Follow me on Twitter RSS FEED

O churrasqueiro

Nas categorias
Senhoras e senhores, com vocês..... O CHURRRRRRRRASQUEIROOOOOOOO

Se eu fosse apresentado um dia, queria que fosse assim. Como no boxe, como no ultimate fighting. Entra o tiozinho de paletó e gravata borboleta, o microfone desce do teto (tá, churrasco quase nunca tem teto, então desce do céu mesmo que tá valendo), apagam-se as luzes e o tiozinho manda uma voz de trovão pra avisar que o churrasqueiro tá chegando: "DO LADO ESQUERDO DO RINGUE, PESANDO 1.300KG... A PICAAAAAANHAAAAAA.... e DO LADO DIREITO, PESANDO MAIS DO QUE DEVIA.... o CHURRRRRASSSQUEEEEEEEIROOOOOOOO!!!!!"

E esse post é exatamente isso mesmo. Uma auto-homenagem ao coitado que fica responsável por lidar com fogo no verão, meter a mão na carne crua, limpar coraçãozinho (que é uma das piores atividades do churrasco) e preparar comida pra um batalhão de gente, que ele chama de "amigos".

O churrasqueiro é o cara mais malaco da festa, porque nunca tem que buscar cerveja na geladeira. Basta amaciar o coração de algum passante oferecendo-lhe uma carninha no capricho pra mandar na sequencia: "pega uma lá pra mim, parceiro?". Certeza que o amigo escolhe a mais gelada pra te trazer. 

O churrasqueiro ganha os céus quando acerta a mão em alguma carne. E toma vaia se errar, mesmo que tenha dado um puuuuta trabalho pra fazer.

Dona Ivette, a nonna, já dizia: "Quem parte e reparte, se o faz com arte, sempre fica com a melhor parte". Pois é, o churrasqueiro tem o direito de comer, desde que discretamente, o melhor pedaço de carne. E quentinho, o que é uma vantagem.

O churrasqueiro tem o direito de sujar toneladas de louça e não lavar absolutamente nada.

Mas também, o churrasqueiro sempre sai mais sujo do que todo mundo. E queima a mão. E corta o dedo. Ou seja: lavem a louça, vocês entenderam.

O churrasqueiro não pega garota nenhuma no churrasco, pode esquecer. Nenhuma garota vai querer se defumar ao seu lado, nem sujar a roupa com a sua mão de carvão. O carinha das batidas, por exemplo, tem muito mais chance de oferecer um drink colorido à base de cointreau e club soda e derrubar a garotinha. 

30 de setembro é o dia do churrasqueiro. Tá, grandes merdas, mas aposto que o carinha das batidas não tem dia dele. Se tiver, não merece, esse canalha.

O churrasqueiro tem o direito de ser barrigudo, ao contrário do carinha das batidas (viu?).

O churrasqueiro pode separar aquele pedaço de carne que caiu no chão e dar pro cara das batidas. Ou aquele pedaço de nervo duro, ou aquela carne que o cachorro não quis.

Enfim, esse cara das batidas nunca me enganou. Esse negócio de drinkzinho colorido é meio esquisito. Acho que essa tábua leva prego. 

Depois do exaustivo churrasco de domingo, alimentando 30 pessoas, faço essa auto-homenagem a esse herói dos espetos, o poeta do frigorífico, o Rei do Carvão: o churrasqueiro. No caso deste blog, eu mesmo :-)


A foto é do Eduardo Mello, o espetinho é de frango e a cara é de mau.
Porque não adianta ser churrasqueiro se não for rock n roll!!!


0 comentários:

Postar um comentário

Torrou a picanha? Fez a receita e não deu certo? Dúvidas, sugestões, vai encarar? Escreve aí o que quer, mas não coloca propaganda que isso aqui não é a casa da sogra.

Blog Widget by LinkWithin