Follow me on Twitter RSS FEED

Queijo coalho não é carne, mas é bom

Nas categorias

é feio, mas fica bom.
e guardanapinho é coisa de boiola.

Churrasco sem carne não existe. Mas isso não significa que você não possa ajudar a compor o seu churrasco com outras coisas. E uma que faz bastante sucesso é o queijo coalho.

Trata-se de um queijinho pasteurizado, meio durinho, espetado num palito. Comer cru deve ser meio esquisito por conta da textura, mas se vc esquentar um pouquinho fica de lavar a alma.

Uma embalagem de queijo coalho costuma ter 7 ou 8 espetinhos. Recomendo que se faça de 2 em 2 espetinhos. A explicação disso é muito simples: quando ele ficar pronto, retire o cabinho de madeira, e corte em pedacinhos. Um espetinho dá uns 5 ou 6 pedaços do tamanho de uma borracha escolar. Se você fizer um espetinho por vez, corre o risco de ver seus convidados se degladiarem. Se fizer mais de 2, corre o risco de empanturrar o pessoal, deixando alguns pedaços sobrarem na mesa. Aí tá feita a merda, pois o queijo coalho, depois de frio, fica uma borracha, terrível de comer. E mandar de volta pra grelha pra requentar é serviço porco.

Pra preparar é muito simples: retire o espetinho do pacote e coloque inicialmente numa parte mais fria da grelha. Perto das extremidades, por exemplo. O segredo é deixar o queijo aquecer gradativamente, pois direto no fogo, você corre o risco de tostá-lo por fora, e não derreter totalmente por dentro.

Você vai perceber que ele tá ficando bom, pois ele dá umas derretidinhas nas bordas. O chato do queijo coalho é que tem que virar o tempo todo, pra derreter por igual. Ou seja: dá trabalho. Mais um motivo pra não meter mais de 2 na churraca, pq você vai ter que ficar tomando conta.

Ok, então você conseguiu deixar os 4 lados deles meio derretidinhos. Hora de meter ele mais perto do fogo. Assim, ele vai torrar de leve por fora, formando uma casquinha. Não deixe queimar, é só uma casquinha.  O segredo tá no palitinho, que deixa de ficar firme quando o miolo dele estiver mais derretido.

Deu a torradinha nos 4 lados? Então ele tá derretido por dentro e com uma casquinha por fora, pronto pra servir. É só colocar na tábua, tirar o palitinho e cortar pequeno.

Dica 1: por ser mais leve, faz sucesso com a criançada, que não tem estômago de ogro como a gente. Portanto, se no seu churrasco aparecer o filho da vizinha, aquele sobrinho mala ou até mesmo os seus próprios filhos, mande um queijo coalho e faça a moral com a molecada.

Dica 2: se você é como eu, que detesta ver suja a tábua onde você corta a carne, utilize o queijo coalho pra limpar. Quando você corta uma picanha no ponto, por exemplo, ela perde bastante líquido sobre a tábua. Esse líquido é caldo de picanha, já temperado. Uma iguaria pra ser desperdiçada assim, não acha? Então experimente passar o queijo coalho, ajuda a dar um temperinho no queijo e mantem o seu chiqueiro em ordem. 

Não tempere com nada. Nem sal. Mete o queijão lá e tá redondo.

Tempo na churraca: 1 lata de cerveja.
IPDA: + - R$10,00 o pacote.
Rendimento: é acompanhamento, porra. 


14 comentários:

Diana Lemes disse...

Salvou a minha vida...sou recém casada e meu marido logo de cara comprou esse queijo "maravilhoso"...nem sabia como fazer essa ....piiiiiiiiiii!!!(se é que me entende!!)
Pesquisei ... e seu blog salvou minha vidaaaaaa....ficou otimoooooo...

Bjus

Daniel Rodrigues disse...

Tá vendo? A Diana é o tipo de mulher que esse blog recomenda. O maridao compra artigos pra churrasco e dá pra ela se virar. E o que ela faz nessa hora? Usa o goooogle, guardião da verdade dos tempos modernos, aprende a fazer e manda um churras pra manter o casamento em alta. Com isso, o escriba desse blog não pode fazer nada que não seja desejar muitos e muitos anos da mais completa felicidade pra ela e pro marido fanfarrão.

Diana Lemes disse...

Exatamente Daniel tempos modernos, se há duvidas vamos ao google, e nao ligar pra sogra e nem pra mãe.Porque hoje em dia há pessoas inteligentes na internet que dão dicas ótimassssss...

Bjus

Daniel Rodrigues disse...

Diana, garota esperta. Ligar pra mãe pode funcionar bem numa feijoada, mas no churrasco costuma não ser recomendado. Pra sogra, nem a pau. Aposto que ela vai te mandar deixar a picanha ficar no fogo até ficar preta, só pra dizer que você não sabe cozinhar e bla bla bla.
Ainda bem que Deus inventou o gooooogle e os patifes fanfarrões que se fingem de inteligentes dando dicas internet afora :-)

Valeu o carinho!

raphael neiva sbc.sp disse...

e ai daniel jóia?? adorei os seus comentários, só descordo de uma coisa. bom tenho um açougue e nele só trabalho com boi gordo,tipo exportaçao,me explica como tiro uma picanha de 1.100kg em um traseiro de 90 kilos,bem gordo lindo..
minha picanha chega ter 3 dedos de gurdura,cara,é o néctar dos deuses.meus clientes são super satisfeitos.
ah!! e qual é o peso do coxão duro???? falo de boi,não novilha nem vitelo. me diz...

Daniel Rodrigues disse...

Raphael
Po, legal saber que temos um dono de açougue por aqui..
Você tem razão no que fala, mas tou passando uma real do tipo de carne que encontramos nos supermercados da vida.. Num pao de acucar, por exemplo, não compro picanha com mais de 1200. Agora, carne tipo exportação é outro nível, não tem maracutaia de mandar coxão duro no lugar da picanha..

Manda ai o endereço do açougue, é sempre bom poder informar as pessoas sobre onde comprar boa carne. Se for em sp, garanto que dou uma passada lá pra experimentar essa picanha que deu água na boca :-)

Ah, o peso do coxão duro? Sei não, compadre. Na real, não lido com coxão duro, pq não é uma carne legal pra churrasco. Quer dizer, não conheço uma maneira de fazê-la no churrasco. Então fica dificil saber.

Abração
Daniel

Patrick disse...

Olá pessoal, tem um segredo que sempre dá certo !
Se você comprou aquela picanha grande demais, não tem problema, separe somente a picanha em torno de 1.200kg, o que sobra é o tal coxão duro. Aí você pega este coxão duro e corta ele em fatias de + ou - 2,5cm. Beleza, agora tempere com sal fino e se gostar um pouquinho de orégano vai muito bem(opcional), depois de temperado deixe as fatias bem lambuzados em óleo de cozinhar por + ou - 30 minutos. Ok agora é só colocar para assar na churrasqueira na parte mais alta até que a carne comece a transpirar o sangue na parte superior, muito bem é hora de virar, quando começar a transpirar neste outro lado, Pronto você poderá degustar esta picanha do paraguai que deverá ficar tão boa quanto aquela original.

Experimente !

Abraços,

Patrick.

Daniel Rodrigues disse...

Patrick

Po, que dica valiosa, compana. valiosa mesmo, porque em quase toda picanha que se compra nos açougues da vida, vem um tecão de coxão duro pra alegrar nossas vidas.

Agora já saquei: só termperar e meter no óleo.

Tem que tomar cuidado na hora de fritar, né? Esse óleo pingando no fogo deve fazer o cão chupando mariola dentro da churrasqueira.

Abs
Daniel

Daniel disse...

Belo Blog cara, parabéns!!!
Sobre o queijo coalho tu esqueceu de dar uma boa dica. Na questão do tempero colocar um óregano no bichinho dá um up grade sensacional....fica a dica!

Daniel Rodrigues disse...

Ow, xará, beleza?

Valeu aí pela força...

realmente, o orégano dá um agrado muito especial ao queijo coalho, mandou bem...

Valeu!!

Abs
Daniel

Anônimo disse...

Achei seu comentário sobre queijo de coalho muito pobre,parece preconceito. Com certeza você tem pouca experiencia na culinária brasileira ou provou algo de beira de rua. Deixe de ser limitado e aprenda a não conversar merda...

Daniel Rodrigues disse...

tão pobre quanto o seu comentário. Me desculpe, mas nao consigo respeitar gente como você, que critica os outros e não assina o seu nome.

minha resposta pra gente como você é simples e rápida: foda-se.

abs
daniel

Julia Lara disse...

"Queijo coalho não é carne, mas é bom" desde quando tudo que é bom é carne? E guardanapinho é coisa de boiola? Se situa cara. Seu linguajar é péssimo. E falar palavrões ajudou ainda mais a empobrecer o seu texto. Fica a dica ai

Daniel Rodrigues disse...

Oi Julia, tudo bem?

É uma pena que não tenha curtido.. Mas tudo bem, bola pra frente.

Abs
Daniel

Postar um comentário

Torrou a picanha? Fez a receita e não deu certo? Dúvidas, sugestões, vai encarar? Escreve aí o que quer, mas não coloca propaganda que isso aqui não é a casa da sogra.

Blog Widget by LinkWithin