Follow me on Twitter RSS FEED

Promoção de Lançamento da loja Gato na Grelha - Resultado parcial

Nas categorias
Queridos leitores,

Eu, aqui deste lado da tela creio que, assim como a mim, a cerveja, que nada mais é do que a felicidade enlatada, exerce seus talentos sobre a sua alma tal e qual exerce sobre a minha.

De maneira que julgo que entenderia se eu lhes dissesse que tal iguaria realiza todas as suas competências sobre o cérebro deste que lhes escreve.

Assim sendo, cá estou, moribundo, para comunicar que, etilicamente, realizei o sorteio utilizando o random.org e voilá: temos um vencedor!! E ainda digo mais: temos uma vencedora!!

O nomc da moça é ELISA CERQUEIRA, e o goró que ganhou chama CaipiBloody, que é uma espécie de Bloody Mary com alguns toques meio cachacísticos.

Parabéns, moça!! Sua receita foi muito criativa!

Prometo me alongar acerca da iguaria, mas devido ao grau etílico aplicado à hipermetropia deste que lhes escreve, é seguro parar por aqui.

Agradeço também aos demais participantes, tivemos várias receitas interessantes por lá.. 

Aguardem por novidades. Elisa, vou entrar em contato com você para planejarmos o seu prêmio!!

Atenciosamente
Velho, o Barreiro


Promoção de lançamento da Loja Gato na Grelha

Nas categorias
Martin Luther King teve um sonho.

Sonhou com um novo país, onde as pessoas seriam iguais e o negro filho de escravos jogaria playstation com o filho do fazendeiro. Mas teve um pessoal meio sangue ruim que não queria dividir o joystick e ele se deu muito mal. O raul seixas teve um sonho de sonhador. Maluco que era, sonhou com o dia em que a terra havia parado. Mas era tão maluco, tão maluco... que morreu de maluquice. Shakespiere teve um sonho aí numa tal noite de verão, mas eu admito que não me lembro o que ele sonhou. Só sei que era verão, tava quente e devia ter muito pernilongo. Até a susan boyle dreamed a dream e deixou todo mundo de queixo caído. Enfim.

A embalagem de biscoito me contou que são os sonhos que fazem a gente se transformar em coisa grande e que eu deveria acreditar nos meus. Aí eu me lembrei que meus sonhos são sempre a maior doideira, e se esses aí me transformarem em alguma coisa, não pode ser coisa boa, não. Mas, como já exposto em artigos anteriores, até o mais sonhador dos leitores sabe que eu sou um teimoso, e teimando comigo mesmo, decidi que sim, eu também posso sonhar. Embora isso me lembre que o nosso velho amigo Toca Raul, no auge da sua maluquez, controlando demais a sua lucidez, pensou, executou e gravou uma vergonhosa versão de Lucy in the sky with diamonds chamada "Você ainda pode sonhar".

Pois é, ouvi muito raul quando era moleque. Talvez isso explique alguma coisa. Ou não.

Bom, retomando a revoada, estava eu balburdiando coisas sobre sonhos e outras mazelas dessa natureza do nosso subconsciente. Coisas sobre teimar comigo mesmo, e correr atrás dos meus sonhos.

Ultimamente, dois sonhos - não daqueles que a gente tem dormindo, mas aqueles que a gente tem acordados mesmo - estavam me martelando o cérebo, o bulbo e o cerebelo. Um deles era o tão sonhado período de férias, a que eu, nos meus 15 anos de carreira, nunca havia sido acometido ao prazer. O outro era o sonho de montar a minha própria loja virtual, pois sou profissional de e-commerce há muitos anos, e se eu já ajudei a vender pneu de carro, bolsa feminina, suplemento alimentar e blusa de três mil reais pela internet, por que motivo eu não poderia ajudar um pobre churrasqueiro a realizar o seu sonho? E por que motivo eu não poderia fazer isso, se o tal churrasqueiro seria, no caso, eu mesmo?

Eu acredito PIAMENTE que o papai do céu, lá em cima, sempre dá uma forcinha extra para aqueles que têm a coragem de chutar algumas bundas. Assim procedi, e com o carinho que Deus me deu, chutei os devidos glúteos e me lancei novamente à maldição do empreendedorismo.

Assim como nosso amigo raul, preferi ser aquela metamorfose ambulante e larguei o meu atual emprego. Tal e qual shakespiere, submergi uns dias sob os pernilongos da praia grande realizando a primeira parte desta empreitada: o sonho das férias. E quando retornei com sinais de anemia e alguns litros de sangue a menos nas veias, montei a minha loja com o objetivo de deixar todo mundo de queixo caído, como fez a susan boyle. Assim nasceu a Loja do Gato na Grelha.

Só espero não quebrar a cara, pobre do martin luther king.

Pra evitar que isso aconteça, vamos começar os trabalhos com a nossa primeira ação de marketchim. E aqui no nosso aniversário, quem ganha o presente é você, o gerente ficou maluco e as concorrência pira!! Vai vendo.

Nossa loja está começando com uma linha modesta de produtos, mas nós vamos crescer, conquistar o mundo e 24 territórios à sua escolha. E nessa linha modesta, pobre e limpinha de produtos, está a CANECA COM RECEITA DE CAIPIRINHA. É uma caneca, toda bacaninha, feita pelas nossas próprias mãos, com uma receita saborosa de caipora pra você ficar babando enquanto espera o final do horário comercial.

A caneca é essa aqui:

 quer saber mais sobre essa belezinha? clica aqui!

E a nossa promoção de lançamento é bem maneira. Você tem que fazer uma visitinha na fanpage do Gato na Grelha lá no Facebook (www.facebook.com/gatonagrelha), e postar a receita da sua própria batida. Nem precisa ser caipirinha, não. Solta essa imaginação e pensa no raul, caro leitor! Afinal, você ainda pode sonhar!

Ao final, vamos fazer um sorteio com toda aquela honestidade e parcimônica que você só encontra aqui, e o prêmio vai ser muito maneiro.

Eu vou produzir, pessoalmente, uma caneca com a sua receita, assinada com o seu nome, e te mandar pelo correio o presente que você sempre sonhou. E depois que você receber o seu presente, ela ficará à venda na loja, levando o seu brilhante e lustroso nome para além das fronteiras do seu RG.

Quer participar? Vai lá e deixa aquela receita de goró matadora que só você conhece, parceiro!

O sorteio vai ser no dia 20 de setembro (deste ano, claro). Participa ae, parceiro!



Blog Widget by LinkWithin