Follow me on Twitter RSS FEED

Perguntas na grelha

Nas categorias
Eu sempre achei que os leitores dessa espelunca eram gente batuta. Pessoal bacana mesmo, gente fina, da maior qualidade. Primeiro, porque gastam o seu tempo lendo receitas de duvidosa credibilidade. Segundo, porque eu logo percebi que não necessariamente aquele que escreve, entende mais do assunto escrito do que aqueles que o lêem. E, rápido como uma lata de cerveja num dia de calor, pude perceber que este blog se transformou num grande e profundo poço do mais puro creme do milho, digo, do mais puro e concreto conhecimento churrasquístico.

Entre outras palavras, a participação dos nobres leitores através do box de comentários é a coisa mais legal que tem neste blog. Aprendi várias receitas, dicas, trocamos idéias.. Tudo isso é muito bacana, e só prova uma coisa: quem entende de churrasco aqui, não é o escriba. Somos todos nós.

Não raro, escrevo alguma coisa aqui no blog, e algum leitor me alerta que errei, ou apresenta alguma solução melhor, etc. Tá tudo escrito aqui no blog, leia os comentários, porque eles valem mais do que os posts.

- Vale UM MILHÃO DE REAIS, Lombardi!

Bom, em resumo, meu e-mail tá aí, e todos tem a liberdade de me contactarem. E o fazem. Vocês não imaginam como é reconfortante receber, no meio de um dia duro de trabalho, algum churrasqueiro vindo de algum ponto desse Brasil varonil querendo falar sobre churrasco. Sério, faz o meu dia melhor. E eu não me poupo em responder, por um único motivo: é legal.

Os e-mails que eu troco com os amigos churrasqueiros daqui dão, por si só, posts completos.

E a partir de agora, pretendo trazer alguns destes e-mails à tona. A questão é bem simples: Sempre há, em algum canto deste país, um churrasqueiro em apuros, metido numa enrascada, segurando o choro. E, desde que não esteja mordendo a fronha, é um amigo precisando de ajuda, e devemos ajudá-lo. Sim, nós. A partir de agora, quero convocar os leitores para, juntos, salvarmos nossos colegas churrasqueiros das maiores e mais arrepiantes encrencas.

O próximo post já trará a primeira dúvida, de algum churrasqueiro metido numa cilada, precisando da nossa ajuda.

E se o bicho pegou pro seu lado, a coisa tá preta, mexeram no seu queijo ou o rei está nu, pode contar com a gente. Mande a sua dúvida para danielwalterrodrigues@gmail.com que eu publico aqui e tento ajudar, contando com a enciclopédia itinerante movida a carvão dos leitores deste blog.

Bem-vindos à Perguntas na Grelha.


6 comentários:

Caio Racca disse...

Daniel,

Belezura de idéia. Sempre tem algum mané, como eu, que fica perdido diante da prateleira de delícias carnais ou sem fala na frente do mestre açougueiro, balbuciando grunhidos inaudíveis, ao que o mestre lhe entrega um pacote contendo alguma coisa vermelha e sangrando. Prontamente, o zé mané aqui, se fartura de orgulho e diz pros amigos: Cara, o meu açougueiro é 10. Olha o corte desta alcatra aqui. Mesmo que seja um belíssimo pedaço de coxão duro.

Parabéns pela iniciativa.

Abs,

Caio Racca

Daniel Rodrigues disse...

Fala Caio

Boa idéia, cara. Também já fiquei muito constrangido no açougue. Vou lembrar disso na hora de escrever os posts.

Valeu man!

Já temos o primeiro churrasqueiro em apuros, é o Abel, do Piauí, que me mandou um email bem legal. Se o trabalho deixar, posto aqui ainda hoje. Vamos ver no que vai dar essa série.

Abs
Daniel Rodrigues

Abraços
Daniel Rodrigues

Personal Grill disse...

Nobre iniciativa Daniel!
Estou ansioso em ver as perguntas dos seus leitores. Realmente não é tarefa fácil comprar uma boa carne e muitas das vezes enfrentar ganaciosos açougueiros querendo vender picanha de vaca como se fosse uma bela peça de novilho precoce.
Eu também era um mané em frente a um balcão de açougue e agora é hora de passar o que aprendi para frente, porque mastigar muxiba ninguém merece.
Pode contar comigo!

Daniel Rodrigues disse...

É isso aí, Raphael.

Essa idéia nasceu, entre outras, das idéias que trocamos via e-mail nos últimos tempos.

A idéia do Caio, de como se portar na frente do açougueiro é boa, e ainda dá pauta pra bastante piada :-)

Abs
Daniel Rodrigues

Leh disse...

Ou como que faz churrasco pra 100 pessoas ?? (Usando aquela tecnica de 200$ pra 40 )
( tem que incluir a bebida e o refrigerante ) a media de idade é 15 a 20 .

Daniel Rodrigues disse...

Nossa, essa é uma pergunta dificil de responder..

Primeiro que um churras pra 100 pessoas vai te dar MUITO trabalho. Então acho que a dica é tentar fazer coisas mais simples e rapidas.

Carnes em bifes, espetinhos, asinha de frango, linguiça... Isso tudo ajuda.

Como esse post é super antigo, nao tenho como te dar a menor noção de preço. Mas pensa que vc tá fazendo um churrasco pra 100 pessoas, e em idade de crescimento, então imagina que vc vai ter muito trabalho, e vai ter que ter muita comida.

Acho que pães, farofa e vinagrete podem ajudar, se vc tiver bastante linguiça. Compra uma toscana simples que eu acho que dá..

Nossa, boa sorte. Mas se prepara pra trabalhar muito, tá?

Abs
Daniel

Postar um comentário

Torrou a picanha? Fez a receita e não deu certo? Dúvidas, sugestões, vai encarar? Escreve aí o que quer, mas não coloca propaganda que isso aqui não é a casa da sogra.

Blog Widget by LinkWithin