Follow me on Twitter RSS FEED

Como fazer o seu próprio catchup

Nas categorias
Ultimamente, eu vinha sendo incomodado por uma equação. Na verdade, desde a quinta série, equações me incomodam, mas não é destas, exatamente que estou falando agora. Estou falando daquela equação que acontece na vida real, quando um grupo de fatores acaba influenciando, de alguma maneira, na sua vida. E você percebe que a influência vem do conjunto desses fatores, e não de um isolado.

Pois é, quem vem tirando o meu sono nos últimos tempos é a razão que existe entre a quantidade absurda de catchup que meus filhos consomem, o preço impagável do único catchup bom do mercado e o abismo de qualidade que há entre esta marca e as outras, mais baratas.

Imagina a situação: Se eu corto o catchup das crianças, terei filhos tristes, e isso não é legal. Se eu compro o melhor catchup, gasto muito dinheiro e aí triste fico eu, isso também não é legal. Se eu compro o catchup mais barato, meu x-salada fica menos gostoso, e aí fica todo mundo triste, e eu não quero deixar pessoas tristes.

Sacou a equação? Chama o Aristóteles e pergunta pra ele se tem matemática que resolva isso. Nem precisa, eu já chamei e ele disse que conta assim não dá pra resolver nem usando método kumon, ábaco ou calculadora científica.

Se já não fosse o bastante a gente ter que se preocupar com qual estádio vai sediar a abertura da copa de 2014, com a minha operadora de celular que agora me dá minutos em dobro quando eu preferia a conta pela metade, e com a cor da lata da nossa cerveja que é branca e a televisão fica me dizendo que deveria ser vermelha (??), agora me vem esse dilema do catchup querendo atrasar o meu lado.

Eu não podia deixar uma situação como essa ficar me atormentando, e decidi cortar o mal pela raiz: decidi que era hora de mandar o imperialismo ianque procurar a sua turma e preparar o meu próprio catchup. Assim procedi, mandei os ianques go home e chora, tio heinz, a coisa aqui vai ficar feia pro teu lado.

Seguinte, você vai precisar de tomates, uns 5. Se quiser facilitar um pouco o processo, pode comprar uma tal "massa de tomate" no mercado. Um pimentão vermelho pequeno. Um dente de alho.

Aí joga os tomates, metade do pimentão e o dente de alho, todo mundo picadinho numa panela com umas 3 xicaras de água, bota no fogo e tampa a panela. De vez em quando, dá uma abrida ali e dá aquela mexida básica, e completa com água, se necessário. Tem que deixar cozinhar mesmo, a idéia é que tomates e pimetão derretam. Não tenha dó, deixa virar uma pasta mesmo.

fiz a rapa nos tomates da geladeira, tem todo tipo deles aí.
Ei, tira o olho da sujeira no fogão!

Quando cansar de esperar, ou quando achar que tá legal, você tem que passar a coisa toda na peneira. Uma peneira grossa mesmo. Aproveita que esta provavelmente vai ser a única oportunidade que terá de liberar aquele garimpeiro que existe dentro de você. Sinta-se na Serra Pelada e manda todo mundo pra peneira. Recomendo veementemente que não confunda a serra pelada com o Serra pelado, isso aí deve ser uma visão do capeta, capaz de azedar qualquer tomate.

Ok, esqueçamos o político desnudo e passemos aquilo tudo na peneira, com a ajuda de uma colher. Esfrega a parada, o que vai sobrar na peneira é só casca de tomate e pimentão, uns tecos feiosos, enfim. Ah, não é isso que vai na receita, você precisa mesmo é da outra parte, aquela que PASSOU pela peneira, ok? Então não esquece de colocar uma panela embaixo antes de começar a peneirar. Dali, vai sobrar aquele molho forte de tomate, certo? O que sobra na peneira é casca e semente, taca no lixo sem dó.

Tamos quase la'

Aí você pega uma outra panela e põe pra ferver uma xícara de vinagre branco, uma folha de louro, um pedacinho de pau de canela, uns dois cravos e... um pedação de rapadura. Pode ser açucar mascavo, mas como tinha rapadura sabe-Deus-por-que na minha geladeira, tirei um pedaço dela e mandei pra panela.

A idéia é deixar ferver (sempre mexendo) até a rapadura se desfazer.

Agora manda o molhão do tomate lá pra dentro. A coisa já vai começar a cheirar bem.

Deixa ferver um pouco pra dar aquela reduzida. O legal é o catchup ser consistente.

Dá uma colherada, seu instinto animal vai te dizer o que falta. Vai adicionando um pouco mais de sal, ou um pouco mais de vinagre, ou açucar.. você acaba achando o ponto.

Um detalhe: catchup quente engana, por conta da canela quente. Se possível, deixe uma colherzinha fora da panela, coloca na geladeira, dá um jeito de esfriar quando for experimentar. Aí é só corrigir as coisas e manda brasa.

Quando eu fiz, eu coloquei num potinho fechado e mandei pro freezer, pra ele esfriar antes de usar.

Vai na fé, parceiro, é facinho de fazer e numa boa.... anota aí: deixa o heinz no CHINELO. Por um detalhe bem simples: Os ingredientes são frescos (ui!), e coisa fresca é sempre melhor, né?

sente a consistência do bichano. pura matemática!

A dica é fazer pouco (coisa de 3 ou 4 tomates), e consumir no dia seguinte, ou assim que esfriar. Como você não está usando nenhum produto químico pra conservar, ele estraga em três ou quatro dias, mesmo na geladeira.


28 comentários:

Ayrton Torres disse...

Valeu Daniel.

PRIMEIRÃO!!!!!

Estou quase que de hora em hora consultando seu blog para pegar essa receita do gato devasso...rs

Depois que fizer, informo o resultado, pois não vou dizer a ninguém, realizando um teste cego com amigos e família.

Abração

Ayrton Torres disse...

Ah...a segunda foto não está abrindo.

Daniel Rodrigues disse...

Ayrton

Vixe, acabei de comer um hotdog com o catchup que fiz ontem, que gerou essa foto aí.. Caraca, ficou bom demais!! hehehe

Vou pegar o que sobrou dele e fazer um strogonoff amanhã. Duas receitas! hehehehe

Valeu pelo toque com a foto. Já arrumei

Abs
Daniel

Ayrton Torres disse...

Aí que fome.

Tô indo agora no mercado procurar os tomates. Felizmente tem um ao lado da minha casa que só fecha as 22:00.

Não tem como você passar (mesmo que chutado) algumas quantidades, tipo da rapadura?

Sempre tenho rapadura (e chimarrão, carne de sol, chimichurri...). Um avô do Rio Grande do Sul e o ouro do Rio Grande do Norte criaram esse neto precavido da região sudeste...rs

Abração Daniel.

Daniel Rodrigues disse...

Ayrton

Cara, acho que deu umas 2 colheres cheias. É que eu vou assim mesmo, colocando de pouquinho, experimentando e corrigindo.

Depois conta como ficou, fiquei na expectativa agora :-)

Abs
Daniel

Dadivosa disse...

Oi, Daniel
Outro dia testei a receita de catchup da Carla Pernambuco e o negócio rendeu liiitros. Gostei das suas dicas e quantidades, da próxima vez vou tentar a sua receita.
Fazia tempo que não passava por aqui, o blog tá cada vez melhor!
;***

Daniel Rodrigues disse...

Dadivosa

Muito me honra a sua visita, quem dirá então o teu comentário.

Agora, dizer que as minhas dicas em relação à quantidades é uma brincadeira, não é? Eu não meço nada, vai tudo na base do chute mesmo :-)

Pra você ter uma idéia do rendimento, aqueles tomates da foto da panela, e mais um pacote de polpa de tomate deram dois potinhos como este da foto.

Um deles eu congelei. Outro, foi usado na janta de hoje (hotdog), e o que sobrou amanhã vira estrogonofe.

Obrigado pela sua visita, vou adorar se você fizer a minha receita, depois me diz o que achou :[)

Obrigado
Daniel Rodrigues

Ricardo disse...

E ae Daniel!!

Tudo bom?

Cara, muito legal essa receita hein?!??!

Aliás aqui só tem pérolas né rs rs rs rs


Um sugestão:

Como você não tem medida de nada nesta receita, sugiro que a batize de catCHUTE rs rs rs

Putz trocadilho tosco!!!!

Um abraço e um copo cheio!!!

Daniel Rodrigues disse...

Falae Ricardo, beleza?

Hahaha, gostei do nome. Não tem medida certa, cat-chute. haha, curti

Semana que vem tem promoção aqui no blog, acho que vou incentivar essa criatividade pulsante dos leitores do blog.. O que você acha?

Abs
Daniel

Ricardo disse...

Opaaaaaaaaaaa demorou!!!

Só tem um problema: se sem incentivo algum, a imaginação já voa longe... fio, o céu é o limite!!! kkkkkkkkkkkkkk

Mais uma coisa: coloque a promoção depois da meia-noite, assim tenho a chance de ser o primeiro a dar pitaco!!!! hehehehe

Daniel Rodrigues disse...

Ricardo

Pode deixar, mas fica tranquilo. Ainda não defini as regras da promoção, mas vai ser uma coisa bem diferente, não vai ser tão rapidinha assim como a última.

Vai ser legal, esta semana eu consigo definir os termos, e semana que vem ponho a brincadeira na rua :-)

Abs
Daniel

diogocampos.mes disse...

Brutal demais o catchup bicho!

Cinemusique disse...

Fala primo!
Parece ótima a receita!! mas só de ter rapadura já me dá uma preguiça... não tem rapadura aqui! Acho que vou deixar pra comer quando a gente for aí!!
Ah, e o Heinz é canadense, aqui na embalagem tá escrito "Heinz Company of Canada LTD"... o vidro de um litro a gente paga uns 5 $...
Quanto é aí? Aqui nunca vi outra marca, só essa, tem em tudo quanto é fast food, inclusive no MacDonalds é só Heinz... que nem água.

beijos!

Daniel Rodrigues disse...

Fala Diogo

É brutal sim, coisa de macho. Testosterona pura! hehehe

Abração
Daniel

Daniel Rodrigues disse...

Gabi

Se não tem rapadura, pode usar açúcar mesmo, sem problema. É que a rapadura deixa aquele docinho de sabor de cana, que é bom demais..

Aqui, um vidrinho de 300ml custa uns R$7,00. Vou confirmar no mercado, mas comparando com os outros, custa o dobro ou mais.

Quando vier, eu faço uma lanchonete completa pra vocês: hamburger, catchup e maionese.

Beijo grande
Daniel

João disse...

boa! menha menina é alérgica a catchup industrializado e esse é natureba....

valeu!

Daniel Rodrigues disse...

Olha só, o João e o Fogão por aqui!!

Poxa, que mal esse lance de alergia, hein!! Ainda bem que dá pra fazer natureba, mas a mancada é que vence rapidinho..

Eu fiz pouco, e congelei em pequenos potinhos. Esse da foto é bem pequeno, o suficiente pra uns 6 ou 7 x-saladas. Percebi que pode dar a impressão que o pote é grande, mas não é: a colher é de sobremesa!

bacana, prepara o catchup e depois conta o que você achou!

Pra quem não sabe, o João tem um blog, joaoeofogao.blogspot.com, com receitas bem legais. Principalmente receitas de pães e massas, o que não é meu forte. Vale a visita!!

Abs
Daniel

Marina Vidal disse...

Daniel que maravilha, tô salivando aqui... A tríade já está quase completa hein? Já ensinaste a fazer maionese, ketchup, só falta a mostarda. Se eu pudesse opinar, que vc ensinasse a mostarda de Dijon, meu paladar é um pouco enjoado hehehehehe.
Grande abraço!

Daniel Rodrigues disse...

Marina, tudo bem?

Po, boa idéia, vou procurar saber como que se faz... Realmente, mostarda é uma delícia!!

Valeu!

Abs
Daniel

Igor Freire disse...

Pô, tentei fazer aqui mas ficou MUITO doce, acho que exagerei na rapadura, hahahaha...
o cheiro até tava bom.. mas como não tinha lido os comentários, ao invés de ir 'testando', pus logo um 'pedação' e ficou demais, mas tentarei novamente!

Daniel Rodrigues disse...

Igor

Pra ele ter ficado doce, você pode ter pegado um pouco na rapadura (kkk). Mas acho que pode ter faltado vinagre também. O vinagre domina o açucar com muita facilidade, mesmo se ele ficou doce.

Assim que a gente aprende. Com os erros e acertos. Mas nessa receita, não tem jeito: tem que ir experimentando mesmo.

Abs
Daniel

joão disse...

show de bola, fiz e fez sucesso.
minha filha é alérgica a corantes e apaixonada por catchup... resultado, vou fazer mais...

ah visite o meu blog..
http://joaoeofogao.blogspot.com

joão disse...

caraca to ficando repetitivo ou é impressão minha??
é a idade ou o excesso de breja?/

rsss
valeu Daniel.. sepre que visito seu bolog dou muito risada.. ler seus posts é como estar batendo um papo na frente da churras e tomando aquela gelada..

Daniel Rodrigues disse...

João, beleza, man?

hehehe... bom, tomara que a tua filhinha tenha curtido o catchup, eu tb tenho um sobrinho que sofre com isso..

Na verdade, a mãe dele diz que catchup é veneno e não deixa o menino comer.. aí eu me comprometi a fazer um potinho pra ele, tadinho hehehehe

Valeu aí! Tb curto muito o João e o Fogão! Você manja de massa, coisa que eu sou tosco, e sempre visito o blog em busca de dicas.

Abs
Daniel

João disse...

daniel fiz novamente, garantia de sucesso e abraços da meninada!
fiz e fotografei

veja lá no meu blog
http://joaoeofogao.blogspot.com

Daniel Rodrigues disse...

João e o fogão!!!

Caraca, ficou linda a foto, hein!

Deixei o meu comentário lá!

Parabéns pelo blog

Abs
Daniel

teretetenacozinha disse...

Olá, adoreiiiii essa sugestão, tenho uma sobrinha querida com alergia a corante, cheguei aqui pelo blog do João, ja estou seguidora, muitas delicias por aqui.
abs

Daniel Rodrigues disse...

Olá, Tete, tudo bem?

Gostei muito do seu blog, também, parabéns!!

Eu tenho um sobrnho cuja mãe não deixa ele comer catchup por conta da quimica envolvida, mas o menino adora.. tadinho.

Fiz um potinho pra ele, tá lá no freezer de casa

Lá em casa, a criançada aboliu o catchup comum. Agora, acabou um pote, já faço outro.

Abs
Daniel

Postar um comentário

Torrou a picanha? Fez a receita e não deu certo? Dúvidas, sugestões, vai encarar? Escreve aí o que quer, mas não coloca propaganda que isso aqui não é a casa da sogra.

Blog Widget by LinkWithin