Follow me on Twitter RSS FEED

Como preparar uma picanha simples

Nas categorias
Se você ainda está iniciando a sua vida de churrasqueiro e não tem lá tantas habilidades, tá aqui uma carne que, além de ser uma delícia, não tem como errar: Com vocês, a picanha!! (barulho de tambores e cornetas nessa hora, ok?) 

Esses dias eu ouvi uma sensacional de um amigo não-churrasqueiro (aquele que come, mas não prepara o churras). O cara disse assim: "eu só sei que tem que por a carne no fogo e tirar quando ficar marrom". A picanha é assim: simples e rápida de preparar e, a menos que você seja um orangotango, fica sempre gostosa. 

Podemos dizer que a picanha é a Paula Burlamaqui das carnes: você pode vê-la de qualquer jeito, que sempre vai estar uma delícia.

Claro que existem receitas mais complexas envolvendo a picanha. Inclusive, se procurar algum site de culinária mais viadinho, vai certamente encontrar tosqueiras como "picanha ao molho de maracujá com begônias" ou merdas no estilo-ana-maria-braga de cozinhar. Mas aqui não tem essa frescurada e a gente faz carne pra ficar gostosa, e não pro prato ficar bem decorado.

Tá com a picanha na mão? Então vamos começar a preparar a Picanha for Dummies mais simples do mercado: Picanha em bifes.

Estou presumindo que você adquiriu uma peça decente de carne. Vamos imaginar que a picanha tá vermelhinha, pequena e limpa. Não vou discorrer muito sobre a compra de uma boa picanha, porque isso aí é assunto pra outro post. No caso das fotos deste post, estou fazendo uso de uma picanha-bebê de 450g e pouca gordura, perfeita pra ser colocada alegremente na grelha na forma de bifes.

Bom, deita a piqueta numa tábua, com a capa de gordura pra cima. Fica mais fácil cortar, porque a faca tende a escorregar na gordura, e se estiver por baixo, vc não vai conseguir separar os bifes direito. Tenha em mãos uma faca afiada. A-F-I-A-D-A, tá entendido? Faca ruim mastiga a carne dá 10x mais trabalho e sujeira.

Apóie a mão esquerda sobre a capa de gordura (sim, churrasqueiro tem que sujar a mão, mesmo), e corte a picanha em bifes largos, de aproximadamente 2 dedos de largura. Se você for canhoto, pode apoiar com a direita e realizar os cortes com a esqueda, ok? Ah, e vê se lava essa mão antes de encher a carne que seus amigos vão comer com os coliformes fecais daquela mijada da décima cerveja.


A picanha deve ficar assim: dividida em pequenos pedaços de felicidade.

Agora você deve, carinhosamente, levar cada bifinho à grelha, perto do fogo, mas sem deixar que as chamas a peguem. Faça assim: com a grelha quente, deite o bife e ponha sal grosso do lado virado pra cima. Conte até 5, vire o bifinho e ponha sal do outro lado. Você vai notar que a picanha muda um pouco de cor no lado que estava pra baixo. Isso serve pra "selar" a carne. Ou seja, fazendo isso dos dois lados, você fez com que a camada de carne superficial seque levemente. Com isso, o líquido saborosíssimo que tem dentro da picanha não escorre facilmente, e a bichinha vai ficar molhadinha quando ficar pronta.

Quanto ao sal, reitero a teoria de que QUALQUER UM que já temperou a própria salada uma vez na vida sabe quanto sal colocar na carne. E o sal grosso vai derreter com o calor, e penetrar na carne. Então imagine que cada pedrinha de sal que jogar vai derreter e temperar a carne ao seu redor. Vai sem medo, na hora você vai saber como fazer.

Não fique virando o filezim. Quando você vira, ela perde líquido, e é o líquido que deixa ela macia. Deixa o filezim lá, e de vez em quando dá uma levantadinha pra ver a cor dele. Realmente, a picanha fica marrom, o sal derrete e as bordinhas do filé ficam mais escurinhas. Se estiver assim, pode virar e repetir o processo. 

O legal da picanha é que ela fica gostosa até muito mal passada. Então, se você tá na dúvida sobre o ponto dela, tira uma pontinha dela e experimenta. Se estiver mal-passada demais, volta ela pra caminha e deixa nanar mais um pouquinho. Mais ou menos como o botão "soneca" do despertador: não tá bom, dorme mais 5 minutinhos e acorda legal.

Na hora de servir, corte cada filé em fatias fininhas. Gosto muito de cortar fininho porque não dá aquela sensação de que vc tá se enchendo de carne, dá a impressão de que a carne fica mais leve. 

Eu, particularmente gosto da picanha mal-passada-quase-ao-ponto. É assim, se você cortar o primeiro pedacinho dela, e a carne estiver branquinha meio rosada por dentro, mas ao mesmo tempo escorrer  aquele sanguinho tudo-de-bom, tá no ponto perfeito.

Recomendo fazer de 2 em 2 bifes, a menos que você esteja fazendo churrasco pra muita gente. Esses bifinhos ficam prontos rapidinho, e se você fizer muito de uma vez, corre o risco de empanturrar o pessoal e alguns pedaços esfriarem sobre a mesa, o que é, no mínimo, um sacrilégio.

Se você tem carinho pela coronária dos seus amigos e familiares, pode tirar o excesso de gordura antes de servir. Convém consultar os convidados antes, tem gente que não gosta que tirem. 

IPDA: Anda caro. A picanha anda por volta de R$54,00 o Kg. 
Tempo de preparo: Uma breja na cozinha, cortando a picanha. E uma breja a cada 2 bifes na churraca. 
Rendimento: Uma picanha de 450g, como a que foi usada como exemplo, alimentou 2 pessoas. mas eu comia sozinho uma peça dessas, fácil.


69 comentários:

al_augusto disse...

Muito Bom Combatente! Parece bem fácil mesmo!
Tentarei agora a tarde ( 11/04/09 ). Postarei o resultado!
Como não sou um orangotango ficará bom! rs
Obrigado
Augusto

Daniel Rodrigues disse...

Augusto
Legal que você não é um orangotango, assim vai conseguir deixar a picanheta tinindo!! hehehehe
Fico aqui torcendo pra que vc ganhe muitos elogios. Depois conta o resultado pra gente!
Recomendo seriamente experimentar o alho assado do outro post (http://deitadonagrelha.blogspot.com/2009/01/como-melhorar-uma-picanha-simples.html)

Abração
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Salve Daniel,
Moro aqui na Suiça e a primavera ta começando. O que significa que eu voltei a usar berma e posso justificar um churras no fim de semana (a temperatura ainda ta unas 18 graus) Ontem comprei uma churrasqueira (a gas, infelizmente) e tambem pus as maos em um pedaço de picanha, que devo admitir, nao é assim uma brastemp. Mesmo assim, acho que essa tua receita sem frescuras vai funcionar bem aqui. Te mando um report deopois se quiser.
Aproveitando a deixa, tem alguma coisa sobre churrasqueiras a gas por ai ?
O site é muito maneiro mesmo, sem frescuras.
abraço

Marcos

Daniel Rodrigues disse...

Fala Marcos, beleza, man?
Po, eu podia jurar que a vaca aí na Suiça era mais maneira do que a nossa.. hehe.
Aqui não é muito fácil achar churrasqueiras a gás. Pelo menos, nunca vi à venda, não.. Porque será? Há carvão à venda aí?
Conta um pouco pra gente, como são as coisas de churrasco por aí? Os cortes são iguais, há picanha, costela, fraldinha, do mesmo jeito que aqui?
Bom, de minha parte posso te garantir que essa picanha em bifes fica boa. É o que eu disse: não tem como errar. Aí eu te recomendo colocar o alho (não sei se na churraca à gás ele fica tão bom), dá um baita UP na sua picanha.
Boa sorte aí com a picanha, e manda umas fotos das suíças, ops, da suíça pra gente!
Abração
Daniel Rodrigues

Ultramarcos disse...

Salve Daniel,

a Picanha ficou do caralho(tracadilho infame)! Sua dica foi perfeita, a historia de selar a carne e deixar a bixa quietinha lá foi beleza, valeu mesmo.
Alguns comentarios (Vale lembrar que sou um churrasqueiro de primeira viagem..ate entao eu só comia mesmo):
- eu peguei uma peça de 1,2KG que chamam aqui de Rumpsteak...creio que é a picanha + uns bonus pelo tamanho da peca. Respondendo sua pergunta o corte aqui é diferente, mas gracas a outros amigos brasileiros cheguei nessa ai,que parece ser a nossa picanha. Infelizmente nao tirei fotos da peça inteira.
- Sobre salgar na hora...achamos que nao funcionou muito bem...optamos por salgar os bifes, uma meia hora antes...funcionou melhor...nao sei se por conta de pouco calor ou pelo tipo de churrasqueira. (Fiz 2 dias de churras por isso fizemos diferente no segundo dia)
- Novamente, provavlement por conta do tipo de churrasqueira,os bifes grossos acabavam muito queimados por fora para ficarem no ponto desejado (Eu e minha esposa gostamos de no ponto para bem passado) a primeira metade ficou otima para quem gosta de mau passada. A Segunda metade da peca eu cortei pedaços um pouco mais finos...coisa de 1 dedo para 1 dedo e meio. Dai ficaram perfeitas.
Junto com tudo isso fizemos umas linguicinhas de porco locais (ate que sao gostosas) e umas cebolas (no brain...joga a cebola com casca e tudo e deixa la ate a casca ficar preta...muito bom.)
- Um comentario da churrasqueira a gas, é que até que tem um projeto legal. A ideia é ter uma boca de fogao, so que mais comprida ou em formato eliptico embaixo de tudo, depois uma grelha que sustenta umas pedras que eu acredito serem tipo aquelas de vulcao, e finalmente a grelha para a carne. portanto a carne nao vai ao fogo direto, e sim sobre o calor das pedras...fica mesmo muito semelhante a uma churrasqueira a carvao.
Quanto a sua outra pergunta, sim tem churras a carvao aqui sim, mas as leis do condominio do meu predio so permitem a gas ou eletrica. E as suiças...bom, posso dizer que a nossas mulheres sao muito mais mulher que as daqui.
Semana que vem devo tentar a mesma com alho,

Ja coloquei teu blog nos favoritos!

abraço

Marcos

Daniel Rodrigues disse...

Fala Marcos!!
Notícias da Suíça, rapazeada!!! :-)
Vamos começar pela picanha, a peça mesmo. Uma picanha de 1,2kg é bem próxima do ideal. Não sei se você ganhou algum bônus, não. Se ela foi cortada em algum frigorífico sério, 1,2kg é quase perfeito. Aqui no Brasil, eu evito comprar picanhas de mais de 1kg. Sempre acaba vindo com um teco de alcatra. Ainda bem que você tá na Suíça e não nos eua, senão tava lascado pra encontrar picanha.
Quanto aos preparativos, concordo com você: o sal grosso simplesmente não vai derreter na picanha, se a churraca não for quente o suficiente. Nem conheço as a gás pra comparar, mas numa churraca a carvão funciona bem. No apartamento da praia, o condomínio me impede de utilizar churraca de carvão, então comprei uma elétrica. Quando faço picanha lá, acabo temperando com sal fino mesmo, funciona bem do mesmo jeito.
E você fala que é churrasqueiro de primeira viagem, mas já mandou umas linguiças, cebola.. tou achando que isso aí é KO, hein :-)
Olha, o projeto da churraca a gás parece mesmo legal, embora eu não troque o sabor do carvão por nada. Se você tiver um tempinho, manda umas fotos dela pra danielwalterrodrigues@gmail.com, plis. Já faz um tempo que eu quero escrever sobre os tipos de churraca, aí posso incluir a churraca a gás.
No mais, valeu aí pelo testemunho, é muito legal saber que as nossas mulheres são melhores que as suíças e que tem brasileiro fazendo churrasco de apartamento mundo afora!!
Grande abraço e valeu pelo carinho
Daniel Rodrigues

Lucas disse...

Cara muito bom!
Comprei uma peça de 1 kg prum churrasco de 6 pessoas.
Fui seguindo suas dicas em relação à servir, colocando poucos bifes na churrasqueira e cortando bem fininho.
Todo mundo curtiu, obrigado.

Lucas Thomazella

Daniel Rodrigues disse...

Ae garotão!!! Legal que o teu churrasco foi bacana, é legal saber que tá todo mundo sabendo fazer carne gostosa. Assim todo mundo se dá bem, e o dia que alguém me convidar prum churras, eu me dou bem. tá dado o toque. hehehehe

Ainda tou pra fazer outras receitas de picanha, assim que fizer eu coloco aqui no blog.

Valeu man!!!!

Abração
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Oi Daniel.
Meu nome e Christian e estou em Londres. Vou tentar imitar a sua receita de churrasco por aqui.
Felizmente eu comprei a picanha que vem dai mesmo e consegui uma churrasqueira a carvao, vou seguir as instrucoes passo a passo. Vamos ver no que da.
Valeu!!

Daniel Rodrigues disse...

Fala Christian!!
Legal que conseguiu uma picanha aí em londres, dizem que é dificil conseguir estes cortes fora do Brasil.. É verdade, isso?
É isso aí, man!! Manda uma piqueta e mostra pra inglesada como é que se faz carne!!
A grande vantagem é que o teu churrasco vai ter cerveja de primeira, né?
Toma uma guiness por mim, compana!!
Grande abraço
Daniel

Anônimo disse...

Grande Daniel.
é a primeira vez que entro e posto um comentario aki.
Cara curto faze xurras pra galera, mas sempre fico naquela de como se deve corta uma picanha, uns falam pra corta no sentido da fibra, outros falam pra corta no sentido contrario as fibras.
Isso tem alguma coisa a ver?? A picanha fica realmente mais dura dependendo do corte??

Valeu Grande

Abraço

Daniel Rodrigues disse...

Fala compana!!

Sim, isso faz sentido sim. O melhor a fazer é dar uma olhada em que sentido estão as fibras (se não for visível, pegue a faca e dê um pequeno talho num canto que dá pra notar) e cortar no sentido contrário.

Mas na real, na real mesmo... picanha é uma carne tão macia, que isso nem é necessário. Corta ela de qualquer jeito que fica boa.

A única preocupação que tenho ao cortar uma piqueta é em não deixar os bifes muito finos. Senão ela perde o líquido e não fica tão legal.

Já vi gente cortar a picanha de comprido, e ficou bem legal tb.

Abração e valeu a visita. Puta dúvida pertinente, porque que eu nunca falei disso aqui? hehehe
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Valeu meu grande tiro a minha duvida..
agora é so compra uma piqueta e faze a galera ir ao delirio...
claro sempre com uma breja do lado...
Abração
Marcio Souza
Ctba-Pr

Daniel Rodrigues disse...

Ah, Marcião

Picanha não tem segredo não. Vai sem medo que vai dar certo

Boa sorte aí!!

Abração
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Eu so quero agradecer pelas dicas meu camarada! eu trabalho a 4 meses assando picanha mas tinha um certo medo, pq eu faco issi ate para o juiz da cidade mas agora com esta ajuda eu nao tenho mais o que temer.
obrigado,
Timoteo Nunes

Daniel Rodrigues disse...

Fala Timoteo, beleza?

Fica tranquilo, compana. Picanha não dá problema. vc deita a bichinha na grelha e tira marrom que tá boa.

Valeu a participação, parceiro!
Abs
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Salve Daniel !!!

Falar sobre churrasco é sempre um prazer..., deixo aqui uma maneira simples de preparar uma boa e suculenta picanha, sem riscos, já que o grande medo dos novos churrasqueiros é de salgar demais a carne..., impossível de errar..., sempre que preparo um churrasco..., e faço isso com uma frequência absurda... enquanto aguardo o ponto ideal para o carvão, ou seja, somente brasa..., disponho os bifes sobre uma assadeira, salpicando sal grosso sobre eles, mas só salpico mesmo..., pois picanha salgada ninguém merece..., aí de tempo em tempo misturo os bifes sem adicionar sal..., para que fique bem distribuido..., então neste momento aproveito para assar linguiça toscana que já faz parte do meu churrasco, assim que a linguiça estiver no ponto..., também a carne estará ao ponto no sal e o carvão estará de um jeito que não dará trabalho para assar as gordurinhas da picanha..., (é bom lembrar que se for assar uma quantidade maior de picanha,não recomendo temperá-las todas as mesmo tempo..., pois as que ficarem por último..., com certeza ficarão salgadas...) enquanto isso..., vou conversando com os amigos..., tomando aquela cerva gelada e curtindo mais um maravilhoso churrasco !!!!
Abraços...
Mauro - Jales-SP.

Daniel Rodrigues disse...

Po, fantástica a dica do Mauro. Muito bem mesmo. Você me deu uma boa idéia, vou experimentar fazer assim e depois dou a dica.

Ah, e já que você é de Jales, manda um abraço pro jacaré da praça central. Já conversei com ele, muito bêbado, claro :-)

Pra quem não sabe, Jales é uma delícia de cidade no interior paulista, que tem uma praça com um coreto (tá, cidade do interior é assim mesmo, pô), mas com uma peculiaridade incrível: tem um viveiro com um jacaré de verdade no meio. Sensacional!

Grande abraço pro Mauro e pro pessoal de Jales
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Daniel,
Adorei a sua receita, mas devo fazer só um comentário. Não tem com vir "um teco" de alcatra na picanha, pois são de cortes totalmente diferentes, o que poderia vir é "um teco" de coxão duro, pois essa peça fica ligada à picanha.

Daniel Rodrigues disse...

Parceiro... Muito bem falado!!!

Cometi um baita erro nesse post, como que eu nunca percebi isso?

Valeu, vou corrigir!

Abs
Daniel Rodrigues

Deus existe..... disse...

é amigos realmente a picanha dispensa apresentação.. aqui em casa só entra picanha e nunca nenhum convidado reclamou.. eu costumo fazer sempre assim..corto ela mais ou menos uns dois cm , espalho sal grosso na assadeira e espalho a picanha no sal..e cubro tbém de sal grosso,,deixo por cinco minutos , retiro o sal e coloco na churrasqueiro..sempre levanto um pouquinho p ver se está marronzinho e ai viro .. não pode ficar virando muito p não perder o caldinho um grande abraço..waldyr..

Daniel Rodrigues disse...

Fala Waldyr!!

Boa essa de colocar sal na bandeja. Já vi gente fazendo assim, vou experimentar.

Valeu a dica!!

Abração
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Nossa cara eu achei muita graça do teu jeito de escrever kkkk.Gostei mesmo é a primeira vez que vou fazer a picanha kkkk,´sou inesperiente pra porra na cozinha.mais valeu um beijaoooo

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Daniel Rodrigues disse...

Oi querida

Que legal que gostou! Picanha nao tem erro, não. Se tá na dúvida, corta em bife, poe sal grosso, taca na grelha e tira quando tiver marrom :-)

Abs
Daniel

sueli disse...

ola, vou seguir seu passo a passo, o dificil foi explicar pro meu marido que e americano, como e que se faz uma picanha bem feita... tou com agua na boca. abracos Sueli

Daniel Rodrigues disse...

Sueli

Com todo o respeito ao seu marido, é difícil explicar churrasco pra qualquer americano. Eles não podem ver uma churrasqueira que já querem deitar um hambúrger ali. Ou nugget, ou salsicha.

mas apresenta uma picanha bem feita pra ele que o maridão vai pirar!!

Boa sorte, good luck!

Abs
Daniel Rodrigues

Breno disse...

Fala Daniel.

Pô, comecei a ler teu post quando a picanha já tava na grelha elétrica. Realmente é só o filas. Valeu, massa teu site.

Abs, Breno

Daniel Rodrigues disse...

Fala Breno

Já fiz muita picanha em bifes na churraquinha eletrica, funciona bem né?

Valeu, que legal que curtiu o blog, seja bem vindo!

Abs
Daniel

valkiria disse...

a dica é boa, sou uma boa churrasqueira e admito que a picanha assim(smples) é bem gostosa realmente e sem muitas frescuras.
Mas acreito tb que tem gente que consegui estragar qualquer carne em qualquer churrasco.rsrsrs
Então a conselho fazer tudo passo a passo mesmo ahuaha

Daniel Rodrigues disse...

Valkiria, tudo bem?

Ah, mas tem gente que tem o toque do mal nas mãos. Qualquer coisa que pega, dá merda.

Esse aí, mais do que seguir passo a passo, deve mesmo é ficar quietinho e deixar outra pessoa cuidar da churrasqueira, mesmo :-)

Abs
Daniel

Raphael disse...

Muito boa dica, deu certinho .. vlw rapaz
sucesso
abraço

Daniel Rodrigues disse...

Fala Raphael, tudo bem?

que legal que deu certo.. essa picanha é uma delícia, né?

apareça mais vezes!!!

Abs
Daniel

Maciel Coutinho disse...

Daniel, meus parabens!

Segui sua dica hj no dia dos pais, deu muito certo mesmo! Carne ficou maravilhosa com esse tamanho de bife e a dica do sal! Agora já sei fazer picanha hehehehe

Abs!!!

Daniel Rodrigues disse...

Fala Maciel, tudo bem?

Po, que bacana!! Agora temos mais um churrasqueiro tarimbado por aqui..

Fico feliz que deu tudo certo. Ah, e Feliz dia dos pais!

Abs
Daniel

carlos alberto disse...

Daniel,

seja mais direto e menos papudo e menos mal educado no seu texto. lembro-lhe que "viadinho" pode lhe trazer problemas . cuidado com a sua boca suja !!!!

Daniel Rodrigues disse...

Carlos Alberto, tudo bem?

Olha, eu juro que reli o post pra tentar encontrar em que ponto eu o poderia ter ofendido tanto.

Mas não encontrei nada mais do que uma piada boba, que não ofende a ninguém cuja mente já não esteja preparada pra se sentir ofendida. Nesse caso, eu posso lhe dizer com toda a tranquilidade que a maldade está nos olhos de quem vê.

Se eu realmente tivesse ofendido alguém assim, gratuitamente, certamente corrigiria meu texto agora mesmo. Mas não, então o texto fica assim mesmo.

Sobre a questão de ser mais direto e menos papudo, lamento, amigo. É assim que eu escrevo e não pretendo mudar o estilo, não. mas isso é questão de gosto, é normal você não ter curtido a lenga-lenga.

Grande abraço, parceiro
Atenciosamente,
Daniel

Anônimo disse...

Daniel, liga não prá esse tipo de comentário.
Ri muito lendo seu post. Vou fazer uma picanha amanhã e procurei várias receitas na Net. Qdo vi a sua receita, pensei na hora: é isso aí !!!
Parabéns pelo bom humor do post e pela sua educação nas resposta, até para pessoas as sem noção.
Um abração !
Eduardo - São Vicente -SP

Daniel Rodrigues disse...

Eduardo, tudo beleza, parceiro?

Fico muito feliz que tenha entendido o propósito da parada: fazer picanha.

Sobre o comentário anterior, não o considero sem noção, não.. Sério, acho válido o chiado ali.... mas nem por isso eu amoleço kkk

Bola pra frente, parceiro!

Abs
Daniel

Anônimo disse...

A carne deve ser virada na grelha com um pegador, JAMAIS COM GARFO, pois ao espetá-la, o suco sai e a carne ficará dura, portanto, só espete na hora de cortar a carne.

Daniel Rodrigues disse...

Fala camarada anônimo

Eu concordo em partes com você, assim como também concordo que existem muito mais coisas entre o céu e a terra do que julga nossa vã filosofia. Por mais estranho que isso tudo pareça.

Você tem razão quando diz que usar o pegador ajuda a manter o líquido na carne, mas perde a razão quando usa caixa alta e "jamais".

Nós não precisamos massacrar a carne com o garfo, assim como estamos falando de uma picanha e não de um patinho inflável. Ou seja: caro amigo, uma espetadinha não dói.

No frigir dos ovos, que frigem mesmo quando falamos de picanha e não, necessariamente, dos ovos, reitero que tudo o que puder ser feito com comedimento, não precisa de regrar rígidas pra ficar bom.

Mas eu sou um chato mesmo, não me leve a mal :-)

Abs
Daniel

adenilson belarmino de souza disse...

ola daniel.primeiramente feliz ano novo.sou agougueoro a 12anos .e claro adoro um bom churrasco com os amigos.;qero sempre aprender mais e mais,trabvalhar com carne.fiz um curso qe me ensinou a cortar a picanha com um corte tranvessal.primeiro retirar a ponta dela.e depois corta ao contrario.uma vez eu fiz ficouotimo.a segunda me dei mal.vendi essa picanha para um cliente no supermercado qe trabalho,aim chegou a noticcia qe tava uma pedra.eu acredito qe errei sim em cortar qero entendr melhor sb as fibras obrigado.o meu imail.adenilsonbstp@hotmail.com

Daniel Rodrigues disse...

Fala Adenilson, beleza, amigo?

Já ouvi falar desse corte transversal.. Na verdade, já fiz assim uma vez.

O esquema é o seguinte.. a picanha nem tem tanta fibra assim que necessite de um corte especial. Se a peça é boa, e você como açougueiro vai saber identificar uma, não tem muito erro.

O lance das fibras é assim.. Você tem que quebrar a fibra, cortando sempre no sentido contrário. Pra saber em que sentido estão as ditas, corta um tequinho da peça, um pedacinho de nada. Aí você vê em que sentido está a peça e manda brasa no contrário.

Agora, se o cliente reclamou que a picanha tava uma pedra... ele que errou no preparo, porque isso é muito dificil de acontecer. Picanha dura é descuido na churraca mesmo..

Abs
Daniel Rodrigues

Hugo disse...

Muito Legal. Parabens pelo blog

Daniel Rodrigues disse...

Hugo

Valeu, parceiro!!

Boa sorte com os teus blogs tb!

Abs
Daniel

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Leandro Barbosa disse...

Obrigado amigo.
ajudou bastante.

Daniel Rodrigues disse...

Leandro, beleza?

Que bom que ajudou, cara. Tamosae :-)

Abs
Daniel

Anônimo disse...

BOA TARDE...BOM TAMBÉM SOU PALMEIRENSE..PAULISTANO, TURMA DE 77, FAMILIA ITALIANA...MAS NOS ÚLTIMOS 13 ANOS, MORO EM JARAGUÁ DO SUL - SANTA CATARINA...AQUI FAZEMOS MUITO CHURRASCO...DE FOGO DE CHÃO A FAMIGERADA GRELHA...OPINIÃO...QUANTO AO MODO DE FAZER...PREFIRO O ESPETO...BRASA COM BOA QUALIDADE DE CALOR, MAS SEM FOGO...CORTA A PICANHA EM MEDALHÔES...ESPETA...PÔE NO ALTO DOS PINOS...E DEIXA ATÉ FICAR NO PONTO...DAI ~SÓ SERVIR COM CORTES LATERALMENTE...FORTE ABRAÇO...ROGÉRIO NAPOLEÃO

Daniel Rodrigues disse...

Fala Rogério, beleza, compana?

Po, tou na mesma levada que você.. Sou paulistano, mas ando louco pra sair dessa cidade de doidos aqui..

Então, eu preciso te confessar uma coisa.. eu nunca consegui fazer a picanha no espeto ficar realmente legal. Nas poucas vezes que fiz, ela ficou meio duranga, sei lá.. e aqui em SP, é meio tradicional fazer picanha em bifes, então eu nem liguei mto e sempre deixei isso de lado..

Mas vou experimentar quando houver alguma chance..

Valeu pela dica!!

Abs
Daniel

Kelynha disse...

valeu pela dica ... apesar de nao comer carne amanah farei um churrasco para 30 pessoas ... um pouco louco de minha parte pq na verdade nao tinha a menor ideia de como fazer mas teu post me deu uma coragem louca hauuahau vamos ver como fica... do modo em que vc explica parece facinho ,, aqui na espanha a picanha é de corte argentino nao sei si é a mesma mas é o que tenho nao ha opçoes por aqui... depois conto como ficou ... so espero nao invenenar ninguem hauhauah um abraço!
Kelynha :)

Daniel Rodrigues disse...

Oi Kelynha, tudo bem?

eu sempre digo que deus premia quem tem coragem. Se você não sabia como fazer, e convidou 30 pessoas pro seu churrasco, você é, definitivamente, uma pessoa corajosa. E Deus vai te premiar. Vai tranquila que vai dar tudo certo.

Ah, e o corte argentino da picanha é o mesmo do nosso. Pode comprar tranquila.

Valeu e boa sorte com o seu churrasco!!

Abs
Daniel

Anônimo disse...

Daniel,tudo firmeza?Assando muita carne?Hehehehe
É necessário também dar alguns conselhos sobre o pré-churrasco.Digo isso porque passei muita raiva com meu,amigo,a ponto de querer jogar picanha nele!Por que?
Combinamos de fazer churrasco.No dia de assar na brasa,não é que "o" criatura traz a picanha toda congelada?Isso que eu queria tacar nele.Tem de avisar que jamais se deve congelar picanha ou qualquer carne.Se a desculpa é medo de estragar,então compre a carne no dia que for assar,hehehehe
Outra coisa é sobre tempero:muita gente gosta de colocar alho,pimenta,ervas(coisas que abomino numa carne bovina no churrasco,e creio que a maioria dos amantes de churras também)...esse meu amigo tinha trazido sazon e pimenta do reino!!!!!Temos de também deixar claros que tempero de churrasco é sal grosso,e mais nada.Porque qualquer outro tempero que colocarmos,vai matar o sabor da picanha(que é um sabor inigualável).
E sinceramente,se formos pra fazer aberrações com a picanha(tipo a receita que você citou no texto,picanha invertida,picanha ao alho,picanha com geléia de damasco),melhor comprar outra carne(sai mais barato)e fazer no forno ou fogão(poupa tempo de acender churrasqueira,e o gosto não ficará nada diferente).
Forte abraço,e se possível ensine sobre outras carnes do churrasco,como a costela(que deve ser assada sem alumínio,senão fica parecida com carne cozida),maminha,fraldinha(é muito saborosa),cupim,contra-filé e alcatra(uma carne ideal pra quem está de dieta,pois possui pouca gordura,mas nem por isso deixa de ser uma grande carne pra churrasco).Bom apetite =D

Daniel Rodrigues disse...

Fala companheiro, beleza?

Te dou razão em algumas coisas, mas em outras a gente precisa aprender a experimentar coisas novas, e deixar de ser teimoso, mesmo. Falo por experiência própria, compana.

Eu já tive essa coisa de defender que carne se preparava com sal e pronto. Mas tem coisas legais a se fazer com pimenta, queijos e afins.. A picanha invertida é uma delicia, vc deveria experimentar.

Já o sazon e outras merdas, aí sim.Isso aí serve pra temperar carne de cachorro, estraga qualquer carne que tenha um mínimo de qualidade.

Dá uma olhada no blog, compana. Tem receitas de carne de todo tipo, feitas das mais diversas maneiras.. Os comentários tb são muito bons, tem ótimas dicas de colegas churrasqueiros aí.

Abs
Daniel

Anônimo disse...

Cara achei os cortes muitos grossos, sabe porque não consegui colocar uma fatia inteira na boca!!!!!

Fica bom demais

Valeu

Daniel Rodrigues disse...

Fala parceiro

Esse tamanho de bife é só pra ir pra churraca... depois, com uma faca decente, você corta cada bifão desses em fatias fininhas que fica uma delícia, e fácil de comer..

Aí cabe na boca :-)

Abs
Daniel

cristian disse...

to bem intaum porq to pagando 16,00 no kg da picanha

Daniel Rodrigues disse...

Fala Cristian

Pois é, aproveita que tá barato mesmo!! Só se certifica de que é picanha mesmo, tem mta gente vendendo coxão duro por picanha

abs
Daniel

Anônimo disse...

muito boa as dicas,e um jeito bem pratico de fazer uma graça pros amigos,eles vao achar que voce realmenta entende carne

Daniel Rodrigues disse...

Fala amigão

Exatamente isso. Você finge que entende, eles fingem que acreditam, e bola pra frente

Abs
Daniel

vitor moraes disse...

Partindo para esquentar a barriga.. e deixar a picanha no jeito pra galera se divertir tomando um gelobol(cerveja)...
Vou divulgar seu blob aqui em angra vlw..
fui depois posto as noticias.

Daniel Rodrigues disse...

Fala Vitor!!!

Isso mesmo, esquenta a barriga na churraca e esfria na geladeira de cerveja...

Valeu, compana

Abs
Daniel

Anônimo disse...

Oi Daniel,
Eu moro na Alemanha e a picanha aqui se chama " Tafelspitze mit Fettrand". Fizemos hj e ficou uma delicia. Só um problema: temos uma churrasqueira a gas e a gordura escorreu para o fogo e a churrasqueira quase pegou fogo. Meu marido (alemao) desligou o gas e mesmo assim o fogo ficou queimando uns 15 mins. Ate apagar. Agora ele tem medo de fazer de novo ( era o que me faltava com o congelador cheio de picanha....). Vc tem alguma dica? Vou ter que tirar um pouco da gordura? Ou cortar bifes pequenos? Eu cortei um pedaco comprido para depois fatiar ( era um pedaco de 1.2 kg que eu cortei e 3 pedacos). Foi esse o meu erro? Obrigada!
Bruna

Daniel Rodrigues disse...

Oi Bruna, tudo bem?

Fogo de gordura é complicado mesmo.. Demora muito pra apagar mesmo. E ele fica forte, gordura é uma coisa que queima mesmo..

Acho que se você conseguisse colocar uma daquelas bandejinhas de aluminio entre o fogo e a grelha, talvez resolva..

Mas confesso que é esquisito esse lance do gas ficar logo abaixo da grelha.. Qualquer carne perde um pouco de gordura.. Perigosa essa churrasqueira, não?

Boa sorte!!

Abs
Daniel

Anônimo disse...

VALEU AMEI SUA RECEITA E BOM HUMORRRRRRRRRRR

Anônimo disse...

olha é facil (depois de ler sua receita) porém o mais legal foi a maneira que descreveu a receita, denado conselhos sabios, tipo, lava a mão kkkk retire a gordura, isso mostra sua versatilidade entre ensinar e ser bem humora do um abraço vai BRASILLLLLLLLLLLLL

Daniel Rodrigues disse...

Olá, tudo bem?

Obrigado, fico feliz que tenha gostado da porca narrativa da espelunca.. Mas pode ter certeza: se você se divertiu lendo isso aqui, não imagina o quanto eu me diverti escrevendo kkkk

Abração
Daniel

Anônimo disse...

Oi Daniel,

Todo mundo fala nos acertos mas ninguém fala dos erros. Eu sou o cara que consegue estragar a picanha. Pior que já li inúmeros posts e ninguém descobre meu erro.
Sigo o passo a passo certinho, o corte , salgo no momento de colocar na churrasqueira enfim...
No momento minha picanha tem duas característica.
1 - o sal não penetra na carne
2 - e o pior de todos. A gordura fica MUITO dura.
Sabe onde posso estar errando.
Obs: Estou fazendo o corte transversal antes e o corte no sentido na hora de servir.
Obrigado

Daniel Rodrigues disse...

Fala parceiro, tudo bem?

Olha, errar a picanha é uma coisa bem rara... Mas confio que vai conseguir, vamos lá.

Pelo que diz, eu acho que o primeiro problema não está na carne nem no preparo.. Acho que tá no fogo. Se a gordura tá dura, é porque ela não derreteu. E se não derreteu, é porque não teve calor suficiente. Será que a tua grelha não está longe demais do calor?

Ou então seu açougueiro tá te passando alguma carne safada que não seja picanha...

Se quiser, me chama no email que a gente tenta desvendar esse mistério aí.

Abs
Daniel

Postar um comentário

Torrou a picanha? Fez a receita e não deu certo? Dúvidas, sugestões, vai encarar? Escreve aí o que quer, mas não coloca propaganda que isso aqui não é a casa da sogra.

Blog Widget by LinkWithin