Follow me on Twitter RSS FEED

O que é, o que é?

Nas categorias
Das coisas que aprendi com os publicitários: o TEASER. 

Funciona assim: Os caras vão lançar um produto hiper-extra-super-ultra-massa-total, e querem arrancar uma grana antecipada do cliente deixar o consumidor com aquela baita vontade de comprar aquele negócio, mesmo sem saber o que é. Aí eles fazem um anúncio enigmático, dando a entender ao espectador que vem aí um produto capaz de resolver TODOS OS SEUS PROBLEMAS. Todo mundo trocando cotovelada na gôndola, só pra ser o primeiro a comprar aquele treco. Publicitário é gente que faz, publicitário é malaco, publicitário faz o cliente acreditar nessas idéias geniais e ainda gastar um dinheirão com pérolas da mais pura malandragem da comunicação, coisas do tipo manhê-quero-fazer-cocô-na-casa-do-pedrinho. Vida que segue, quem mandou não nascer malandro?

Aí eu queria escrever aqui no blog sobre a nova receita que eu bolei, mas como não sou publicitário, a vida é dura comigo e me fez trabalhar este sábado inteirinho, e eu fiquei cansadão, e decidi deixar a receita pra semana que vem. Mas não sem antes deixar aqui um verdadeiro petardo da filosofia publicitária: o primeiro TEASER do Deitando o Gato na Grelha. Segura aí que agora a gente ficou patrão.

Voltando à vaca fria, a receita em si eu não bolei, não. Mas a traquitana necessária para a execução da mesma... essa sim, merece uma página dupla na Veja, um outdoor 3D (???) e uma inserção de 1:30'' no domingão daquele gordo ex-gordo, que agora tá magro, mas tá cabeçudo. Proporção é pra quem tem.

Bora pro teaser? Sente-se confortavelmente na sua poltrona e tente desvendar o enigma:

O que é, o que é?
Tem cachorro de olho, fica esperto. Tem mais cachorro de olho, fica mais esperto ainda que esse é grande. Tem temperinhos no pote. Tem socador de caipirinha quebrando tudo no meio dos temperos, e tem bicho sem pé nem cabeça. E os cachorros ainda têm pé, quatro cada um, e tem cabeça, somando oito pés, duas cabeças, dois rabos e nenhum juizo. E nenhum animal foi molestado na produção desta receita. Pelo menos, nenhum vivo. E, jisuis, tem batatas na minha janela!!!!

E como publicitário sempre diz que uma imagem vale por mil palavras, segue aí 6.000 palavras pra ilustrar o nosso teaser.






Quem desvendar o mistério do nosso teaser, ganha um washington olivetto pra chamar de seu.


8 comentários:

Diego Fonseca disse...

é batata calabresa!!!!!!!!!!!

Daniel Rodrigues disse...

Fala Diego

Não é, não!!

Veja bem, ainda há a relaçào com os cachorros, e com o bicho sem pé nem cabeça.

Ainda não foi dessa vez, tenta de novo hehehe

Abs
Daniel

Ricardo disse...

Daniel, tudo bom?

Cachorro, bicho sem pé nem cabeça...

Frango Assado!!!!

Em televisão de cachorro!!!

Como naquelas máquinas de assar frango que ficam nas calçadas das padarias, engorduradas, sujas, fedorentas e com uma legião de caninos apreciando o roda-roda do baú, digo, do espeto!

E as batatas ficam confortavelmente alocadas em uma forma ou bandeija abaixo de tudo isso... ...captando/coletando todo o óleo, tempero, gordura das pobres aves que mesmo depois de mortas ainda ficam tontas com tantas voltas...

Voltemos às batatinhas: elas "cozinham" na gordura temperada que as penosas liberam durante seu processo de metamorfose, passando de cadáver à prato principal.

Será que é isso???

Sei não mas deu uma fome... rs rs rs rs rs

Um abraço e um copo cheio!!!

Daniel Rodrigues disse...

Fala Ricardo

Caracas, preciso bolar melhor as minhas charadas na próxima vez. O cara acertou no terceiro comentário!!!!!

É essa aí mesmo, o frango de televisão de cachorro. Os dogs da foto são aqui de casa mesmo. as duas beldades são a Bo, pesando 22 gramas, e a Preta, pesando 30kg da mais pura viralatice.

Você pode passar na w/brasil mais próxima porque o olivetto É SEU!!!!!! hehehehe

Nos próximos dias, eu coloco a receita aqui. Requer uma gambiarra, mas fica gostosa pra caramba!

Ao sabichão Ricardo, fica meu agradecimento. Mas te prepara, o próximo teaser vai ser IMPOSSÍVELLLLLLLL HAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHA

Abs
Daniel

Ricardo disse...

Uhúúúúúúúúúúúú
Kiko, Kiko, rárárá!!!

Ganhei um Olivetto???

Presentinho de grego hein!!! Mas isso é para eu aprender a ler as letrinhas miúdas né!!!

Agora preciso descobrir uma utilidade pro Óxiton que ganhei rs rs rs rs rs rs

Cara, esse frango deve ficar muito bom mesmo porque se o da padoca - cheio de micróbios, bactérias e milhares de outras cositas más - já é bom... ...imagine um bem feito da higiene e carinho do lar!!!

Basta reparar no olhar dos dogs! Todos com cara de "eu quero" !!! rs rs rs rs

Um abraço e um copo cheio!!!

Daniel Rodrigues disse...

hahahahahaha

nossa, kiko, kiko rarara denunciou a sua idade, hein!! heheheh

Fica legal, sim. Esse temperinho nele, depois escorrendo nas batatas através da traquitana, fica bem legal.

Tenho outras fotos melhores, mas não quis postar pq ia dar muito na cara. Semana que vem eu escrevo a receita completa. Um clássico, essa.

Abs
Daniel

Personal Grill disse...

Lembrei da minha mãe algumas semanas atrás me dizendo que tinha comprado um frango assado que vinha acompanhado de batatas superdeliciosas. Respondi explicando o porque que elas são tão deliciosas, e ela quase teve um enfarte. E eu também de tanto que eu ri da cara assustada dela.

Daniel Rodrigues disse...

Pois é, Raphael.

Com essas batatas, dá pra ter infarte de várias maneiras. hehehe

Mas que sào gostosas, isso são.

Abs
Daniel

Postar um comentário

Torrou a picanha? Fez a receita e não deu certo? Dúvidas, sugestões, vai encarar? Escreve aí o que quer, mas não coloca propaganda que isso aqui não é a casa da sogra.

Blog Widget by LinkWithin