Follow me on Twitter RSS FEED

Especial Churrasqueiras: Churrasco de apartamento

Antes de começar a ler este post, confira a convenção de condomínio do seu prédio, ok? Não nos responsabilizamos por nenhuma multa aplicada aos leitores deste blog.

Tá, agora que você leu e tá de acordo com nossos termos e condições, chega de passar vontade: você, morador de apê, também tem o direito de assar uma carninha quando bem entender. Afinal, os campeonatos regionais já começaram, e não tem nada melhor do que fazer um churrasquinho enquanto assiste futebol pela TV. Se o teu apê tem sacada, ótimo. Se não tem, use a lavanderia. O que importa é acender uma churraca e curtir uma carne nos dentes.

A primeira coisa que você tem a fazer é escolher o tipo de churrasqueira: de carvão ou elétrica.  E o que vai te ajudar a escolher entre uma e outra é um fator muito simples: o andar onde você mora.

A churrasqueira de carvão tem combustão, no caso, do carvão, e isso gera fumaça. A gordura da carne cai no carvão quente, o que gera ainda mais fumaça. Essa fumaça com cheiro de gordurinha queimada subindo, defuma a carne e é por isso que fica gostoso. O problema é que ela não pára na carne, e continua subindo, subindo, impesteando os apartamentos superiores ao seu. É, o seu também fica impesteado, mas isso aí são os ossos do ofício, parceiro.

Já a churrasqueira elétrica não tem combustão, e sim uma grande resistência que fica logo abaixo da grelha. Assa a carne direitinho, até. Pra tentar simular a questão da gordurinha caindo no carvão, vc coloca um pouco de água na bandeja dela. A gordura cai na água, que evapora, vai subindo e pega na carne. Mas não sobe tanto quando no caso do carvão. No máximo, a churraquinha elétrica vai deixar o seu apê com cheiro de churrasco, mas definitivamente, a lambança de fumaça que faz é muito menor do que a de carvão. É uma churraquinha honesta, mas pra ser bão mesmo tem que ter carvão queimando. 

OBS importante: Se vale como opinião, limpar uma churrasqueira elétrica é uma das experiências mais nojentas a que você pode se submeter. Isso porque a gordura cai na água, que evapora deixando aquela borra nojenta, com tecos de carne.. eca, perdi o apetite.

Diante dos fatos, vamos simular algumas situações:
  1. Você mora no segundo andar, e seu prédio tem 11.
    Se você usar carvão, vai defumar 9 apartamentos, além do seu. A chance de algum vizinho se revoltar é beeeem grande. Nesse caso, recomendo a elétrica, que vai deixar, no máximo, um cheirinho de carne no apartamento de cima. 
  2. Você mora no décimo andar, do mesmo prédio de 11.
    Nesse caso, você vai incomodar apenas um apartamento, o de cima do seu. Recomendo tentar a sorte, usando uma churraca de carvão. Se o vizinho reclamar, convide-o para compartilhar do churras. Se ele ficar puto, use uma elétrica e seja feliz.
  3. Você mora do décimo primeiro andar, do prédio de 11.
    Foda-se, mete a churraca de carvão, constrói, faz no chão, arrepia que o mundo é teu.
A maioria dos condomínios não permite que você construa uma churraca de cimento na sacada. Portanto, você precisa de uma portátil. Fuja daquelas porcarias que vende no supermercado, as churrasqueiras de latão. Elas são feitas pra durar dois ou três churrascos. Recomendo procurar uma casa de churrasqueiras mesmo, e isso é facinho de achar, e comprar uma de alumínio. Se você tomar poucos cuidados como limpá-la após os churras e tal, ela dura muito mais.

Agora tá fácil. Basta acender (ou ligar na tomada), tacar a carne e ser feliz.

Dica: como as churracas de apê são sempre pequenas, procure fazer carnes pequenas e que fiquem prontas rápidas. Uma picanha em bifes funciona muito bem. Costelinha de porco, se for magrinha, também. Coração, queijo coalho e linguiça.. Só não vai tentar fazer um cupim ou uma costela de boi que você vai se dar mal.

Ah, e boa sorte com o seu síndico :-)


53 comentários:

Luiz Alberto disse...

Meu apartamento só fica pronto em julho de 2010, mas já estou pensando a um bom tempo no churras de domingo vendo um jogão do Santos FC. A sacada é pequena (+- 2,5m por 2m), mas como o apê vai ser no 15° andar, só vou ter um vizinho acima e vou tentar a sorte. Gostei de uma churrasqueira em inox e com tampa, custa 169 reais e o preço parece bom... como tem tampa, acho que da pra segurar um pouco a fumaça.
Parabéns pelo blog, muito bacana. Abraços.

Daniel Rodrigues disse...

Luiz Alberto, beleza?

Eu morava no penultimo andar, e também só tinha um vizinho acima. Nunca tive problemas. Quer dizer, ele reclamou algumas vezes, mas era pelo barulho. Acho até que ele gostava do cheirinho de churrasco :-)

Boa sorte com o ap novo!!

Abração
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Muito boa a ideia,mas o churrasco de verdade e na brasa e nada e igual.

Daniel Rodrigues disse...

Pois é, parceiro...

Eu concordo plenamente, mas vc sabe como é.. quem não tem cão.. caça com o gato, ué.

Abs
Daniel Rodrigues

nguirra@hotmail.com disse...

E o que vcs acham daquelas churrasqueiras verticais, para apartamento

Daniel Rodrigues disse...

Nunca usei pessoalmente, mas já ouvi falar muito bem.

Você se refere àquelas que tem uma torre vertical onde fica o carvão, né?

A idéia parece boa, não? Gosto de carvão, esquenta bem a carne e tem menos fumaça.

Abs
Daniel

Juliana disse...

Parabéns pelo blog, adorei!
Você conhece alguém que tenha a churrasqueira a gás? Funciona bem? Vou montar uma varanda gourmet e estou na dúvida e compro a elétrica (estilo dominó, de embutir na bancada, com as pedras vulcânicas, sabe?) ou a gás (com espetos giratórios). Alguma sugestão?
Obrigada!

Anônimo disse...

gostaria de saber se alguem tem uma dica para tirar aquele cheiro de churrasco que fica na chuscaqueira,qual o produto ideal para lavar?
moramos no oitavo andar,o ap é novo e foi entregue aos moradores em dez/2010,com churrasqueira na cozinha,bem lindinho,mas o cheiro que deixa por uns bons dias encomoda.
tem saída de ar,a fumaça não vem para dentro do ap,muito bem planejado.
depois de degustar o delicioso churras,que modéstia a parte só um gaúcho sabe fazer,rsrsrs,vem a limpeza,e aí é que está,como tirar o cheiro da brasa?
att
gaúcha de poa

Daniel Rodrigues disse...

Gaúcha... Já comi churrasco no teu estado, e realmente, vocês entendem muito da coisa. Mas, de boa, assim como muitos outros também sabem. Sabe onde eu acho que mora a diferença? Na qualidade da carne.

Aí, as carnes argentinas e uruguaias são mais acessíveis do que pra mim, que moro em SP, mais do que para o mineiro, mais ainda em relação ao bahiano, enfim. A técnica é, basicamente, parecida. Quem sabe, sabe e pronto. Mas a qualidade da carne influencia sim.

Enfim, é o que eu acho. Mas não deixo de concordar. Quando visitei o Rio Grande do Sul, eu comi um churrasco que nunca mais esqueci. E olha que isso já tem 15 anos !!

Bom, quanto à limpeza, eu acho que o ideal é nunca deixar cinza parada lá. Se você retirar a cinza e der uma limpada básica no dia seguinte, já deve evitar que o cheiro de gordura impregne nas paredes da churraca. Acho que se fizer uma queima pequena, com pouco carvão e um pouco de alecrim depois de limpa, também deve ajudar. No final, churraca não tem jeito. Pra ela ficar feia e suja, é questão de tempo. Churrasqueira limpinha é a de quem não usa hehehehe

Abs
Daniel

Anônimo disse...

olá Daniel... primeiro acesso ao seu blog... olha aquelas churras de mercado da pra adquirir sim e dura bastante.... basta forrar com papel alumínio. Conserva bastante o material da churrasqueira e na hora de limpar da menos trabalho. Tive uma da Gazarra por vários anos e hoje ela ta com o meu filho porque eu vim morar em Apartamento. Ele adotou o método e até hoje não trocou, tá inteirona... Quando vou pra Sampa e ele resolve fazer um churras, saca a Gazarra da garagem para usar.

Fique bem. Marcelo - Campinas/SP

Daniel Rodrigues disse...

Falae Marcelo, beleza?

Pois é, minha mãe tem uma técnica legal tb.. Ela meteu no fundo da churraca uma bandeja daquelas de bolo.. Já tem uns anos de uso também, e não estraga de jeito nenhum.

O papel alumínio é legal pq ainda "potencializa" o calor, mandando pra cima todo o calor gerado, boa idéia mesmo.

Taí, agora descobrimos como fazer durar aquelas churracas de supermercado.

Valeu pela dica, compana

Abs
Daniel

Anônimo disse...

vlw Daniel pela atenção dispensada... que bom que ajudei. Amanhã,feriadão, vou montar uns espetinhos daquele que vc ensinou... o de contra com os tomates "playMOBIL" rsrsrs... e deitar na grelha mais umas Budweiser para acompanhar...

Fique bem. Marcelo - Campinas/SP

Daniel Rodrigues disse...

E ae Marcelo, beleza?

Pow, sua ajuda é sempre bem vinda sim

Aproveita que o espetinho é show sim. Eita, bateu até uma vontade aqui hehe

Abs
Daniel

Gabriela disse...

Muito legal esse seu blog, deu dicas bem úteis pra quem mora em ap e infelizmente tem que fazer churrasco em churrasqueira elétrica.

Daniel Rodrigues disse...

Gabriela, tudo bem?

Ah, a churraquinha elétrica não é tão ruim assim, vai... Tem coisas legais que dá pra fazer com uma dessas..

Valeu pelas palavras, moça

Abs
Daniel

Anônimo disse...

Ótimo o Blog Daniel!!

Não moro mais em casa a mais d 1 ano, agora moro num apê e só tem 4 pisos, eu só tenho a visinha d cima tb, e morro d vontade de ter churrasqueira em casa, noutro dia fiz uma picanha no forno do apê, q é eletrico tb,fiz como o q costume no brasil, ficou maravilhosa, mas o apê ficou todo cheirando a picanha por uns 3 dias...heheheh A minha sacada é estreita, 1.5m por uns 6m, tou pensando em arriscar e pra inaugurar convidar minha vizinha d cima, q graças a Deus é uma belezinha!!
Valeu pela dica, agora tenho é q decidir se compro elétrica ou carvão...

Abraço

(Paula)

Daniel Rodrigues disse...

Oi Paula, como vai?

Que bom que você gostou do blog, Paula... Fiquei feliz :-)

Ah, faça isso mesmo... Convida a vizinha, vai que ela é chegada num churrasquinho.. vc ainda ganha uma amiga.

Como só tem ela nos andares superiores pra reclamar, veja se o vento não bate de frente na sacada (imagina, isso ia mandar a fumaça diretamente pro sofá da sua amiga), e manda bala numa churraca de carvão, daquelas pequeninhas mesmo.. Se achar que vai defumar a vizinha, use a elétrica que tb funciona muito bem..

Boa sorte, e obrigado!

Abs
Daniel

Anônimo disse...

Olá Daniel, gostei do seu blog, estou com a mesma dúvida de uma outra visitante, você conhece a churrasqueira elétrica com pedras, aquela de embutir tipo coktop?, gostaria de saber a sua opinião, é melhor ou pior que uma elétrica com água embaixo da grelha?

Daniel Rodrigues disse...

Fala parceiro, beleza?

Cara, eu nunca usei uma dessa das pedras.. Tenho duas observações.

A primeira é que deve ser bem legal, pq pedra e calor sempre funcionam bem juntos..

A segunda é que deve fazer uma sujeira monstro nas pedras, se elas tiverem contato com a gordura.. deve ser fogo limpar..

Valeu

Abs
Daniel

Anônimo disse...

estamos pensando em colocar uma churrasqueira eletrica na varanda. Alguma dica?nao temos encontrado muitos tipos. Ta dificil...

Daniel Rodrigues disse...

Fala parceiro!

As churrasqueiras elétricas, em geral, são aquelas pequeninas de cozinha, que vendem aos montes nos walmarts da vida.. Se você pretende colocar uma churrasqueira maior e elétrica, eu não conheço não..

Boa sorte!

abs
Daniel

Rodrigo Pereira disse...

Convidar o vizinho é a melhor dica para evitar reclamações, boa!

Daniel Rodrigues disse...

Fala Rodrigo

Depende de quanto come o vizinho.. Eu tinha um vizinho, que se convidasse pra um churras, tinha que comprar um boi kkk

Abs
Daniel

jones disse...

Você conhece aquelas Cooktop?
http://loja.brastemp.com.br/produto/detalhes.aspx?pc=190&cache=s

Tenho interesse em comprar uma dessas, tem da brastemp e de outras marcas por aí, mas queria saber a eficiência da coisa. Alguém conhece?

Tenho uma elétrica da Mondial que quebra um galho enorme também.
ABcs

Daniel Rodrigues disse...

Jones, tudo bem?

Eu não conheço essa peça, mas conheço a marca. Coisas da brastemp geralmente são de boa qualidade, né?

Eu compraria, se isso te conforta. Deve ser legal ter um desses na cozinha :-)

Abs
Daniel

supertelnet disse...

Churrasqueiras a gás são boas sim ue. inclusive eu vi uma matéria muito boa sobre churrasqueias a gás – char-broil, se me permite compartilha-la o link é esse:

http://www.piscinaria.com.br/dicas-e-artigos/churrasqueiras-char-broil

Obrigado, ;)

Daniel Rodrigues disse...

Olha, que dica legal...

Obrigado, parceiro

Acabei de mudar de casa, pode ser que eu venha a adquirir uma dessas aí...

Abs
Daniel

Anônimo disse...

Eu vou botar pra lenhar com minha churrasqueira! não quero nem saber, e quem quiser que me bote na justiça.
aqui eu disse veaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Daniel Rodrigues disse...

hahahahaha

Boa, parceiro... Se não gostar, que vá pra justiça..

Abs
Daniel

Guilherme disse...

Olá, moro no 1o andar e minha varanda tem 25cm por 1,20m... Esta difícil pensar em usar a churrasqueira de carvão que meu sogro me deu, ainda que a vontade seja enorme...
Agora, entre uma churrasqueira elétrica e usar a panela de ferro fundido no fogão existe muita diferença? Ambas vão ter que ficar dentro da casa mesmo, correto? O gosto da carne na elétrica fica melhor que na panela? Obrigado e abraços

Daniel Rodrigues disse...

Fala Guilherme, tudo bem?

Acho que existe uma diferença grande entre a panela de ferro e a churrasqueira, seja ela qual for.. Na churrasqueira, os liquidos da carne escorrem pra bandeira, enquanto na panela acaba fritando todo mundo junto.

Ouvi falar que um carvão diferente, processado indusrtialmente, não faz tanta fumaça. Nao sei qual a terminologia correta, mas vou estudar e posto aqui futuramente. Já usei esse carvão e achei horrível, mas usei numa churrasqueira comum, ao ar livre. Talvez faça mesmo menos fumaça, e pode ser uma alternativa bacana pra quem mora em apartamento..

Vou estudar o assunto e posto aqui em breve.

Abs
Daniel

Anônimo disse...

Opa...

conseguiu alguma informação sobre o carvão que você mencinou no cometário anterior?

Sidnei

Daniel Rodrigues disse...

Fala Sidnei, tudo bem?

Não busquei informações, mas é fácil de vc reconhecer..Na embalagem os pedacinhos de carvão parecem um bem-casado (aquele docinho de casamento kkk), ou então é um carvào com um furo no meio.

Mas não presta, não gostei..

Abs
Daniel

Anônimo disse...

Se eu forrar com papel alumínio e colocar o carvão por cima pra facilitar na hora de limpar ... Será que dá certo?

Daniel Rodrigues disse...

Fala parceiro, tudo bem?

Dá certo sim, e você ainda potencializa o calor dentro da churrasqueira.

Certa vez eu comprei uma churraquinha de papelão (que era um lixo), mas dentro dela era forrado com papel alumínio. Super bom.

Abs
Daniel

Unknown disse...

Pessoal, moro no 12ºandar de um prédio de 25 andares. Não tenho churrasqueira na sacada! Ouvi dizer de churrasqueiras mix (carvao/eletrica), ou só carvão, ou só eletrica.

Podem me ajudar com alguma dica de modelo? Qual proporciona melhor sabor para a carne?

kaio_branco@hotmail.com
abs

Daniel Rodrigues disse...

Fala Kaio, tudo bem?

Cara, eu não conheço nenhuma marca específica não.. Acho que vc deve escolher de acordo com o tamanho dela, em primeiro lugar... Aí acho que o preço vai acabar te dando uma noção da qualidade delas..

Abs
Daniel

Fabio Martins disse...

Pessoal,

Moro em apartamento e pensei naquelas churrasqueiras verticais. O fato da gordura da carne não cair no carvão, deve diminuir consideravelmente a fumaça, oq acham?

Grande abraço!

Daniel Rodrigues disse...

Fala Fabio, tudo bem?

Sim, com certeza. Tem sido uma excelente alternativa para quem gosta de um carvão sim...

Abs
Daniel

Anônimo disse...

Olá Daniel!
Comprei um AP agora a pouco tempo, e so vai fica pronto no ano que vem, e gostaria muito de colocar uma churrasqueira eletrica de embutir, daquelas a gás, só que não sei muito bem como é o funcionamento. Dá pra embutir no balcao da cozinha que é de madeira? não vai danificar? vai dar muito cheiro no AP? abraço. Maycon

Daniel Rodrigues disse...

Falae parceiro, tudo bem?

Não conheço essas elétricas a gás.. Mas o que ouvi falar foi muito bem, sempre.

Só fica atento: se você vai colocar em algum lugar fechado, faz cheiro sim. Churrasco cheira, amigo. Seja carvão ou gás, o churrasco sempre tem cheiro.

Abs
Daniel

Cristiane Romariz disse...

Aquelas churrasqueiras portáteis em alumínio fundido são boas?

Rogério Penna disse...

é meio engraçado ver um post sobre churrasqueira em sacada. Isso é item obrigatório em qualquer apartamento acima do nível "Minha Casa Minha Vida"(os quais dificilmente tem varanda) no RS, faz mais de 30 anos.

Qdo visitarem qualquer cidade gaúcha, prestem atenção no topo de qualquer prédio com menos de 30 anos que vão ver dezenas de chaminés no topo, posicionadas acima do bloco das varandas. As vezes tb tem chaminé de lareira.


No RS se não tiver churrasqueira, apartamento não vende.

Daniel Rodrigues disse...

Fala Rogério, tudo bem, gaúcho?

Nos últimos anos, por motivos profissionais, acabei fazendo vários e excelentes amigos gaúchos. Ouvi exatamente isso de todo mundo.

Mas é engraçado mesmo. Hoje em dia, vendem isso como uma coisa "gourmet". Quando na verdade é um ítem que deveria ser básico mesmo.

Aqui em SP, já morei em 5 apartamentos diferentes. Apenas um tinha churrasqueira, e fui eu mesmo que pus (por ser último andar, enfim).

Abração
Daniel

Anônimo disse...

Pessoal, legal esse espaço.
Vi alguns comentários sobre a churrasqueira vertical e o carvão especial e gostaria de contribuir.
Tenho uma churrasqueira desta na varanda que não é tão grande mas quebra um galho 2,90 x 2,80 m.
Por aqui o pessoal chama esta churrasqueira de "ecológica", ela tem dois compartimentos laterais e o carvão fica ao lado da grelha, o que evita que a gordura caia sobre ele, logo menos fumaça.
Problema: como a churrasqueira não tem chaminé (ela é fechada em cima, tem uma pedra de marmore igual a pia) o calor sai pela frente. Então é dose ficar manuseando a carne, até uso um óculos de proteção pois o calor arde os olhos.
Mas no resto funciona mesmo, sem fumaça.
Quanto ao carvão: é especial, chama "briquete", mais caro e mais seco. Por ser industrializado (prensado de pó de carvão e amido) é mais seco portanto quase nada de fumaça. Dura mais, esquenta muito, mas deixa muito resíduo. Quando termina o churrasco, na hora de limpar a churrasqueira, aja cinza.

Daniel Rodrigues disse...

Fala parceiro, tudo bem?

Já usei esse carvão (putz, comecei pelo fim haha), o briquete. Mas não gostei. Talvez eu tenha usado de uma qualidade mais baixa, não sei. Mas a impressão que me deu é que ele acaba muito rápido e não esquenta o suficiente.

Bom, quanto à churrasqueira, adorei o seu relato. Agradeço em nome de todos os leitores. Nunca usei uma dessas, e nem sequer vi funcionando. Falam maravilhas dela, e foi legal você ter citado os pontos positivos e também os pequenos negativos dela.

Valeu mesmo!!

Abs
Daniel

Luis Philipe Marques disse...

Boa tarde Daniel,
Queria uma sugestão .
Moro no segundo andar e tenho uma churrasqueira a gás com pedra vulcânicas ,o prédio possui exaustor e a churrasqueira tem coifa.
Ocorre que apesar do churrasco ficar legal,gasta muito gás e não fica igual com carvão e percebi que muitos vizinhos utilizam com carvão ,visto que todos Aps possuem essa churrasqueira.
O braseiro e revertido por tijolo refratario onde em um deles possui um ofício para passar a mangueira do queimador.
Aí vem minhas dúvidas:
Retiro esse tijolo com orifício colocando um fechado e também retiro o queimador ?
Mantenho como está retirando as pedras e colocando o carvão ,mantendo o queimador a gás.
Parabéns pelo blog

Daniel Rodrigues disse...

Fala Luis, tudo bem?

Eu retiraria o queimador (o carvão deve sujar muito a longo prazo, e pode inutilizar o mesmo, caso vc queira um dia voltar a utilizar o gás), e deixaria um refratário que vc pode remover.

Mantenha os refratários, eles que vão proteger a sua churrasqueira.

Uma coisa que pode funcionar tb.. Se a sua churrasqueira tiver espaço pra isso, você pode comprar algumas unidades de refratario e forrar a parte de dentro dela. Nem precisa cimentar, monta como se fosse Lego mesmo..

Assim, pode usar tanto de um jeito quanto de outro, bastando retirar a forragem que fez. Há algum tempo atrás, eu tinha uma churrasqueira grande e que torrava muito carvão, e então comprei umas unidades pra diminuir o tamanho quando quisesse. É bem prático.

Abs
Daniel

Luis Philipe Marques disse...

Então,
Na verdade ela já é forrada com esse tijolo ,o fundo e de aço.Iria apenas tirar esse tijolo que possui orifício e colocar um sem orifício ,assim evita de cair carvão dentro do poço onde fica a churrasqueira por esse buraco,visto que tanto o tijolo quanto o fundo de aco possuem esse furo para passar a mangueira.

Daniel Rodrigues disse...

Ah, legal, Luis...

Só recomendo então forrar a parte de baixo. O carvão direto no aço pode corroer e estragar com o tempo

Abs
Daniel

Leandro Viana disse...

Eu estou muito inclinado a colocar uma vertical a carvão no AP. Alguem mais pode contribuir indicando modelo ou marca. Aqui onde moro tem um agravante que é maresia. Então o inox deve ter boa qualidade pra suportar. Muito bom o blog.

Unknown disse...

Existe algum modelo de churrasqueira eletrica que eu possa instalar dentro de uma churrasqueira a carvão que tenho na varanda do meu apartamento ?

Daniel Rodrigues disse...

Fala parceirinho

Cara, vc pode instalar qualquer uma, desde que tome os cuidados necessários com a instalação elétrica. não deixa o fio encostar em nada quente e boa..

Abs
Daniel

Postar um comentário

Torrou a picanha? Fez a receita e não deu certo? Dúvidas, sugestões, vai encarar? Escreve aí o que quer, mas não coloca propaganda que isso aqui não é a casa da sogra.

Blog Widget by LinkWithin