Follow me on Twitter RSS FEED

Receitas de panela: Filé ao molho chateaubriandt

Nas categorias
Começo este post num lindo dia de verão perguntando ao nobre leitor porque diabos essa receita tem um nome tão emboiolado?

Respondo: Porque o nome emboiolado no caso não pertence, necessariamente, à receita. Mas sim ao nada pacato cidadão que a inventou. Peçamos ajuda à wikipedia, que nos fará as devidas apresentações.
"Figura polêmica e controversa, odiado e temido, Chateaubriand já foi chamado de Cidadão Kane brasileiro, e acusado de falta de ética por supostamente chantagear empresas que não anunciavam em seus veículos e por insultar empresários com mentiras, como o industrial Francisco Matarazzo Jr. Seu império teria sido construído com base em interesses e compromissos políticos, incluindo uma proximidade tumultuada porém rentosa com o Presidente Getúlio Vargas."
Na verdade, a wikipedia conta muito mais coisas a respeito, mas vamos combinar: essa é a parte que a gente mais gosta da história.

Resumindo: nosso herói aqui era um verdadeiro canalha. Cachorro, safado, vagabundo, já diria a cantora de axé. E se é isso que temos pra hoje, bora comigo nessa receita que, embora tenha origens inescrupulosas, pode lhe trazer inúmeras vantagens.

Imaginemos uma situação absolutamente hipotética. Imaginemos que você é não é um vagabundo. Não é um cachorro, safado, sem vergonha. Você não gasta, e nem gostaria de gastar, 100% dos seus rendimentos em cerveja, sinuca, pay-per-view e mulher da vida. Nada disso. Você, na nossa imaginação, é um cara centrado, tem uma garota que faz esse seu coraçãozinho de frango palpitar, e tudo o que você precisa nessa vida é convencer essa garota imaginária a juntar as cuecas com você e (mudando irresponsavelmente o tempo verbal só pra caber) foram felizes para sempre. Ou seja, vamos usar a canalhice do nosso herói a nosso favor.

Oka. Temos uma garota e um cara querendo pegar essa garota. Tudo o que precisamos é de uma estratégia para fazer a nossa caça entrar na arapuca e CRÉU linda e doce garota encontrar o amor da sua vida diretamente na sua pessoa.

A estratégia consiste em convidar a garota para um jantarzinho sem compromisso, e mandar a receita que nosso canalha inventou. Na tela:

Bota 1litro dagua pra ferver, com um bloquinho de caldo de costela dentro. Pode ser caldo de picanha, caldo de carne, enfim. Particularmente, o caldo de costela foi o que melhor se adaptou a essa receita até hoje. E olha que eu já fiz esse prato muitas vezes. Todas para a minha esposa, antes que o mais mente suja dos leitores pense mal a respeito deste que vos escreve.

Quando ferver, joga lá dentro meia garrafa de vinho tinto seco. O ideal é comprar um vinho barato, porque ele vai pra receita. Mas não, necessariamente, um vinho vagabundo. Porque pode ser que você não jogue todo o vinho na panela, e nesse caso, aposto um rim como você vai beber o tal vinho. E se ele for muito vagabundo, quem compromete o rim é você.

Na sua geladeira deve ter um pote escrito "manteiga". Vai por mim, é isso que tá escrito lá e tem uma pasta amarela dentro. Dá uma olherada generosa naquele negócio e joga dentro da panela. E não me venha com aquela doriana que isso aí é coisa de gente doente. Manteiga, feita de leite de vaca, cheia de colesterol, é disso que eu tou falando. Se não tem manteiga, desliga o fogo e vai comprar. NÃO JOGUE MARGARINA EM COMIDA BOA, isso tá entendido?

Enquanto ferve, dê uma golada no vinho e picote uns 100gr de champignon. Picote, não. Fatie. O cogumelo fica bonitinho fatiadinho na receita. Recomendo veementemente que compre o cogumelo correto no mercado, e não vá pro mato buscar o seu, sob sério risco de pegar um cogumelo alucinógeno e mandar pras cucuias toda e qualquer possibilidade de se dar bem com a garota. Pensa no lance dos hippies. Não queremos ver você assim, ok?

Aproveita, descasca e corta umas 4 batatas, joga um caldo de carne dentro, cobre com água e bota pra ferver. Deixa lá e continua com a receita. O único trabalho é se certificar de que a água não secou. Se precisar, completa o tanque de vez em quando. O seu com cerveja, o das batatas com água.

Quando ferver, prepara ae que tá chegando: Pega um copo, coloca umas 5 colheradas desse molho fervente que tu ta fazendo. Coloca mais uma golada sarada de vinho. Caldo quente + vinho frio = conteúdo morno no copo. Disso que você precisa, de conteúdo morno.

Beleza, agora pega farinha de trigo e manda umas 3 colheradas dentro do copo, e mexe rapidão pra não empelotar. Na real, vai empelotar um pouco sim, mas o que importa é fazer o melhor que você puder. E aqui, nós acreditamos no potencial dos nossos leitores. O lance do morno é importante pra mexer farinha. Se estiver fervendo, cozinha a farinha e empelota geral. Se estiver frio, não mistura.

Mexeu? Agora manda pra panela, mexendo rapidão de novo pra não empelotar de novo. Mete o fogo no máximo, ajuda a não empelotar pela terceira vez. Mexe a cadeira. Vai mexendo bonitinho, gostosinho, rebolando até o chão [/banda de axé].

Beleza, quando não tiver mais nenhuma pelota, manda lá pra dentro o pote inteiro de champigon. Com água e tudo, vai na fé.

Baixa esse fogo aí. Vai pras carne, parceiro. Ir pras carne é sempre uma coisa legal, entenda como quiser. Mas eu sei que você gosta.

O trabalho agora é fritar alguns filés. Pode ser filé mignon, ou um contra-filé, alcatra, desde que bem limpinhos, ou seja, sem nervos. Encarna o zezé de camargo e luciano e manda nele o seu tempero favorito [/é o amooooooooooor].

Enquanto a panela fica engrossando aquele caldo que você fez com o vinho, vai fritando os bifotos e mandando um por um pra dentro da panela. Mexe e deixa lá no fogo baixo. Vai notar que o seu molho começa a ficar marrom, quando antes ele era vermelho. É a carne começando a perder o seu suco pro molho. No frigir dos ovos, embora nesta receita não vá ovos, é que carne perde suco pro molho, que perde molho pra carne e vira tudo uma grande suruba. Mas, se o teu objetivo era derrubar a garotinha, vai nessa linha que o caminho é esse mesmo.

Bacana, tá quase pronto. Lembra daquelas batatas que ficaram na panela? Pois é, aquilo deve estar uma verdadeira moleza. Espeta uma com um garfo, se ela desmanchar, tá no ponto. Desliga a panela, joga a água fora e amassa bem. Use instrumentos, você vai saber qual o mais adequado pra amassar batatas. Uma colherada de MANTEIGA dentro ajuda a ficar mais legal. Tá pronto.

Ponha a mesa com toda a elegância que eu sei que você não tem, come de boca fechada, não arrota e não fala com comida na boca. Faz teu prato e janta tudo junto: vinho, purê, bife, molho e garota. A garota pode ficar pra depois.

Um rango que pode mudar o seu estado civil, te ajudar a pegar a mulher dos teus sonhos e deixar o zé mayer no chinelo.

PS: eu sempre fotografo os pratos que eu faço. Este, eu já fiz mil vezes. E acabei de descobrir que não tenho uma foto sequer dessa iguaria. Mas assim que fizer, posto aqui.

Custo: É caro, vai vinho e carne boa. Mas pensa nisso como um investimento. Só faça se a garota valer a pena.
Tempo de preparo: Umas 4 latinhas. Ou o tempo de você matar a meia garrafa de vinho que sobrou. Não seja estúpido de estar embriagado na hora de... enfim, você entendeu.
Rendimento: Controverso. Se você casar com a garota, seus rendimentos estarão comprometidos pro resto da vida. Definitivamente, uma receita que pode te levar à falência :-)


64 comentários:

Creuza Moura disse...

kkkkk, è verdade esta receita me leva a falência sempre, fisguei o marido, e agora com o filhote que também é apreciador da iguaria , só faço em dias especialíssimos.

valeu por compartilhar

Daniel Rodrigues disse...

Pois é, Creuza... A caoisa não é fácil não

Fisguei a patroa, e ainda vieram dois filhotes apreciadores. O preju é iminente!

Abs
Daniel

João disse...

Eu já penso assim: é melhor pegar a garota antes ou no intervalo pois depois de encher o buxo, vai ficar arrotando, com mau hálito e ainda corre o perigo de ter uma congestão (tenho um amigo que morreu assim...Cabrum! Em cima da menina).
kkkkk
João (hoje, maldoso)

Daniel Rodrigues disse...

KKKK

Sério? Conta mais aí, João!! Essa história deve ser ótima!

Viste o teu blog li na barra lateral?

Abs
Daniel

João disse...

Foi assim: A cunhada de minha prima Luíza estava fazendo uma macarronada da pesada. Naquele tempo não existia vídeos e nem filmes pornôs, era só aquelas revistinhas de sacanagens do Carlos Zéfiro.
Então, enquanto ela cozinhava (era um domingo) ele ficava no quarto, tomando cerveja, comendo torresmos e lendo os "gibizinhos". Depois do almoço, deitaram no sofá pra assistir ao Sílvio Santos e naquele "encosta que encosta", quis dar uma. Não deu outra, morreu com os olhos virados e a boca torta em cima da coitada!
It's true!!
Abs
JOão

João disse...

Ow, fióte!
Obrigado por ter incluído meu blog na tua lista. Quem sabe, agora dá mais IBOPE!!
O teu esta entre os blogs que eu sigo, lá no meu perfil mas não sei como colocar a lista no corpo do blog.
JB

João disse...

"En passant", quero dizer que estou aqui fazendo uma picanha de panela, com batatas e na cerveja!!
Como não tenho salada, vou comer couve refogada, mesmo (a única coisa que tenho na horta...kkk)

Daniel Rodrigues disse...

João

Sensacional a tua história. Caracos, imagina a cara da menina, por ter, durante alguns segundos, transado com um cadáver hehehehe

E imagina a cara de felicidade do cara quando chegou no céu (ou no inferno, né?)

Sobre a barra lateral, vê em "design", tem umas coisas pra colocar na barra lateral, essa aí chama "lista de links" ou algo que o valha. Se quiser ajuda, me manda um e-mail

Abs
Daniel

João disse...

Bom dia, Daniel!
É mas me disseram as más línguas que a última coisa que ele ouviu em vida foi a voz do Sílvio Santos...kkkkkk

João disse...

Hoje estou, desde as 8 da manhã, por conta do sopão para meus amiguinhos carentes. Amanhã eu entro aqui novamente.
Forte abraço
joão

Wagner disse...

Caracas João, que historia hein brother!! ehehhe

O cara pode ter morrido feliz, mas ouvindo a voz do Silvio é 'dose' hein.

Daniel, conheço essa historia de algum lugar... Mas ainda não preparei, vai que dá certo.

Abrazzz!!

João disse...

Olá, Wagner! Tudo bem?
Já estava estranhando tua ausência, cara!
Ele, hoje, deve estar ouvindo a voz do Lombardi (cruiz, brincadeira infame, essa!)
Abraços
João

Daniel Rodrigues disse...

Falae galera

Poutz, ouvir a voz do silvio na hora de empacotar diante de uma garota pelada não deve MESMO ser uma cena comum.

Vamos combinar que o cara se foi de um jeito bastante peculiar, né?

Abs
Daniel

Wagner disse...

Bom Dia!

Não sei o que seria pior: Morrer ouvindo o Silvio ou praticar o ato sexual ao som do homem do baú.

João, como vai parceiro? Tem chovido muito por ai?

Abrazz!!

João disse...

Bom dia, Wagner!
Por aqui chove bastante, também, mas não tanto como por aí. De vez em quando, o lago ameaça transbordar e daí a gente abre todas as comportas e dá pra controlar. Há dois anos atrás, a enchente invadiu minha casinha aqui no sítio.
Moro numa região privilegiada, graças a Deus!
Abraços
JB

Wagner disse...

João, torno a dizer que qualquer fds desses eu pego o onibus e vou parar aí... hehehe

Falando nisso, Dani, conseguiu pensar em algo para fazermos e reunir a galera?

Abrazz!!

Daniel Rodrigues disse...

Fala Wagner, João, beleza?

Po, que bom que escapou da chuvarada. Espero que esteja todo mundo bem, dentro do possível.

cara, ainda não pensei numa maneira de encontrar todo mundo. Acho que um churrasco beneficente seria legal, o que acham?

Abs
Daniel

ig0rf disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Wagner disse...

João, muito bom saber que vc não sofreu com as chuvas.

Dani, se tivesse rolado um planejamento melhor, poderíamos ter pensado em algo para o feriado né...

Mas eu to dentro desse esquema beneficente, será bom pra gente e muito bom pra uma galera tb.

Abrazz!!

Carlos disse...

E quanto ao filé ao molho Chateaubriandt???????
[]´s

CSá

Daniel Rodrigues disse...

Wagner


Não tou podendo planejar nada assim, o tempo anda curto. Na real, não é nem o tempo que anda curto, mas lá no trabalho não tem acesso a gmail, twitter, nem o blog eu consigo acessar de lá. Isso vai mudar daqui a pouco, mas enquanto não rola, fica dificil tentar combinar qualquer coisa.

Abs
Daniel

Daniel Rodrigues disse...

Carlão, beleza?

Bem lembrado... Falamos de tudo, menos da receita.

E aí, alguém já fez? Conhece alguma maneira diferente de fazer o prato, coisa e tal?

Abs
Daniel

Wagner disse...

Sobre a receita...

Ainda não tive coragem de fazer, vai que faço alguma garota se apaixonar... Ainda sou novo pra esse tipo de coisa. ehheh

Mas desde o dia que li essa receita fiquei com muita vontade de fazer. Não parece ser nada difícil.

Daniel,

Relaxa parceiro, na melhor hora arrumamos um esquema supimpa com toda a galera.

Abrazz!!

João disse...

Daniel, Wagner and Co.

Quem sabe a gente faz esse churrasco beneficente aqui mesmo!!
Meus primos são donos de um açougue dos bão e poderiam facilitar as coisas prá nós.
Quantas pessoas seriam?
Quando será o próximo feriado?
Abs
João

Wagner disse...

João,

Precisamos aguardar a 'liberação' do Daniel. Pq o cara tá ocupado D+ hein. Ainda mais sem acesso as coisas lá do trampo, nem consegue acompanhar o blog durante o dia...

Seguindo meu calendário, o próximo feriado só no carnaval 08/03. Quem sabe até lá não pensamos em algo..

Abrazzz e bom fds à todos!!

Daniel Rodrigues disse...

Wagner, João

Sobre a receita: não é dificil, só requer alguns cuidados, mas é realmente uma delicia. Vale a pena tentar.

João, vamos falar mais sobre esse lance beneficente. Me procura no e-mail, plis. Acho que podemos fazer um lance legal, tem bastante gente querendo o bem por aqui.

Em breve, me desamarro um pouco do trampo, e fica mais fácil agilizar algo.

Abs
Daniel

ig0rf disse...

Muito bom, Daniel! Como sempre! Vou tentar aqui em casa primeiro durante a semana.. e se ficar bom, até arrisco fazer pra minha namorada no próximo fim de semana(e pelo que parece, na casa de praia também irão minha irmã, minha cunhada.. ou seja.. praticamente um harém! hahaha).

Dessa vez, vou ver se cumpro o que prometi na outra receita (e não cumpri) e posto uma foto aqui, haha..

Abraço!

ig0rf disse...

Ahhh, aproveitando, já que devo ir comprar as coisas amanhã..

Será que rola cortar (ou já comprar assim) o filé em medalhão, e colocar um bacon em volta? (prendo com palitinhos)..

Mais uma coisa, em qual momento eu ponho o sal na carne? Será que uma salsa picadinha pra temperar fica bacana?

Daniel Rodrigues disse...

E ae ig0rf, beleza?

Seguinte.. Cuidado aí cara.... Essa receita deixa a mulherada em polvorosa. Se vai ter irmã, cunhada e afins na jogada, pensa bem nas consequencias que pode causar! hehehe

Brincadeira...

Bom, a carne você deve salgar junto do tempero. Mas salga o bife como se fosse comer logo depois. Só pro bife, sacou?

O molho não precisa de sal, porque tem o caldo de costela, que é bem salgado...

Boa sorte

Espero as fotos!! hehe

Abs
Daniel

João disse...

Daniel
Com relação ao Chateaubriandt, se me der licença, eu recomendo para o purê, misturar nas batatas amassadas, 1 xícara de leite fervente com 1 colher de manteiga. Fica mais cremoso.
João

ig0rf disse...

Rapaz.. o molho ficou aguado DEMAIS... não engrossou.. isso pq eu nem botei o litro inteiro :( Vou comer, de qualquer forma colocarei as fotos daqui a pouco!

Só pra confirmar: no molho só vai a água, o caldo, o vinho e a manteiga?

Ficou marrom, mas não engrossou..

ig0rf disse...

http://img291.imageshack.us/i/carne1large.jpg/
http://img522.imageshack.us/i/carne2large.jpg/

(O palito era pra prender o bacon.. mas tirei depois, óbvio, haha..)

A carne ficou muito boa e o gosto do molho ficou do jeito esperado... o problema foi esse mesmo.. a consistência.. tanto que se eu pegasse uma colher e pusesse por cima, ele escorria todo.. manda umas dicas aí que aqui ainda tem filé e vinho, então eu tento novamente.. ir experimentando até ficar perfeito também é um prazer, hahahaha

Abraço!

Daniel Rodrigues disse...

João

Muito bem mandado. Já fiz o pure com leite e fica realmente maravilhoso.

Agora, se você quiser ser ignorante no último... mete uma colher de requeijão nele hehhe

Abs
Daniel

Daniel Rodrigues disse...

Ow, parceiro ig0rf

Tu esqueceste da parte da farinha... é ela que engrossa o molho, parceiro.

mas ficou bonito o teu esquema aí, hein!!! Caramba, curti..

Experimenta fazer com a farinha, vais sentir o sabor!

abs
Daniel

ig0rf disse...

Pô, que vacilo.. acho que reprovaria em português no colégio hoje em dia, se ainda estudasse isso.. haha

tinha entendido que a farinha era só pro purê! por isso pulei essa parte, hahaha

amanhã já faço de novo!

abração.. valeu aí!

Daniel Rodrigues disse...

Hahahahahahaha

Reprovava mesmo, cara! E reprovava duas vezes, porque não vai farinha no purê, não hehehehe

Mas não esquenta com isso, reprovar faz parte do jogo. Eu fui um pééééééssimo aluno. Só o colegial, levei 5 anos pra terminar hehehe

Abs
Daniel

ig0rf disse...

Ahhhhh muleque!

Português à parte, a farinha trouxe a luz que faltava à minha receita.. hahaha

E como ficou uma delícia, até coloquei quatro fotos da carne dessa vez!

Como era só pra eu comer aqui com meu pai, nem usei o champignon nem enfeitei com nada.. Um dia que eu vá fazer pra minha namorada, tomo mais cuidado com isso e faço um negócio bonitinho, hehe..

Saca aí, ficou delicioso!

http://img819.imageshack.us/i/carnedenovo.jpg/
http://img824.imageshack.us/i/carne2j.jpg/
http://img511.imageshack.us/i/carne1.jpg/
http://img39.imageshack.us/i/carnely.jpg/

Daniel Rodrigues disse...

Ahhhh mulequeeeeee

Agora sim, mano véio!! Olha a diferença que a farinha fez.. Em comida, assim o sabor, textura é tudo, parceiro.

Galera, BABEM nas fotos da carne que o ig0rf fez!

Parabéns, mandou bem compana

Obrigado pelas fotos. Posso usar uma delas pra ilustrar o post? Ponho os seus créditos lá..

Abs
Daniel

João disse...

Igor, seja bem vindo à turma das panelas e grelhas. Tens futuro!! rsrsrs

Daniel Rodrigues disse...

João

É isso aí, o lance é incentivar a camaradagem a se meter nas panelas. O cara mandou bem!!!

Abs
Daniel

ig0rf disse...

Claro que pode, se fizer jus à excelente receita =D

ig0rf disse...

Opa.. valeu, João! haha.. já tinha comentado aqui, mas acho que só uma ou duas vezes.. mas sempre que tô no trabalho(ops..), fico lendo tudo que vcs falam por aqui!

Daniel Rodrigues disse...

ig0rf, valeu! Vou ilustrar a receita com as suas fotos! Valeu

Sorte sua que pode acessar do trabalho. Lá no meu, boicotaram geral!

Abs
Daniel

João disse...

Daniel, desculpe-me pela pergunta mas o que teu blog tem a ver com o PETITCHEF?
Abs João

Daniel Rodrigues disse...

Fala João

Cara, a priori não tem nada com o petitchef. Mas na real, eu cadastrei o blog em alguns agregadores de conteúdo, e se não me engano, o petitchef é um agregador de agregadores de conteúdo...

Porque a pergunta? Tem algum problema lá?

Abs
Daniel

João disse...

Não entendi nada sobre essa história de agregador de conteúdo.
É que eu recebo diariamente e há muito tempo, o "Menu do dia do PetitChef" e hoje, lendo postagens antigas naquele blog, ví vários drops do "Deitando o Gato na Grelha" e fiquei curioso.
Abs, meu amigo!

Daniel Rodrigues disse...

João

Basicamente é assim: um determinado site se chama de "agregador de conteúdo", anuncia e ganha muitos visitantes. Mas os visitantes não tem o que ler, então eles convidam blogs a distribuirem seu conteúdo lá, ficando conhecidos e ganhando visitantes. Com esse negócio, o agregador tem visitantes, pode por propaganda a rodo, os visitantes lêem o conteúdo que é dos blogueiros que ganham visitantes também.

Um negócio meio esquisito, mas que deve dar certo, visto que tem uma pá desses agregadores aí..

No começo do blog eu quis usar esses lances, depois vi que não servia pra nada (o leitor lia o DGG lá no agregador e nem vinha pra cá) e desencanei. Acho que um dia vi uma receita minha junto com uma propaganda do mais você e chorei de vergonha hahahahaha

Abs
Daniel

Rafael Carvalho disse...

Justo o Mais Você Daniel????...Qualquer dia a AMB te convida prum café da manhã lá no programa...rsrsrsrs

Aproveitando, fiz um peixe recheado com legumes na brasa, esse fim de semana, que juro que lembrei de todos vcs...(Lembrei pois foram grandes motivadores para eu "me meter nas panelas" como o Daniel mesmo diz)
Grande abraço à todos
Rafael

Daniel Rodrigues disse...

E ae Rafael, beleza?

Vixe, se a dona ana me convidar pra alguma coisa, vai ser pra pagar uma indenização pelas merdas que eu falo dela hehehehe

Manda a receita do peixe ae parceiro!!

Abs
Daniel

Rafael Carvalho disse...

Bom dia Daniel!!!
Segue a receita do peixe:
Peguei uma tainha (1,5kg +ou-) com a cabeça, tirei a barrigada, a escama e a espinha, enquanto isso coloquei para cozinhar uns legumes (Mandioquinha,batata,couve-flor,brocolis,cenoura), eles já cozidos coloquei em um refratário e taquei neles manteiga,alcaparra, shoyu e uma merreca de sal...merreca mesmo!!Bom, esse foi o recheio do peixe, depois fiz um molho para temperar o peixe, que usei o seguinte: meio copo de suco de limão, azeite, shoyu, duas colheres de gengibre ralado e 2 dentes de alho picados, depois peguei um maço de manjericão e fiz um vassourinha e usei ela para temperar o peixe por dentro e por fora com nosso molho, logo depois enchi o bicho com o recheio de legumes, fechei e fiz uns cortes no bichão e coloquei as folhas de manjericão nos cortes, coloquei em uma grelha para peixe e deitei na brasa, 30 minutos de um lado e mais 15 do outro e pronto...não durou nem 10 minutos a galera caiu em cima...deu pra 6 pessoas comer um pedaçinho cada...vacilei pois fiz só um...grande abraço pessoal!!!

Daniel Rodrigues disse...

Falae Rafael, beleza?

caramba, nunca tinha visto peixe recheado com recheio de legumes!! Deve fica mesmo gostoso, curti!

Vou experimentar sim, com certeza. Uma bela receita!

Abs
Daniel

Danilo disse...

ae daniel belza?
em alguns posts atras, vc me indicou um boteco q tem uma maionese espetacular, fica na rua onde caiu o avião. Qual o nome do lugar mesmo? to pensando em ir lá hj. abraços

Daniel Rodrigues disse...

Fala Danilo, beleza?

Não sei o nome, mas é assim. Entra na ria Otávio tarquinio de souza, que é a rua da antiga Tam, onde caiu o avião.

Na sequencia, vc vai achar uma rotatoria. Na direita da rotatória, tem uma padoca. O boteco é colado na padoca, pra baixo. Vai na fé, vc acha fácil

Abs
Daniel

Betoluncio disse...

Fala Dani
Controvérsa sua explanação.
tenho dúvidas quanto a relação da receita com a palavra "investimento"
Pois pelos preceitos econômicos da palavra, algo que se investe deve lhe trazer retorno maior do que o investido, correto?
Pois bem, me fala quando um casamento tem retorno finaceiro ??????????? rsrsrsrsrsr
Caso seus leitores não saibam, sou casado com uma mulher maravilhosa ( já fiz até Caudas de Lagostas com Manteiga e ervas em um aniversário de namoro ) o qual sou explicítamente apaixonado, porém o "couro de rato" nunca entra na minha conta, só sai.
Quanto a receita................Ela é realmente maravilhosa, tentarei fazer seguindo seus passos.
Aconselho apenas, no caso de tomarem a outra metade da garrafa de vinho, não pronunciarem a palavra CHATEAUBRIAND na frente da moça.
O molho pode perder o ponto com tanta baba que sairá da sua boca.
PS; incluir esta palavra como uma das 10 palavras impronunciáveis quando se bebe


Abs meu amigo

Adriano Martins disse...

To chorando de rir agora imaginando a cena do Betoluncio tentando falar a palavra impronunciável....kkkkkk

Daniel Rodrigues disse...

Booooa, Betão!!

Se beber, chame o prato de filé ao molho madeira que funciona do mesmo jeito hahahahaha

Betão, é um prazer inoxidável ter você por aqui kkkk

Abs
Dani

Ayrton Torres disse...

UP.

Tudo bem por aí Daniel?

Daniel Rodrigues disse...

Falae Ayrton

Tudo bem sim. Minha rotina mudou muito, meus horários também, e ainda não consegui achar uma maneira de postar aqui frequentemente. Mas tá tudo certo.

Estou fazendo, nesse exato momento, uma feijoada DAQUELAS. hehehe

Só ela vai dar uns 3 posts

Abs
Daniel

diogocampos.mes disse...

TA FALTANDO UMA RECEITA DE CHURRACA AÍ HEIN BRÓDI!
Não dá pra chamar a galera pra comer chateubriand todo fds não, hehehe!
abs

Daniel Rodrigues disse...

E ae Diogo, beleza?

Caraca, nunca tomei um ralo assim tão forte!! heheheheh

Não esquenta, não. Tem receita de churraca pingando aqui no blog daqui a pouco.

Abs
Daniel

Adriano Martins disse...

rapais...
demorou mas fiz hoje...
aprovado pela familia inteira...
mas uma coisa é certa..
tem que montar no prato prá ficar bonito...
se deixar o povo servir-se, fica uma saroba...kkkk

Daniel Rodrigues disse...

Falae Adriano, beleza?

Pode crer, esse lance fica gostoso pra caramba, mas se não montar bonitinho... vira lambança..

principalmente porque o molho é muito bom de comer com purê, só ele e o pure, aí vira uma pasta marrom no prato kkk

Abs
Daniel

Rinaldo disse...

Olá Daniel, palmeirense dos bão, você saberia me dizer que corte é: quando vou pro litoral vou no mercadinho da esquina, que tem um argentino açougueiro, e ele tem um corte de carne muito, mas muito bom mesmo, delicioso, estou até babando aqui agora, que é um corte de mais ou menos um dedo de largura, arredondado e tem um osso no meio, até parece o ossobuco mas não é, é maior, o povo fala que é contrafilé com osso. Uma delícia, suculento, macio e vai na chapa e na grelha e tempero só o sal grosso... o que pode ser?

Rinaldo

Daniel Rodrigues disse...

Fala Rinaldo, tudo beleza?

Pela descrição, podem ser dois tipos de corte, que na verdade, são muito parecidos.

A primeira opção é a chuleta. A chuleta é, na real, a bisteca do boi.Sabe a bistecona que a gente come com feijoada? então, o boi tb tem. E é uma DELICIA. Carne baratinha, saborosa... Precisa saber fazer, mas é boa.

Outra opção é o T-Bone, um corte que não é muito comum aqui nas nossas terras.. O T-Bone é aquele bife do Tom e jerry, sabe? Nunca experimentei, mas pela cara do pica-pau, deve ser fabuloso kkkk

Abs
Daniel

Postar um comentário

Torrou a picanha? Fez a receita e não deu certo? Dúvidas, sugestões, vai encarar? Escreve aí o que quer, mas não coloca propaganda que isso aqui não é a casa da sogra.

Blog Widget by LinkWithin