Follow me on Twitter RSS FEED

Fraldinha na mostarda

Nas categorias
Mais rápido que um avião, mais lépido do que um coelho e chegando anos-luz à frente do alemão (chupa rubinho), eis que rapidamente pinta na sua tela o post-relâmpago. Este aqui, no caso.

Funciona assim:

1- Você dá um jeito de se encher de trabalho e fica sem tempo pra nada. Se você não conseguir, ligaê que eu te passo uma atividade.
2 - Aí, sem tempo pra nada, você não consegue atualizar o blog, porque adquiriu a irritante e sorrateira mania de enrolar e escrever parágrafos e mais parágrafos pra explicar receitas que poderiam ser escritas em 4 ou 5 linhas.
3 - Mas aí a clientela reclama tal e qual fez o Adriano Martins via twitter, e antes que o procon venha com a mão pesada da justiça no seu encalço e cole cartazes com a sua cara pelos postes, é bom achar um tempinho no meio da labuta pra escrever aqui a receita que já havia - falsamente - anunciado: a fraldinha na mostarda.

Isso significa, caros leitores, que isso aqui está sendo escrito na sangria desatada, no meio da pirambeira, pulando num pé só, assobiando e sem essa de chupar cana que o sistema aqui é bruto. Em outras palavras, vai como ficar que eu não vou rever nem erro de digitação. Se alguém quiser fazer isso por mim, a senha do blog é mienganamalandro1987. Bora lá que eu to descendo na banguela.

- Binô isso aqui tá me cheirando a cilada.

A fraldinha todo mundo já conhece, né? É uma carninha maneira que tem dentro do boi, e a gente curte muito esse negócio por aqui. Eu curto. Tu curte? Então fechou! Bora pra próxima.

Bom, trabalhar em casa tem um bilhão de desvantagens, mas se tem uma vantagem é a de você poder almoçar comida de casa. Aí tu vai lá e bota na conta: um bilhão de desvantagens contra UMA vantagem, é bom você fazer uma comida decente nessa sua cozinha. E foi assim que eu fiz a fraldinha na mostarda.

Bom, tenha em mãos uma peça de fraldinha que, salvo uma grande sacanagem do seu açougueiro, tem lá 1 quilinho. Um bom peso, dá um rango agradável. E o seu objetivo com essa fralda é conquistar a oceania e a américa do sul, e mais 234 territórios à sua escolha fazer um molho bacana com  mostarda, chafurdar na fraldinha e mandar pro fogo.

O molho é bem simples. Num pote que caberia o molho e mais a fralda (claro, depois de pronto, você joga a fralda lá dentro pra mexer), jogue uma boa tacada de mostarda (preta, de preferência). Uma boa tacada é aquela em que você abre a tampinha do tubo de mostarda, vira de cabeça pra baixo e aperta com prazer. Uma boa tacada é coisa de malaco. Uma boa tacada é coisa do tiger woods. Tiger woods é um cara malaco, embora tenha dado umas tacadas pra fora ultimamente. Dane-se o tiger woods, voltemos à fraldinha.

Bom, agora você dá uma boa golada de azeite pra misturar com a mostarda. Não assim, no sentido de abrir o azeite e meter a boca. Mas no sentido de abrir o azeite e virar um belo gole dentro do pote. Bem assim.

Hora do alho. Assim disse o relógio. Diante dos fatos, picote uns 3 dentes de alho e sapeque no meio do molho. Agora temos mostarda, azeite e alho num pote. show.

Põe sal. maneira no sal, olha essa pressão.

Aqui em casa pode-se dizer que nós praticamos o reflorestamento. Sim, temos vários temperos plantados, e quando acaba, replantamos tudo. Muito melhor do que aquela indústria que torra todos os recursos naturais do planeta pra fazer um pegador de bolo, depois planta 3 pés de palmito e faz propaganda no fantástico.

Isso tudo era pra dizer que você pode dar um pulinho na horta mais próxima e voltar com algumas folhas de manjericão pra jogar no seu molho. Se não há uma horta na sua casa, nem pense em pular a cerca pra conferir como a grama do vizinho é mais verde. Isso sempre termina mal, abra a gaveta dos temperos que você VAI encontrar manjericão desidratado. Se não achar o manjericão, use um pouco de orégano que funciona.

Bom, já que a gaveta tá aberta, encontre a pimenta do reino e jogue um pouco no tal molho.

Picote meio maço de salsinha e manda brasa lá pra dentro.

Agora é só misturar e jogar a carne dentro. Deixe a fralda lá uns minutinhos, ajuda a ir pegando o gosto.

Essa fralda pode ir pra churraca, ou até pro forno. Como eu fiz de almoço, não ia dar tempo de ligar a churraca e preparar tudo, então fiz no forno mesmo. Além disso, eu não consigo ficar perto da churrasqueira sem tomar cerveja, e se eu tomar uma birita na hora do almoço, acaba-se a tarde de trabalho, o que anda fora de cogitação.

Pra finalizar, você deve embrulhar a fraldeta no papel alumínio e jogar pra junto dela todo o caldo do tempero. Fecha direitinho, pra evitar que os líquidos evaporem. Assim ela fica mais macia ainda.

Fralda embrulhada (putz, isso me lembrou a tenra infância dos meus filhos e tirou o meu apetite), fogo aceso e aquela alegria na alma, chega a hora de botar a natureza pra fazer a parte dela: meta a fralda na churraca (ou no forno, você entendeu) tomando o cuidado de não deixar as labaredas queimarem a sua bunda (a da fralda, nem a sua e nem a minha, ok?) e nem ficar longe do calor.

Quando eu fiz aqui, deixei a fralda por uma hora no forno. Mas acho que poderia ter ficado mais. Se você fechou direitinho, pode deixar umas duas horas lá que ela não seca.

Depois de passado esse tempo, você já bebeu toda a cerveja que tinha na sua frente, e encontra-se bêbado e com fome, acertei? Não? Acertei sim, eu conheço os leitores pé de cana desse blog.

- pé de pano, meu nome é pé de pano.
- mas não era pé de cana?

Hora de abrir a fralda pra ver o que tem dentro. Se tem filhos pequenos, sabe o terror que essa frase pode significar. Mas pode confiar, o que você vai encontrar é bastante diferente, vai por mim.

A fralda deve estar bem cozida, cheirosa e macia. Mas branquela. Pra ela pegar uma corzinha, uma torradinha nas bordas e um cheirinho de fumaça, deita ela na grelha perto do fogo, vira todo o liquido do papel alumínio nela e deixa uns 10 minutos, vira e deixa mais 10 minutos.

Passado este tempo, corta e come. Simples assim.

O preço é preço de fralda: você compra um pedaço bacana com uns 12 reais.
Rende um kilo de carne, uai.

Post escrito no peito e na raça, ou na falta dela. Desculpem possíveis - e prováveis - erros de digitação.

Pronto, Adriano. Posso voltar pro trabalho agora? O cliente já mandou mais 5 e-mails só no tempo de escrever este post :-)


19 comentários:

Cinemusique disse...

Dani, hoje aqui tá sendo o dia da mostarda também.
Acabei de comer jambon defumé à l'erable (maple) com mostarda Dijon. Hum... delícia que só, aprendi aqui, é super québecois, toda boa família tem um super jambon (presunto!!) em casa, até as vegetarianas!!
bjs
gabi

Cinemusique disse...

Dani, vc conhece o programa Larica Total do Canal Brasil?
Essa descrição do seu post tá com mó cara de larica total...
:P

Daniel Rodrigues disse...

Gabi, querida...

Não estou no Canadá como vocês... e não entendo bulhufas do seu lindo francês..

Garota: DEMOROU pra mandarem a receita pra ca!!

Conheci o Larica sim, acho sensacional.. me identifico pacas, já li vários posts meus que cabem super bem no programa e vice-versa. com a diferença que eles tem a manha de TV, e nisso eu sou ridiculo.. heheeh

Beijoca pra vc e pro Vardiiiii

Dani

Abel Teixeira disse...

Valeu Daniel,

Muito boa essa dica da fraldinha e pelo jeito é prático. Já salvei aqui na pasta PRÓXIMO DESAFIO NA COZINHA.

Agora vou navegar aqui pelo "deitadonagrelha" pra ver se encontro uma receita legal de peixe cozido, já é pra sábado(27/03).

Vamo q vamo.

Daniel Rodrigues disse...

Grande Abelão

Navega que tu acha, aqui tem tainha, corvina e salmão.

Valeu compana!!

Abs
Daniel Rodrigues

Adriano Martins disse...

rapais.....
cabei que nao achei fraldinha...mas nao desisti e fiz com maminha..
ficou ducaraio....
depois te mostro as fotos..
abraço

Anônimo disse...

cara, blz. Eu tava lendo o post da fraldinha na mostarda e quando eu tava navegando um link me levou para o post `` teoria da conspiração´´ o qual vc consegiu comprar fraldinha no PDA por R$ 1,80 e vendeu a alma para o seu Abilio. A surpresa veio nos comentários quando um cara falou dessa fraldinha na mostarda.Carlitos é o nome do cara. Vc segurou essa receita por um ano...sacanagem em meu... o negócio fica bão pacas e vc fica miguelando ...aí não, né meu?
Parabéns pelo blog, virou referência aqui em casa, continue assim. Ps: têm gente que lê tudo mesmo e depois fica reclamando rsrsrsrs. Guy Camargo

Daniel Rodrigues disse...

Fala Adriano

Você me lembrou de uma coisa que eu devia ter escrito, mas esqueci: não precisa usar, necessariamente, a fraldinha. Mama e outras carnes tb devem ficar legais

Me manda as fotos ae compana!!

Abs
Daniel Rodrigues

Daniel Rodrigues disse...

Fala Camargo

Verdade, eu sabia que alguém tinha me falado da receita, mas não lembrava de onde tinha vindo. Muito obrigado, agora vou fazer uma obs no post dando os créditos pro cara.

Ah, eu não "segurei" a receita não.. hehehehe.. eu não tinha feito mesmo, lembrei dela, fiz e escrevi.

A sacanagem mesmo eu fiz com o adriano. Porque eu postei que tava fazendo a fralda no twitter e só publiquei a receita uma semana depois, quando ele reclamou heheheh

E obrigado pelas palavras, fico muito satisfeito de saber que as coisas que eu escrevo aqui estão agradando. Valeu mesmo!

Abração
Daniel Rodrigues

Marina Vidal disse...

Adorei... como sempre...
Viu Daniel, aquela tua receita de arroz com leite de coco, aqui em casaa gente faz ela um pouco diferente e acho que é mais incrementada que a tua, se quiseres te passo o modo facendis dela.
Beijos.

Daniel Rodrigues disse...

Oi Marina, tudo bem?

Olha, bacana... claro que eu quero, faz tempo que não publico anda na seção "receitas dos leitores". Manda aí que eu capricho!

Temos feito, aqui em casa, uma receita de arroz com curry, que eu aprendi com uma garota vegetariana durante um churrasco (???), completamente bebado durante o carnaval. Depois posto aqui a receita, fica muito show.

Manda a receita sim. Se quiser, manda direto pro meu email danielwalterrodrigues@gmail.com

Valeu!
Daniel Rodrigues

Adriano Martins disse...

outra coisa...
no tuíte, vc falou que usou mostarda preta..ou eu to fora do giro???
pq na verdade, nem li o post direito...foi só prá ter certeza duns detalhes...e mandei ver um tubo da negrona....nérassimnão, mérmão?

Daniel Rodrigues disse...

Adriano

Bem lembrado, mostarda preta, esqueci de especificar no post. Apesar que a receita vem bem com a mostarda comum também.

Vou atualizar lá

Abs
Daniel Rodrigues

Anacleto disse...

Nossa tava sem internet em casa então não tive como consultar o site....vixxi esqueci do salsinha, então ficou nota 9,9 aprovado até pelos que arrumam defeitos nas dançarinas do Caldeirão do Huck , ficou muito boa....; ahh esqueci do azeite também, nota 9,5 então...

Daniel Rodrigues disse...

Fala Anacleto, beleza?

Ah, quando as dançarinas do hulk aparecem, a gente esquece da salsinha, do azeite, do nome dos filhos, até do nosso próprio nome :-)

Caramba, ficou bom sem azeite? Não ficou seca, não?

Abs
Daniel Rodrigues

Anacleto disse...

Seca? ficou não Daniel, ficou boa, eu embrulhei ela muito bem e deixei na grelha por mais de uma hora, ou duas sei lá (eu tava vendo o Caldeirão do Huck) e acho que isso preservou o suco da bichinha e depois de tirada do embrulho deixei na grelha por pouco tempo, coisa de 10 minutos; mas vou fazer denovo logo logo, agora com o azeite.
Valeu..

Daniel Rodrigues disse...

Po, que legal, Anacleto.

Esqueceu o azeite mas fez com cuidado, assim tá certíssimo :-)

Experimenta com o azeite, você vai ver como ajuda o tempero a penetrar (ui) melhor na carne.

Abração
Daniel Rodrigues

Rafael C. Rodrigues disse...

"Picote meio maço de salsinha e manda brasa lá pra dentro..." não entendi, é pra colocar brasa junto? Hehe..brincadeira vei...

Cara, sabes fazer maminha(ou outra carne) no espeto com mostarda? Ou o molho é o mesmo? Comi em uma churrascaria e gostei pakas...

Abç..Rafael Rodrigues

Daniel Rodrigues disse...

Fala Rafael, beleza?

cara, brasa dentro da fralda sempre acaba com criança chorando... economize no hipoglós e não faça isso hehehehehehehe

Eu acho que se você fizer esse mesmo molho e passar numa maminha, vai ficar gostoso pra caramba.. Pode até deixar a mama marinando umas horinhas nela.. Faz uns furos na peça com a faca, e deixa ela no molho, certeza que fica gostosa..

Se experimentar, me conta aqui, beleza? :-)

Abs
Daniel

Postar um comentário

Torrou a picanha? Fez a receita e não deu certo? Dúvidas, sugestões, vai encarar? Escreve aí o que quer, mas não coloca propaganda que isso aqui não é a casa da sogra.

Blog Widget by LinkWithin