Follow me on Twitter RSS FEED

Como preparar um frango de televisão de cachorro

Nas categorias
Televisão é um treco doido, mesmo. A gente fica ali na frente daquela caixa sem mover um músculo, sem piscar, imóvel. Seca a retina, mas não perde a chance de saber quem matou odete roitman. A gente ri dos animais que são nossos políticos durante o horário obrigatório, a gente fica esperando a peruca do patrão cair num aviãozinho de dinheiro, a gente assiste ao JN com o pote de grecin dois mil na mão, esperando um vacilo do willian bonner pra dar uma demão naquele topete. Definitivamente, televisão é um aparelho que faz a gente interagir.

Quando eu era criança, o bozo falava "você aí que tá sentadão no sofá, compre tênis montreal" e eu ficava pirado com isso, me perguntando como-é-que-aquele-palhaço-sabe-que-eu-to-no-sofá. Até que um dia eu resolvi sentar no chão, e ele falou que eu tava no sofá. Perdeu, pleibói. Nesse momento, minha infância perdeu um pouco da magia, mas o importante era que eu podia dizer "te peguei, palhaço!".

Até que meus pais tiveram uma idéia brilhante, um ataque fulminante da mais pura filosofia hippie pé-sujo. Sabe-se lá porque deletaram a televisão da minha casa. Ela já não era lá essas coisas, tinha mais fantasma que poltergheist, tinha bombril até no seletor de canais, fazia chiadão e levava 5 minutos pra ligar. E agora era uma TV desempregada. Foi-se, tchau, abrásss. Lá se foi a nossa telefunken.

A idéia era que falássemos de coisas mais importantes durante os momentos de família, ao invés de ficarmos alienados àquela máquina de fazer louco (palavras de papai). Bom, confesso que de certa forma funcionava. Comecei a ler muito mais, discutimos coisas interessantes, dormia cedo e acordava bem, etc e tal.. Hippie é gente que sabe cuidar de criança. O problema era que na escola, os amiguinhos comentavam TV Colosso, Malandrovski e Thundercats, e eu não sabia nem o que era. Fui descobrir anos depois.

hippies cuidando de crianças.
cuidando de crianças com lsd exalando dos poros.
de crianças que estão na terapia até hoje.

Meu pai, dono de um sarcasmo comovente, sempre me dizia que se eu quisesse ver TV, que fosse à padoca acompanhar a televisão de cachorro. E é dessa TV que vamos falar hoje. O mais alto grau do entretenimento canino, aquela que passa sempre o mesmo filme, aquela que faz gente e cachorro babar como se não houvesse amanhã.

Não tem tela de led, não é plasma e não é lcd. E se fosse hippie, não seria nem de lsd. É de vidro, de metalzão, é feia e é suja. Mas a gente adora. A Televisão de Cachorro é a TV mais legal que tem. Porque além de ver, você pode comer o conteúdo daquela TV. Imagina só, você tá lá vendo a novela, de repente passa a juliana paes, você abre a tampa da tv... e come! Simples assim. Ou então, tá assistindo animal planet, aparece aquele tubarão branco de um bilhão de quilos, abre a tampa da tv e acabou você. Ou coisa pior, melhor deixar pra lá.

Enfim, a televisão de cachorro é aquele fornão que fica na porta da padoca, onde rodam e assam alegrementes exemplares de frango, despejando toda a sua gordura corporal sobre inocentes batatinhas, depositadas na parte de baixo, só bebendo aquela sopa de colesterol. Um crime na nossa coronária, mas um alento à nossa alma. A vida é dura, rapaz. Pra ganhar, tem que perder. E como churrasqueiro não se rende aos apelos do coração até que o infarto nos separe, vem comigo porque nessa receita, além do frango, você vai ter que gastar uma energia na produção da gambiarra que vai simular a televisão de cachorro.

Vamos começar pelas batatas. Ao vencedor, as batatas. Vá até o mercado/quitanda/feira mais próximo e saboreie o verdadeiro sabor da vitória: volte com as batatas. Mas não adianta pegar aquele batatão de 12kg. Preste atenção, você vai encontrar umas batatas pequeninhas, que geralmente estão dentro daquele saquinho de pano meio furado, esquisito. As batatinhas tem mais ou menos o tamanho daquela pedrona de gelo bacana que a gente adora jogar dentro do whisky.

Por falar em whisky... abra uma cerveja e fique mais feliz.

Foi no mercado, venceu e voltou com as batatas? Pois volte ao mercado e não me apareça aqui se não tiver em mãos um frango sem pé nem cabeça. Mas que diabos é isso de frango sem pé nem cabeça? Pergunte ao fabricante:

Sem pé nem cabeça é isso: kinder-frango com um pogobol, duas aspirinas, um colete salva-vidas, parafuso de balsa e 4 marionetes.
E, já que a televisão é de cachorro, olha o bicho cabreiraço aí.

Se o otimizado leitor preferir, pode aproveitar a viagem inicial ao mercado e voltar com as batatas E o frango. Opção sua.

O primeiro passo é colocar as batatas-bebê para cozinhar. Jogue as batas numa panela grande, com casca e tudo. Se a sua mulher (ou mãe) estiver por perto, lave as batatas. Caso contrário, acredite na força dos seus anticorpos e bora pra panela. Complete com água. A dica do século vem agora: Quando se cozinha batatas, é bastante comum adicionar sal ao cozimento, certo? Pois então, vamos dar uma melhorada nesse negócio. Sapeque lá dentro um cubinho de caldo de galinha. Isso vale pra qualquer batata cozida. O caldo já ajuda a dar um gostinho nas batatas. Vai por mim que fica bom.

Enquanto elas cozinham, vamos cuidar do frango. Mais especificamente, do tempero do frango.

Num pequeno pote, jogue 3 dentes de alho, e 3 pimentas biquinho, algumas folhas de manjericão, orégano, páprica picante e colorau. Nem precisa picotar nada, daqui a pouco a gente faz o terror dentro desse pote e a coisa funciona. A proporção dos ingredientes? A gente aprendeu com os publicitários que uma imagem vale mais do que mil palavras, não é? Pois olha só o que eu tenho aqui pra você: MAIS DE MIL PALAVRAS pra te mostrar quanto você tem que colocar de cada ingrediente.

Recomendo colocar o alho primeiro, ajuda a fazer a proporção, sabe?

Viu? Beleza, agora vem a hora do massacre. Jogue uma golada generosa de azeite dentro desse potinho, prepara o socador de caipirinha e arrebenta com tudo aí, garotão. Quebra tudo, arrepia!!

faço isso com meus inimigos HUAHUAHUAHUHA

Virou isso aí. O cheiro desse temperinho é fabuloso. Dê uma colherada de leve aí, experimente e coloque o sal de acordo com o seu gosto. Eu imagino que umas duas ou três colheres de sobremesa sejam suficientes. Tou confiando que você vai saber quanto sal é necessário pra estragar uma receita.

Próximo passo: operar o frango. É isso, caro leitor. Vais, a partir de agora, encarnar o Dr. Pitanguy e botar uns peitões maneiros de silicone fazer uma incisão subcutânea longitudinal abdominal no paciente. Entendeu? Não? Sem problemas, basta pegar o tesourão de frango e abrir a barriga do bichinho. Não se preocupe, ele não sentirá dor alguma. Não pelo fato de estar anestesiado, mas pelo fato de ter vindo a óbito em procedimentos anteriores. Procedimento este que não é de nossa responsabilidade, eximindo-nos de quaisquer aborrecimentos no que tange o trato aos animais durante a preparação desta receita. O fato é que deve-se abrir a tesoura e adentrar o frango com uma das lâminas, num local que certamente lhe faria corar, e vir cortando até que esteja aberto. Faça uma forcinha e abra o frangote mesmo. Vais enxergar os ossinhos, a coluna, uma cena realmente dantesca. Mas não fique impressionado, tem gente que faz coisa muito pior :-)

Bom, agora basta passar o tempero sobre o frango. Por dentro e por fora, numa grande festa da pimenta doida. Besunta o galináceo aí.

A esse momento, as suas batatas devem estar tinindo. Vá até a panela, espete com um garfo. Se estiver macia como a ovelha-nuvem da propaganda (ah, os publicitários), tá pronta. Joga a água fora e guarda as batatas do lado esquerdo do peito.

A gambiarra necessária é bem simples de fazer. Mas é gambiarra, e quando se trata de gambiarra, sabemos todos que sempre tem chance de dar merda. Não dê chance à merda, mantenha-se atento aos detalhes e todo mundo vai sair bem desta.

Recapitulando: Na TV de cachorro, o frango fica ali assando, com gordura pingando na batata, certo?

A gambiarra consiste numa bandeja, onde ficarão as batatas acomodadas, e uma grelha da sua churrasqueira sobre as batatas. E um frango pós-operado e devidamente besuntado sobre ela. Sacou?

Batatas dentro bandeja, grelha em cima da bandeja, frango em cima da grelha, com a barriguinha que você operou pra baixo. O frangote vai assar, a gordura vai escorrer, e quem vai estar lá embaixo pra receber o elixir da obesidade? As batatas! Na tela:

frango sobre a grelha, sobre as batatas, dentro da bandeja, dentro do forno, dentro da cozinha, dentro de casa.... maldita relatividade.

Nós queremos televisão de cachorro? Sim, queremos. Nós queremos que você apareça na televisão com cara de cachorro? Não, não queremos. Então entenda a diferença entre uma gambiarra e um incêndio e verifique se a sua grelha utiliza alguma parte de madeira, ou algo que possa queimar e mantenha-se em segurança.

Agora basta acender o forno da sua casa no médio e mandar todo mundo pra dentro.

Ainda no quesito mandar pra dentro, mande umas 5 latinhas pra dentro. Quando terminar, abra o forno sem queimar a cútis e retire todo mundo de lá. O frango deve estar douradíssimo (o colorau é o responsável por isso. Pratincamente o sundown da sua comida), as batatas engorduradas, e o cheiro deve estar enlouquecedor.

Se estiver enloquecedor, retire do forno, e destrua o frango. Honestamente, não conheço uma técnica especial para desmontar o frangote. O que fiz foi retirar as coxas, as asas e cortar o resto aleatoriamente. Dane-se a técnica, faz assim que a família vai gostar.

Pra finalizar o nosso ilustrado post, sintoniza a sua tv nessa fotinho aqui ao top de cinco segundos!



60 comentários:

Anônimo disse...

Diego Fonseca,

Novamente primeiro!!!

Vim só para registrar que eu acertei metade da charada... afinal a receita é de frango com batata!!!

Aqui no Rio essa as padarias usam a gordura para fazer uma farofa tosca ( só farinha e gordura mesmo um pedaços) mas deliciosa.... Mas as batatas devem ficar muito gostosas...

Ps. sobra gordura para a farofa também? Se meu plano de saúde descobre ele me expulsa!!!

Daniel Rodrigues disse...

Diego

Olha, quando você falou em frango com batatas, eu pensei: ok, mas até um McChicken pode ser frango com batatas, então... nada feito!!

Vais ter que esperar o nosso próximo petardo publicitário para exercer os seus dons adivinhativos.

Sobre a gordura, um frango só não perde taaaanta gordura. O suficiente pras batatas ficarem molhadas. Não sei se rola pra farofa, não...

Abs
Daniel

Ricardo disse...

Daniel,

KCT, PQP !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Quero ser um mico-leão-dourado de circo do oeste do Himalaia se eu não fizer essa receita!!!!!

Muito bom mesmo!!!

Beeeeeeeeeeem melhor que os frangotes ofertados nas padocas deste imenso Brasil varonil....

Show de bola!!!

Um abraço e um copo cheio!!!

P.S.: Se quiser entupir de verdade as coronárias, tenho uma dica de torresmo que é froids... cacildis!!! rs rs rs rs

Personal Grill disse...

Ficou bonito!
Me fez lembrar uma receita que há tempos venho querendo fazer. Mas para quem mora em cidade grande é difícil, há não ser que invada algum lote abandonado: Frango de Chão.
http://www.macamp.com.br/dicas-FrangodeChao.htm

Daniel Rodrigues disse...

Fala Ricardo!!

Cuidado com esse negócio de ser mico no himalaia, esses bichos hein!! heheh

Prepara a receita aí, você não vai se arrepender!

Abs
Daniel

Daniel Rodrigues disse...

Fala Personal Grill, beleza?

Verdade, me lembro que vc mandou essa receita pra mim faz um tempão!!

Pois é, eu moro em apartamento. Se eu fizer uma fogueira de chão, certamente derreto o encanamento do vizinho de baixo hehehe

Abs
Daniel

Marina V. disse...

Só uma coisa pra dizer:
Putz, que delíííícia!

Daniel Rodrigues disse...

Marina, tudo bem?

Olha, não é bonito só na foto, não. É gostoso de verdade. Experimente, o maridão vai adorar! hehehe

Abs
Daniel

Thá disse...

Olha...achei seu blog e estou adorando! Seu senso de humor é Ó-TE-MOOO!!!!! Fiquei doida com essa receita de frango assado!!!!
Um grande abraço!

Daniel Rodrigues disse...

Thá

Obrigado, moça. Adoramos elogios femininos por aqui :-)

Não fica doida, não. Experimenta que você vai ver como fica gostoso o frangote.

Obrigado pela visita. Espero que volte sempre!

Abs
Daniel

Ayrton Torres disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ayrton Torres disse...

Legal essa receita Daniel. Facinho de fazer.

Não acho que o suor do frango chegue a dar algum problema cardíaco...rs

As batatas devem ficar muito boas, porque batata é parente próxima do chuchu...se não "enfeitar o pavão", quase não tem gosto.

Em tempo: Fiz o catchup... não resisti e transformei em molho BBQ (com a adição de fumaça líquida). Ficou excepcional. Não compro mais molho BBQ...rs

InfoSaúde:

Lembra do que eu escrevi uma vez sobre o verniz que protege as latas?

Se aplica na preparação do Frango de Chão que o Personal Grill indicou.

O ideal seria conseguir uma lata sem esmalte ou verniz, pois essa pré-queima sugerida no site não irá retirar todo o verniz e esses vapores são tóxicos.

Para quem quiser fazer o teste, é só abrir uma lata de óleo (vazia), lavar bem, secar e depois colocar no fogão. A fumaça que sai é o verniz queimando. A indicação da lavagem da lata é para ninguém pensar que essa fumaça seria resíduo do óleo queimando.

Um abraço.

Baulo Braga disse...

Fala Daniel, Batuta?
Rapaz, essas fotos aí deram água na boca, acho melhor eu correr pro mercado logo..
Uma pergunta, nesse tempo todo que o frango tá assando, as batatas não assam demais não?
Abraço

Paulo Henrique Braga

Daniel Rodrigues disse...

Paulo

Não, vai na fé. A batata fica molinha, molinha.. Mas não chega a passar, não. Acho que pela gordura que pinga nela, mas não fica seca.

Pode fazer, você não vai se arrepender!

Valeu

Abs
Daniel

Daniel Rodrigues disse...

Ayrton, beleza?

Antecipou um passo meu. Eu ia mesmo usar o catchup pra fazer bbq. Mandou bem. Fica bom, né?

Sobre o verniz, acho que o ideal mesmo seria pegar uma lixa e dar uma ralada no interior da lata, não acha? Sinceramente, eu duvido que possamos encontrar no mercado alguma lata que não tenha passado por algum tratamento químico...

Abs
Daniel

Ayrton Torres disse...

Daniel, hoje andando no mercado encontrei a solução, que deve até durar mais que essas latas, uma vez que o material é bem grosso.

Já viu uns baldes de metal (parece zinco) usados em construção?

Tem 2 ótimas qualidades: são de metal e não tem verniz algum...rs

Sua idéia de lixar a lata é muito boa, porque minimizaria a quantidade de verniz e o que ficasse seria mínimo. Boa!!!

Abração

Ah...depois de acostumar com molho bbq, fica difícil comer só catchup. Até comprei mais fumaça líquida.

Daniel Rodrigues disse...

Ayrton

Bacana, boa idéia!! Vou procurar esses baldes aí. Bacana

Sobre o catchup: complicado, não consigo mais comer catchup industrializado heheheh

não como bbq assim com tanta frequencia, mas no próximo, uso o catchup caseiro :-)

Abs
Daniel

Ricardo disse...

E ae Daniel, tudo bom?

Cara, hoje descobri uma coisa fantástica!!!

É bem capaz que você já conheça ou tenha ouvido falar...

O nome é grotesco: Estupra Frango.

É uma forma redonda com um cone de uns 20 cm no centro (na forma de sombreiro mexicano) própria para assar frangos.

O lance é que você não abre o frango de cabo à rabo.. ..apenas utiliza a abertura que já foi feita para a limpeza do mesmo...

Tempera tudo e encaixa o frango "sentado", isso mesmo: sentado na forma.. ..o cone no centro da forma fica totalmente introduzido no frangolino.

E ele fica alí sentado, de boa, só bronzeando.

As bordas da forma tem + ou - 5 cm, o que é suficiente para que se despeje algumas batatinhas para assarem com a gordura e o tempero do frangote...

Vou enviar fotos para seu e-mail, assim pode postar aqui se quiser.

Um abraço e um copo cheio!!


Ah ia esquecendo: parabéns pelo blog e pela audiência, lembro que a pouco tempo me tornei seguidor e era o 51º, agora já somos 103!!!

Para o alto e avante!!!

Daniel Rodrigues disse...

Ricardo

Cacilda, que receita mais violenta. Precisa fazer isso com o frangote? Já fiquei constrangido de meter a tesoura no rabicó do bicho, imagina sentar o bichinho desse jeito? hehehe

Manda as fotos pra mim, sim. Fiquei curioso, agora.

Ah, e valeu pelos parabéns. O blog ta mesmo conseguindo numeros bem legais, mas isso é legal pra todos nós, e só acontece porque tem por aqui caras como você, que ajudam e muito a enriquecer a conversa toda.

No próximo drops de churrasco, eu falo mais sobre os números do blog, são bem legais, e motivo de bastante alegria e orgulho pra mim.

Valeu!!!

Abs
Daniel

Ayrton Torres disse...

Opa...tenho essa forma a anos e tem um detalhe importantíssimo que não foi dito pelo Ricardo.

No meio você coloca um recipiente (eu uso um copo de alumínio para não usar a lata, evitando o verniz mais uma vez, além de sobrar metade dela pra tomar...rs) com...............CERVEJA.

Ao assar, a cerva evapora e dá um gostinho sensacional!!!

É só sentar o frango (ui) temperado no tubo (eu hein!!!) já com a cerva posicionada no meio e assar normalmente.

Pra não fazer anúncio daqui, te passo o link do ebay para você ter idéia do que se trata:

http://cgi.ebay.com/Vertical-Poultry-Roaster-Nonstick-oven-chicken-bbq-NIB-/380197843766?pt=LH_DefaultDomain_0#ht_1436wt_911

A diferença é que o vendido aqui parece uma forma de pudim, só que aberta no "pino", e é por ali que passam os gases (BUUUUUURP) da cerveja.

Aliás, caso não encontre, sacrifique a forma de pudim da nona, fazendo um furo no meio.

Pô, mas até aqui na "roça" tem pra vender.

Um abraço

Personal Grill disse...

Estupra frango! Necrofilia pura essa parada.
Bom saber esse lance do verniz das latas, ainda bem que não cheguei a fazer sem antes saber. Ia fazer uma obra de arte bonita no banheiro, bem envernizada. Credo! Que mente mais impura.

Uma outra ideia interessante foi apresentada por um amigo que adora cozinhar e consequentemente inventar coisas novas, roda de arado, isso mesmo, imagina na mega frigideira que isso dá! Dá para fazer um super Yakisoba.
E pode ser adquirida de graça na roça, aquela roda já usada (olha a mente pervertida) que não dá mais para cavucar a terra fica praticamente jogada de lado, sem ter mais o que fazer com ela.

Daniel Rodrigues disse...

Ayrton

Po, aí sim, parceiro... Frango com cerveja, mesmo que o bicho tenha que ter sentado na forma, vale a pena.

Vale a pena pra gente. Pra ele deve ter sido meio doloroso, mas quem mandou nascer frango, né? hehe

Vou procurar essa forma aqui. Nunca vi nada disso aqui.

Abs
Daniel

Daniel Rodrigues disse...

Fala Personal Grill!!

Cara, ainda bem que não fez o frango, hein? Isso aí do verniz poderia te dar um pouco mais do que uma caganeira. heheheheh

A idéia da roda de arado é muito legal, já me disseram isso (acho até que foi você mesmo, por e-mail).

Abs
Daniel

Personal Grill disse...

Tenho que parar de beber!
Bem que minha mulher fala que depois que eu bebo vou contar algo achando que é novidade e ela fala que eu já disse isso que acabei de falar. Ou ao contrário, falo em sã consciência e depois em outro momento repito a mesma conversa já bêbado.
Por acaso eu já falei no Frango de Chão e na Roda de Arado? ... rs

Daniel Rodrigues disse...

Fala Personal Grill

kkkkk... relaxa, a chance de eu ter lido bêbado e não lembrar de nada também é bastante grande.

você tinha me falado por e-mail, mas agora tá falando pros leitores, uai.

Abs
Daniel

Ayrton Torres disse...

KKKKKK...acho que sou muito roceiro mesmo.

Já tenho essa roda de arado. E realmente é só pedir que eles dão a roda...kkkkkkkkkkkk

Daniel Rodrigues disse...

Hehehehehe

Olha só, tou ficando com inveja aqui.

A única roda que eu tenho disponível é o estepe do carro da patroa hehe

Abs
Daniel

Ayrton Torres disse...

Daniel, o ideal é pedir uma das que ficam em uma das pontas do arado (pelo menos de onde saiu a minha era assim), porque elas não tem o furo no meio. Senão fica complicado soldar para fechar o furo. E não sei qual o componente da solda...se é algo tóxico, por exemplo.

Engraçado eu sempre me preocupar com isso. Antes de ser pai, cozinhava até dentro de lata de feijoada...rs

Quando eu voltar na fazenda de uns amigos, vejo se tem alguma dando sopa...o phoda é mandar isso por correio, porque pesa bem.

Um abraço

Daniel Rodrigues disse...

Ayrton

Falou uma coisa certa: o quanto a gente muda quando rola a paternidade, né? Antigamente, eu comia qualquer coisa, lagartixa, sapo, barata... agora, tudo tem que ser limpo, seguro.. hehehehe

Quando voltar da fazenda, deixa guardada a roda do arado. Um dia eu chego aí na tua cidade e ganho um presente hehehehe

Abs
Daniel

Ricardo disse...

E ae Daniel!!

Tudo blz?

Cara esse Ayrton é um cara batuta!!!

Veja só: conhece tudo que é muito bom rs rs rs

Ayrton, meu caro, (raios, mil vezes raios) a forma que comprei não tem o dito cujo buraco no meio, o cone é fechado... ...nem imaginei que poderia fazer algo diferente alí... ...vou serrar hehehehehe sem minha mãe saber claro!!!

E a roda de arado, putz é show mesmo!!!

Tenho parentes em Olímpia, Barretos, Rio Preto, enfim, sou caipira com orgulho!

Mas voltando ao assunto, fizemos à uns 10 anos + ou - um esquema assim: pegamos uma roda de arado, soldamos a parte onde é presa pelo parafuso... fizemos uma fogueira, quando virou brasa colocamos somente gordura (suína/bovina) pra queimar no ferro...

Depois de alguns minutos e algumas queimaduras, tiramos a gordura e sapecamos alguns bifes de contra-filét.. ..cara não sobrou nem pra foto!!!

Fica bão hein!!! Recomendadíssimo!!!

É como dizem: na simplicidade encontramos a felicidade rs rs rs

Um abraço e um copo cheio!!!

Obs.: Daniel, enviei para seu e-mail as fotos da forma Estupra Frango!

Personal Grill disse...

Só sei de uma coisa: Aqui ninguém passa fome.
Uma vez fui à uma casa que meu avô tinha em uma roça "braba", tinha tudo, geladeira e fogão, mas o diacho do fogão não tinha gás e a entrega de gás era uma vez por semana. A nossa única esperança foi a churrasqueira. Adolescente e com pouco dinheiro, conseguimos comprar uns quilos de sobre de galinha, ovos e arroz. Tudo preparado na churrasqueira. Falando nisso, domingo passado fiz uma batata ao murro na churrasqueira também, pensei até em tirar umas fotos, mas estava ocupado demais com minha cerveja. Tenho que colocar a patroa para ser minha fotográfa.

Googlando sobre o estupra-frango achei esse aqui:
http://www.panelaecia.com.br/?produtos/18/34/formas_-_para_assar_frango/

Daniel Rodrigues disse...

Ricardo

Sim, concordo. O Ayrton é um cara batuta. Assim como vários outros leitores aqui. Por isso que eu digo que os comentários aqui valem mais do que o blog em si hehehehe

Vi as fotos, valeu!! Vai furar a forma da mãe e arrumar problema em casa, hein!! hehe

Abs
Daniel

Daniel Rodrigues disse...

Fala Personal Grill

Cara, adolescente sem grana é o pior tipo de alimentação do mundo. Mas o mais legal é que as técnicas e táticas dessa galera realmente funciona. Eu só comia a comida mais porca e barata que encontrasse, e cresci saudável heheheh

Sensacional como essa história do estupra-frango rendeu. Mas, pelamordedeus.. essa bandeja é muito pornográfica! hehehehe

Abs
Daniel

Ayrton Torres disse...

Ricardo, tamos aí pra trocar nossas experiências...mesmo as piores...rs

Personal Grill, é exatamente esse modelo que é encontrado com facilidade aqui onde moro...vou até dar uma conferida onde comprei a minha para ver se ainda tem a já furada. Mas nada que uma serra de metal não resolva rapidinho. Alumínio é mole.

O blog do Daniel é um poço de dicas e uma ótima higiene mental. Parece papo em churrasco, só que com cada um em um canto do país.

Daniel, você é um cara nota 10.

Acho que a primeira vez que usei um disco de arado, era o furado no meio, pra lá de curtido, em uma pescaria, +- em 1986.

O uso era o seguinte:
Passamos óleo no disco (do arado, que fique bem claro)e colocamos tudo que pudesse ser assado, grelhado, tostado assim que esquentou bem. Como era na praia (Ilha Grande), sujeira não era problema. E nesse caso o disco ser furado no meio(do ARADO!!!) era vantagem, porque a gordura escorria pelo centro e caia no fogo, turbinando o calor, além de ter deixado o mix menos gorduroso.

Vamos dizer a grosso modo que era um pré grill George Foreman...KKKKK

Abração

Daniel Rodrigues disse...

Ayrton

Cara, valeu aí, confesso que deixaste marejados estes olhos rudes carcomidos pelo álcool. hehehehehe

Sensacional, os caras se viram sozinhos, nem preciso mais mediar conversa. E o que é mais legal, cada um num canto do país, como bem falou o Ayrton!

O objetivo aqui é o mesmo pra todo mundo: mandar a carne pra grelha, fazer amigos e influenciar pessoas :-)

Abs
Daniel

Ayrton Torres disse...

Acabei de chegar do "centro" da cidade...rs

Encontrei apenas uma, idêntica a do link que o Personal Grill postou.

E olhando para ela, visualizei uma coisa bem interessante.

Você pode comprar uma dessas e usar inteira, sem o reservatório para a cerva.

MAS...pense comigo: Frango com cerveja (seja como tempero ou no copo) é muito bom. Então SERRA essa joça e de quebra, o que sobrar você inverte e ENCAIXA no furo que ficou ali no meio...sacou o 2 x 1 que você, amigo do bricolage, do faça você mesmo e afins criou???

Já vira o copo de alumínio, SEM VERVIZ, pra colocar a cerveja, que vai evaporar, temperar o frango, etc...

Rá!!!

Abração

Ayrton Torres disse...

Daniel, é por essas e outras que acredito que as mulheres não tem inveja do "fênix", como dizem alguns...elas tem inveja é de SEMPRE sermos uma gang de AMIGOS (não importando a distância, idade,...).

Abração

Daniel Rodrigues disse...

Ayrton

Camarada, começamos essa conversa com uma gambiarra e um papo de amigos. Agora estamos chegando onde? Num papo de amigos (isso sempre, é fantástico), e NUMA PORRA DUMA GAMBIARRAAAAAAA

Estávamos falando da traquitana de estuprar o pobre frango. Aí já tou aqui vendo gente mandar SERRAR A TAMPA DO ESTUPRA FRANGO PRA ENCHER DE CERVEJA

Esses caras não existem, não é possível.

Um dia, tenho que fazer um churrasco pra juntar esse monte de gente. Senão, continuarei achando que vocês não existem :-)


Abs
Daniel

Ayrton Torres disse...

Cara, quando eu tiver coragem sobrando ($$$) e marcar minha ida a Sta Ifigênia (adoro som vintage) e ao Mercado Municipal, esse churrasco tá marcado.

Nem precisa ter carne...KKKK

Até porque tem um ônibus que sai daqui toda semana, pro pessoal comprar roupa pra revender. Como não sou o motorista, posso "comer" churrasco a vontade...rs

Estou devendo uma visita a um amigo (engenheiro na Toledo) que mora em SBC, que fiz em outro fórum (HTForum). Ele já veio na minha casa 3 vezes (na primeira vez, ele trouxe um gravador de rolo no colo desde SP).

Abração

Daniel Rodrigues disse...

Ayrton

quando tiver coragem sobrando (kkk) passe por aqui. Meu e-mail taí, basta entrar em contato.

SBC não é tão pertinho daqui, mas a gente pode dar um jeito de juntar o pessoal

Na verdade, estou planejando um churras bacana com uma determinada empresa, que vai bancar um churras beneficente pra gente. Vamos levando essa idéia adiante.

Abs
Daniel

Ricardo disse...

É complicado gente...

Madrugada de terça pra quarta... ...a corrente alcóolica ficando repleta de (urgh) sangue...

Hummm galinha à cabidela.... ops, viajei mas já voltei! (estilo Homer Simpson).

E entro neste blog pra fazer a tal da higiene mental.

Bom, como o próprio Ayrton e o Daniel já comentaram, parece que estamos todos juntos na beira de uma churrasqueira e tomando breja de litro (brigadú skol!!!) e batendo um papo muito bom mesmo!

É por essas e por outras que ainda acredito que existam pessoas boas nesta imensa podridão em que transformaram o mundo repleto de amizades fúteis e superficiais.

Bom, Ayrton, depois do lance do 2x1 que você deu a ideia, não pensei duas vezes! Serrei a forma da minha mãe heheheheh mas como sou um cabloco ligeiro, passei no mercado antes e comprei uma novinha pra ela ficar feliz e não colocar laxante em minha comida kkkkkkkkkkkk

Agora só falta a cirurgia na véia (na forma!!!) e depois tocar breja e frango pro bucho!!!

Um abraço e um copo cheio!!!

Obs.: meu e-mail/msn é ric-bar@hotmail.com

Embora lembre uma biba (ric) bêbada (bar) já explico que me chamo RICardo BARbosa...rs rs rs sacou a lógica???

Fica o contato pois meus posts estão cada vez maiores e logo, logo serei expulso!!!

Daniel Rodrigues disse...

Ricardo

Não falei que a gambiarra habitava esse espírito mequetrefe dos leitores dessa espelunca? hehehehehe

Olha aí você metendo a serra na forma da sua mãe!! heheheh

Vcs querem saber de uma coisa muito legal que tem aqui?
A maioria dos blogueiros fica toda arrepiada com os comentários. Em qualquer blog, tem gente comentando pra aparecer, tem gente comentando só pra causar, tem gente fazendo propaganda em comentário... E aí lançam mão de um artificio chamando "moderação". Isso aí faz com que os comentários tenham que ser aprovados pelo adm do blog antes da publicação. Faz sentido, não?

Pois é, só que vocês devem perceber que escrevem comentarios, e os ditos cujos entram direto no blog, não é? Isso significa que eu não modero NADA aqui. Incrível, mas desde o dia 19 de janeiro de 2009, eu NUNCA precisei apagar, rejeitar, e nada relacionado a nenhum dos comentários aqui.

Acontece uma coisa mágica, que todo mundo que decide gastar o seu teclado com este blog, o faz com carinho, cuidado e pertinência. Ou seja: 100% dos comentários válidos.

Isso não é demais? eu, como escriba desse treco, acho simplesmente mágico: um monte de gente que eu nao conheço, espalhados pelo Brasil, tratando-se uns aos outros como se fossem velhos amigos.

Desculpem a viagem, mas isso pra mim não tem preço.

Vocês não existem, insisto nessa teoria :-)

Abs
Daniel

Ricardo disse...

Daniel acredito na lei do universo que diz que você atrai o que você é...

Você é um cara muito bacana e por isso atrai pessoas do mesmo naipe... ...e eu tento pegar carona nessa onda rs rs rs

E amizade realmente não tem preço, assim como fazer as coisas com consciência, respeito, humanidade... ..enfim, coisas só o caráter detem.

Vamos montar uma cama de gato e arrumar alguns patrocínios (maturata, sadia, perdigão, aurora, rocca, ambev.. ..estamos aquiiiiiii) pra juntar a patota inteira!

Um abraço e um copo cheio!

Daniel Rodrigues disse...

Ricardo

Acredito nisso que vc tá falando, mas não, exatamente, em relação às pessoas. Mas sim em relação à situações.

Entendo assim: churrasco é uma coisa legal. Todo mundo pensa em churrasco e sorri com a mente. E quem vem até aqui, seja quem for, está pensando em coisas alegres. Tá lembrando dos amigos, da brejinha, da picanha suculenta, da criançada correndo.... Coisas legais. Situações e cada um.

Pessoas, não. Pessoas podem ser boas, podem ser alegres, mas tem seus maus momentos. Ou então atraem pessoas ruins, enfim, pessoas são cheias de altos e baixos. São coisas mais complexas.

Eu sempre procurei ser uma pessoa bacana. Mas em algumas vezes, eu sei que errei. Seria bastante hipócrita da minha parte dizer que sigo a linha editorial deste blog em todos os momentos da minha vida. Imagina.... Existem mais coisas entre o céu e a terra do que julga nossa vã filosofia, já diria o poeta.

Portanto, eu digo que credito essa coisa bacana a todo mundo aqui, justamente por isso: o assunto aqui atrai positividade. esse mérito não é meu, coitado de mim achar que sou capaz de direcionar as coisas assim.

Mas acho que não é hora de filosofar tanto a respeito disso. Já tenho pensado em escrever um post sobre o que eu acho desse blog, da presença de vocês.. vou pensar melhor e explicar tudo num post. Ou não, sei la.

Mas entendam este como um lugar de todos nós. Jamais seria o que é, se dependesse só de mim.

E ainda vai rolar esse churrascão, a gente ainda vai juntar essa galera toda, vai por mim.

Abração a todos
Daniel

Ayrton Torres disse...

Ainda bem que seu blog não se chama "Sala de bate papo de churrasco", senão todos nós seríamos altos, magros, executivos com olhos azuis e SOLTEIROS....KKKKKKKKKKKKKK

Abração, amigos.

Daniel Rodrigues disse...

Hahahahaha

Ainda bem, né Ayrton..

porque eu desconfio de altos, magros, executivos com olhos azuis e solteiros hehehe

Abs
Daniel

Ayrton Torres disse...

Daniel, aproveitando a deixa do Ricardo sobre empresas patrocinarem um possível encontro dos carnívoros participantes aqui do blog:

ALÔOO empresas ligadas ao saudável hábito de fazer amigos comendo carne (logo, utilizando produtos fabricados e ou criados por vocês)...Façam camisas com suas logomarcas para esse encontro. No meu caso, vocês ganham um outdoor ambulante...rs

Abração

Caio Racca disse...

Caras,

Não viajem... O Blog é sobre churrasco e de como deve ser... Gambiarras faz parte, até porque, quem nunca na vida fez uma???

Que viadagem é essa de filosofia? O negócio é carne na grelha, carvão vermelhinho, cerveja gelada e boas risadas!! De coração aberto, natural!!!

Isto é que ameniza o mundo cão que vivemos e nos dá forças pra próxima semana!!



Abs,

Caio Racca

PS: Cadê o convite do tal churras master??? Quando vai ser???

Daniel Rodrigues disse...

Ayrton

Pode deixar, a coisa vai acontecer sim. Xá comigo!! hehehe

Abs
Daniel

Daniel Rodrigues disse...

Caio

hehehe... viagens madrugativas acontecem, ué. mas tudo faz parte da carninha na grelha, carvão vermelhinho, breja gelada, etc..

Abs
Daniel

Personal Grill disse...

Imagino um churrasco dessa turma. Vai dar briga. Ou então teremos que ter churrasqueiras individuais, cada um na sua. Igual irmãos brigando pelo único brinquedo. Já falei com o Daniel que se um dia ele vier "pras bandas de Beozonti" o churrasco está armado. Dia 11/09 já tenho meu chá de panela, ou melhor, chá de espeto. Mas aviso: tem que levar a cerveja, pois estou sem coragem ($$$$). Ah! Antes que eu me esqueça, R$ 20 conto para me ajudar na lua-de-mel e a carne é por minha conta.

Se computador transmitisse cheiro, esse blog iria ser como aquele churrasco de vizinho.

Daniel Rodrigues disse...

Fala PG

Acho que não ia dar briga,não hehehehe. Ia era dar um bando de marmanjo empanturrado de tanto comer :-)

Quando eu for a BH, certamente faremos uma carninha.

Abs
Daniel

Beth Souza disse...

Ai Daniel! A preta é realmente fofa, parece demais como o meu Bidu, até na cor, tenho 3 que peguei na rua, o Maxximus e a Meeg, que são irmãos, o Bidu veio depois, mas já se enturmaram, como não tenho filhos, imagina se não são mimados???rsssrs, meu marido fala que gosto mais dos cachorros que dele, rrsrsrs,(puro ciumes)Se der mando fotos dos meus por email ok???
BETH SOUZA

Daniel Rodrigues disse...

Beth

Olha se tem uma coisa que eu recomendo pra todo mundo é: vá até uma cobasi e adote um cachorro.

Há dois anos, mudamos pra uma casa com um quintal bacana, e decidimos que seria a hora de arrumar um doguinho pra fazer companhia pras crianças.

Inicialmente, queríamos um labrador, mas tava caro pra burro, não conseguimos achar um bacana, enfim, não rolou.

Aí, certo dia decidimos dar uma passadinha na cobasi pra ver aqueles cachorrinhos que ficam na gaiola esperando adoção. Foi amor à primeira vista, nós olhamos a Preta (que, na época, tinha um nome frufru, tipo Katlyn, sei lá). Pagamos a taxa da vacina e trouxemos a pequena pra casa.

É muito louca a relação que ela tem com a gente. Já tem 2 anos que ela tá aqui, e até hoje ela parece nitidamente grata por termos trazido ela pra casa. É engraçado, ela demonstra isso. Deve ter sofrido muito na rua.

Fora a inteligência malaca que só os vira-latas tem, né? Inteligente pra caramba, mas só aprende o que interessa. Eu faço costelão aqui em casa, os bichos enolquecem por causa dos ossos. Aí eu dou o osso pra Preta, ela some, e volta depois de 15 segundos com cara de fome, como se não tivesse ganhado nada, sabe? Acho genial esse bicho.

Fora que ela é imensa, mas é um doce. Fazemos festa aqui em casa com 30, 40 pessoas, ela fica solta no meio de todo mundo, sem nenhum problema. O maior problema é que ela acha que pesa 200 gramas e sobe no colo das pessoas pra ganhar carinho heheh. Só alegria.

Adote um bicho. Recomendo muito!!

Abs
Daniel

Beth Souza disse...

Poxa legal Daniel, seria bom que todos pensassem em adotar um animal...
Os meus estão com quase 8 anos e o Biduzinho(que parece a Preta) 7 anos, é o mais levado de todos, faz coisas que ninguem acredita, parece gente, cara! E tem a mesma mania da Preta, sempre parece que não ganhou nada e fica com aquela carinha de pidão, rsrsr(todos são vira latas) Mas a Meeg e Maxximus são grandes, já o Bidu é de porte medio, mas é traquina demais, rsrs... Bom amigo um dia poderemos falar nisso mas não aqui né, afinal o top aqui é churrasco, rsrsr. É que nos sentimos tão a vontade como num churrasco mesmo, onde todos falam sobre tudo, isso faz o diferencial no teu blog sabia???por isso está aumentando a legião de seguidores, muito legal mesmo, ainda bem que já faço parte, rsrsr
Beth Souza ate breve

Daniel Rodrigues disse...

Beth

Por isso que eu digo: isso aqui é de todos nós. Com certeza, os comentários são melhores do que o blog em si :-)

Abs
Daniel

Anônimo disse...

Cara, cai no teu blog, pois comprei um grill eletrico e queria, antes de abri-lo, encontrar referências sobre os melhores procedimentos para obter - descrente que sou - um churrasco otimizado. Caí aqui e não só tive a grata surpresa de achar as informações de que precisava (com devidas referencias positivas inclusive) como também li vorazmente alguns de seus outros posts e ri muito mesmo. Blog fenomenal! Valeu pelas info e boa sorte no blog!!

Daniel Rodrigues disse...

Parceiro

Valeu mesmo!! Ficamos todos felizes que tenha gostado. Dá uma lida nos comentários, tem dezenas de boas dicas de churrasqueiros do Brasil todo. Tem que garimpar, mas vale muito a pena.

Tomara que obtenha sucesso com o seu grill!! Apareça mais vezes, e obrigado pela visita.

Abs
Daniel

Giancarlo disse...

Fala, galera. Achei o Blog sem querer, mas querendo, e achei muito bom!!! Espero que a pausa seja breve!

Gostaria de saber onde vocês compram a fumaça líquida... dá para comprar quantidades normais ou só vende em galão?

Abraço
Giancarlo

Daniel Rodrigues disse...

Grande Giancarlo, tudo bem?

A pausa é breve, e te garanto que não passará de alguns dias, apenas... Já estamos retomando os rumos do desgoverno :-)

Sobre a fumaça líquida... eu não tenho a menor idéia, mas aaaaaaacho que deve encontrar isso no mercado municipal de São Paulo

Obrigado pela força, que bom que gostou do gato na grelha.. Seja bem-vindo!!

Abs
Daniel

Postar um comentário

Torrou a picanha? Fez a receita e não deu certo? Dúvidas, sugestões, vai encarar? Escreve aí o que quer, mas não coloca propaganda que isso aqui não é a casa da sogra.

Blog Widget by LinkWithin