixo da berinjela. Quando começar a ficar preto, você vira. Dá dois goles de breja e bora pra fase final.

Dobre uma fatia de queijo em 4 partes. Coloque em cima da berinjela. Depois, coloque um pedacinho de tomate em cima do queijo.

Deixe lá na grelha até o queijo derreter. Tá pronto, você pode tirar e servir.

Apesar da aparência emboiolada, fica uma delícia. Recomendo.

Custo: ah, preço de berinjela. Vamos dizer que uma berinjela, tomate-cerveja e queijo custaram menos de 10 cruzeiros. Tá bom, né?
Tempo de preparo: 2 brejas na cozinha, e mais umas 3 na churraca. Sirva feliz.
Rendimento: Uma berinjela dá umas 7 ou 8 rodelas.


8 comentários:

josi disse...

e eu que achava que a berinjela estava fadada a acabar á milaneza!

acho que terei que fazer essa receita...

um abraço
Josi

Daniel Rodrigues disse...

Oi Josi

À milanesa ela tb fica muito legal, mas é uma gordureira dos infernos, né? Experimenta essa que fica legal, recomendo :-)

Depois me conta o que vc achou.

Abração
Daniel Rodrigues

Josi disse...

Fique frio, eu não fiquei chateada não!
Acho que eu estava esperando mesmos que alguém visse o errinho, sei lá, vai enterder o subconscinte, né? De qualquer forma, volte sempre, pois eu voltarei sempre por aqui!

Josi

Daniel Rodrigues disse...

josi

Tá tudo em casa, garota. Só não queria que ficasse parecendo que te corrigi, porque isso é chato demais...

Voltarei sim, acompanho os updates de todo mundo por aqui. Parabéns pelo blog!!

Abração
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Fala Daniel, los hermanos fazem berinjela grelhada, pimentão (vermelho, verde ...), cebola cortada ao meio (com a casca diretamente na grelha). Tb. já fiz (Berinjela) fica excelente, não tão chiquetosa que nem a tua. Vou experimentar qq. hora.

Abraço

CSá

Daniel Rodrigues disse...

Fala Carlão

Já ouvi falar da berinjela assim. Pimentão é novidade, será que fica legal?
Essa berinjela cortada ao meio, já vi umas receitas com ricota temperada que deve ficar gostoso..

Só não chama a minha receita de chiqiuetosa pq pega mal, po. hehehe

Abração
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Diga aí seu Daniel, esquenta não.
Berinjela (pode ser cortada em rodelas ou ao comprido) ou o pimentão (evitar o verde, o motivo é óbvio ululante hehe!!)-> azeite, sal fino e orégano -> grelha ... só!

Abç

CSá

Daniel Rodrigues disse...

Olha só que receita bacana... vou experimentar. Mas acho que ela cortada em rodelas fica melhor, porque a casca no fogo faz toda a diferença..

abração
Daniel Rodrigues

Postar um comentário

Torrou a picanha? Fez a receita e não deu certo? Dúvidas, sugestões, vai encarar? Escreve aí o que quer, mas não coloca propaganda que isso aqui não é a casa da sogra.

Blog Widget by LinkWithin