Follow me on Twitter RSS FEED

A linguiça cuiabana do Adib

Nas categorias
Se você acha que linguiça só serve pra encher o bucho da galera nos churrascos, que só churrasqueiro pobre que faz churrasco de linguiça, é porque você ainda não conheceu a linguiça certa. Se você pensou que o escriba deste blog emboiolou-se, posso lhe assegurar que está redondamente enganado. Eu estou falando da Linguiça Cuiabana. E não é uma cuiabana qualquer, porque existem vários tipos google afora.

O primeiro a se entender é que ela chama-se Cuiabana, mas não é originária de Cuiabá. Reza a lenda que o cara que inventou a Linguiça Cuiabana foi um fazendeiro de Paulo de Faria, no interior de São Paulo. Mas a patente de tal guloseima foi registrada em nome dos proprietários de uma padaria de Nova Granada, que obviamente era um açougue, mas o português acordou com a macaca e trocou a linguiça pelo baguete. Deus salve o Gooogle, mas isso tudo nem vem ao caso.

Essa linguiça é produzida artesanalmente nos açougues interior afora, então as receitas são variadas e você não encontra em supermercado. Vamos falar especificamente da Linguiça do Adib. 

Nas estatísticas deste blog, pude notar que temos leitores em São José do Rio Preto, a 550km da cidade de São Paulo. Achou longe? Pois ande mais 130km estado adentro até a bela e pacata cidade de Jales, local acolhedor de porres homéricos deste que vos escreve. Então, achou longe? Ande mais um pouquinho até Santa Albertina, nos arredores de Jales. Assim que chegar a Santa Albertina, pergunte ao primeiro que passar onde fica o açougue do Adib, separe R$8,80 e encoste a barriga no balcão.

O Adib prepara a linguiça cuiabana sob encomenda, pois ela fica mais gostosa quando fresca. E fica melhor fresca porque tem leite dentro dela. Isso mesmo que você leu, leite. Sente o drama: a linguiça cuiabana é, em maneira geral, feita de carne bovina, mais especificamente a Alcatra (que já é boa por si só, imagine como ingrediente), queijo minas, temperos diversos e leite. Digo temperos diversos porque o Adib não é um açougueiro falador, e até o presente momento, não houve tortura capaz de fazê-lo revelar quais temperos recobrem tal iguaria. 

Bom, comprados os 2,5kg de linguiça cuiabana, metamos ela na churraca, não? Pra facilitar as coisas, vou fazer como o pessoal da novela, que entra no avião aqui e sai na índia no segundo seguinte. Pode esquecer os 600 e tantos kilometros rodados, todos os pedágios da Bandeirantes e da Anhanguera, a paradinha no posto Castelo pra comprar biscoito de polvilho e o trânsito na marginal ao chegar a São Paulo. O lance aqui é teletransporte: do balcão do Adib à avenida Paulista em 3 segundos. 

Pra preparar, você não precisa de nada mais do que paciência e muito, muito cuidado. Paciência porque demora um pouco, ela é uma linguiça densa (ui!) e cuidado porque ela é muito frágil. Você tem que fazer toda a sua força mental e espiritual pra ela não arrebentar. Senão o leite cai na brasa e aí, meu filho... joga nescau e esquece o churrasco. Vamos ao modo de preparo:

Deite, cuidadosamente, mas muito cuidadosamente a linguiça numa grelha só pra ela. Essa grelha deve estar fria, pois se estiver quente, corre o risco dela colar na grelha e furar na hora de virar, e nós não queremos isso, ok?. Na hora de por na grelha, larga mão de ser bichinha e mete a mão na linguiça (ui de novo), não pegue a cuiabana com nenhum instrumento. Faça um enroladinho com ela. Pelamordedeus, nao separe os gomos!! Tem leite lá dentro, e é lá dentro que ele deve permanecer, deu pra entender?

Preciso comprar uma máquina decente. esse carvão azul não tá certo, não.
Olja o queijinho querendo sair da pontinha dela. delícia!

Deixe a cuiabana no médio da churraca, sem receber labareda, mas também não muito longe do fogo. Fique atento, quando ela começar a ficar preta embaixo (não no estilo carvão, fique ligado na sua comida, parceiro), faça uma operação tipo missão impossível pra virá-la. Tire-a com grelha e tudo (por isso que eu falei pra usar uma grelha só pra ela), posicione outra grelha cuidadosamente sobre ela, e vire de uma vez. Se furar nesse processo, game over and insert coins. Mas vamos imaginar que você sabe cuidar de alguma coisa nessa vida e conseguiu cumprir essa parte do processo direitinho. Volte ela pro fogo. Quando ficar vermelho escuro, tire, deite sobre a tábua, corte e sirva.

Ao contrário de qualquer linguiça, que só serve, digamos, pra encher linguiça, a Cuiabana pode ser a rainha do churrasco. Como ela é extremamente saborosa, o povo come que nem louco e você pode fazer uma atrás da outra. 

Mas, pra isso, vai ter que viajar até Santa Albertina, que fica perto de Jales, que fica a 130km de São José do Rio Preto, que fica a 550km de São Paulo... ufa! 

Ah, os leitores que o Goooogle indicou lá de Rio Preto podem fazer uma visitinha aqui. Desde que tragam lembranças do Adib.

UPDATE: Num post mais recente, eu FIZ a minha própria linguiça Cuiabana. Chupa essa manga, Adib. Se quiser saber como faz, vai lá e lê.

IPDA, mas não tem no Pão de Açúcar (perdeu Abílio): R$8,80 o Kg.
Rendimento: 2,5kg encheram o bucho de umas 10 pessoas. 
Tempo de preparo: 3 brejas até virar, 1 breja depois de virada.



61 comentários:

Déa disse...

Essa frase diz tudo sobre a linguiça cuiabana;

"Não importa o quanto eu diga o gosto que ela tem, você tem que experimentar!"

É como tudo na vida você nunca vai saber se gosta, simplesmente por que te dizem como é, ou que gosto tem, para saber o sabor da vida é preciso experimenta-lá.


Dani's sucesso
um grande abraço

Daniel Rodrigues disse...

Taí a Déa que não me deixa mentir. Ela também provou da linguiça do Adib... e gostou! (sem duplo sentido, seus maledicentes!).

Valeu Déa!

Anônimo disse...

Daninho,a cidade já é longe e vc ainda aumenta 100kms, caramba!!!
Lembrando que eu sempre trago a famosa cuiabana pra cá.
Passou a páscoa, tem mais!!! hehehe..
Abs
Dani

Anônimo disse...

cade a receita se enrolou e nao disse o q interesa

Daniel Rodrigues disse...

Parceiro, o segredo tá no título: a linguiça é do adib, eu só preparei!! Faltou alguma informação?

Mas pode deixar, no dia que eu fizer uma, a receita vai estar aqui :-)

abs
Daniel Rodrigues

mauro andre disse...

estou aqui no mato grosso mas em dezembro sempre dou uma passadinha no adib, de quebra pego no bar do osmar aquela cotuba geladaaaaaa.

Daniel Rodrigues disse...

Ae Maurão!!

na próxima cotuba geladaaaa chama os amigos!!!

Abração
Daniel Rodrigues

Angela Priscila disse...

Olha, quem nunca experimentou essa linguiça, não sabe o que é bom!!!
Eu a compro no açougue do Pedrinho(RIO CARNES), aqui em São José do Rio Preto/SP. Não falta nos meus churras!! Detalhe, ele não só faz a cuibana bovina, como a de frango e a de porco!! É td de bom!!
Neste sábado, vou comemorar meu niver aqui em casa, vai ter umas 40/45 pessoas, vou aproveitar algumas dicas do Daniel, mas o churrasqueiro não vai ser eu. Contratei um profissional!! Gostei dessa estória de pão com alho, mas nunca tentei fazer, pq no mercado já vende pronto!! Vou experimentar meter a mão na massa pra ver se sai algo que preste!! Mas sempre faço um arrozinho, uma farofa de cebola e uma salada de folha com frutas. Todos gostam bastante!!
Essa farofa de cebola é super fácil de fazer e não tem quem não pergunte a receita. Quem me passou foi uma cunhada. Quem quiser posso passar!!
Bjos!! Espero receber bem os meus convidados!!

Daniel Rodrigues disse...

Oi Angela
Nossa, agora você me deixou com água na boca.. Ainda bem que estarei em Rio Preto no começo de julho, e juro que vou procurar o açougue do Pedrinho. Essa cuiabana de porco deve ser tudo de bom!!

Quanto ao aniversário, em primeiro lugar... Parabéns!!!!
Em segundo... vc tá certa de chamar um profissional. Churrasco pra muita gente, vc corre o risco de trabalhar demais e não curtir.. Fiz aquele de 40 pessoas e fiquei quebrado..

Faça o Pão de alho sim.. Foi receita de um amigo Rio Pretense (o tal daninho do post). Ele fica muito, mas muito diferente do pão de alho que vende pronto. Vai por mim, experimenta que vc vai gostar

Passa a receita da farofa pra gente, eu nunca fiz farofa, pode ser uma boa hora pra experimentar. Prometo que coloco os teus créditos no post.

No mais, valeu pela visita, Feliz Aniversário e bom churrasco pra vc!!

Abração
Daniel Rodrigues

Angela Priscila disse...

Olá Daniel, primeiramente lhe agradeço pelos parabéns e mto obrigada pelas dicas.
Vc não acredita, fui hj ao açougue do Pedrinho e qual não foi a minha surpresa: agora existe também a cuiabana de carneiro!!! Vixe Maria!!!!!
Lá vai a receita da farofa:
Ingredientes:
- Óleo;
- Cebola (pelo menos duas);
- Farofa de mandioca pronta para churrasco picante (Eu uso a SIAMAR, mas pode ser qq marca).
Vc corta a cebola em fatias, depois vc corta as rodelas em quatro partes iguais. Numa panela vc coloca o óleo para esquentar. Qdo o óleo estiver no ponto (quente o bastante para que ao jogar a cebola ela já comece a soltar bolhinhas, digo fritar, vc vai mexendo a cebola até que ela pegue uma cor dourada. Então, vc joga a farinha temperada e ainda mexe um pouquinho no fogo baixo. Ela deve ficar meio molhadinha. O gosto é uma delícia!! Experimente e depois me conta tá?
Boa sorte!
Abraços!!

Daniel Rodrigues disse...

Nossa, Angela... agora danou tudo.. Se o Pedrinho tem cuiabana de carneiro, eu viro fã dele. Quando passar por Rio Preto, vou procurá-lo e ainda digo mais.. Acho que dou até um abraço no cara! hehehe
Me passa o endereço do Pedrinho? Uma coisa bacana assim é de utilidade pública e merece ser divulgada!!

E olha.. essa receita da farofa parece mesmo legal hein!! Será que fritar a cebola no azeite não daria um belo agrado a essa receita? Vou experimentar, com toda a certeza. No próximo churrasco, vai ter farofa da Angela!!
Valeu garota!!

Abração
Daniel Rodrigues

Angela Priscila disse...

Olha Daniel nunca fiz essa farofa com azeite, mas acho que pode ser uma boa pedida!! Vou experimentar!
Quanto ao endereço do Açougue do pedrinho, fica na Avenida José Bonifácio, defronte ao Cemitério da Vila Ercília. É fácil de achar!
Vai lá!!
Abraços

Daniel Rodrigues disse...

Angela

Já sei, vou experimentar fritar a cebola com manteiga. Aí acho que fica demais!!

Valeu pelo endereço do açougue. Na próxima passada pela região, vou comprar essa cuiabana de carneiro.

Abração
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Falou e disse, Santa Albertina, cidade pequena, mas bonita e muito boa para morar pra quem quer traquilidade.
Abraços,
Jota
Porto Velho-Rondonia.

Anônimo disse...

Conhece o bar do vilela.??

Daniel Rodrigues disse...

Fala Jota!!
Sou suspeito pra falar.. mas o interior é bom demais, né? O pessoal de lá vive querendo vir morar na capital, e a gente louco pra ir morar lá.. vai entender? hehe

Ah, e respondendo ao segundo post.. estive lá poucas vezes, e fiquei bebado quase o tempo todo. Posso até ter passado no bar do vilela, mas não me lembro. hahaha

Abs
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

A fomosa e deliciosa linguiça cuiabana é o que há de melhor a ser servido num churrasco ou mesmo na refeição.
Realmente foi elaborada pela primeira vez por uns paulista de Paulo de Faria quando viajavam pelo Mato Grosso, segundo informações do Srs. Zenha Ribeiro e Durvalino Ribeiro ambos de Paulo de Faria.
Sebastião M. Ribeiro
S J do Rio Preto

Daniel Rodrigues disse...

Sebastião
Bom saber que o google não mentiu pra mim. Legal que você é da região e pode conferir essa informação ao vivo e a cores. A gente, longe daí, fica só com água na boca esperando a próxima ida a jales pra comprar a cuiabana...

Abração
Daniel Rodrigues

Lúcia Santiago disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Aprendi fazer essa linguiça em Jales, onde mora minha família toda, mas agora dei uma "encrementada" e faço ela aqui em Americana, continua sendo interiorrr, mas bem mais próximo de São Paulo...hahaha
Adorei o Blog!!!
Abraço!!!
Dide Pietrobom

Daniel Rodrigues disse...

Fala Dide!!

Olha que coincidência, estava ao telefone agora mesmo com meu amigo de Jales!!

Po, vc falou que deu uma "encrementada" mas não contou o que foi que vc fez pra melhorar a cuiabana.. Dá a letra ae parceiro!!

Abração pra todo mundo de Jales!
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Boa. Tudo isso que vc disse é verdade.
Parabéns

joao mauricio disse...

Pra quem quiser arriscar e nao precisar andar tanto até o interior.

Ingredientes:

1 ½ de contra filé ou fraudinha
1 ½ de leite
½ de gordura
sal
cebolinha
Pimenta bode a gosto
Tripa seca (que você encontra em casas especializadas)

Modo de preparo:
Primeiro misture o sal á carne, depois junte a gordura, a pimenta, adicione o leite e misture. Por último acrescente a cebolinha. Depois é só usar um funil que pode ser improvisado, com um bico de garrafa pet. O segredo é não encher na máquina. E mais uma dica, não vire com o garfo para evitar que o leite vaze. Na churrasqueira, só de olhar dá água na boca, não dá para resistir.

Daniel Rodrigues disse...

Grande João Maurício!!!!

Agora sim, mostrou que sabe, hein parceiro!!

Há algum tempo atrás, eu fiz uma cuiabana, usando uma receita bem parecida com essa que vc passou. Mas, por algum motivo inexplicável, errei a mão no alho, acabou ficando ruim. Estou querendo fazer de novo, aí posto a receita com os seus créditos.

Valeu!!

Abração
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Daninho,
A cuiabana do Pedrinho já comprei precisamos marcar o dia e deitar na grelha logo para definirmos qual a melhor, afinal, na Pascoa estarei em Jales e Black River, posso trazer do Pedrinho, do Adib ou de um outro açougue de Jales pra vc experimentar.
A propósito, patroa grávida teve desejo e fizemos a cuiabana no forno, não ficou como na churraca, mas quebrou o galho!!!
Abs.

Daninho

Daniel Rodrigues disse...

Po, Daninho...

Fez a cuiabana e nem chamou os amigos? sacanagem :-)

Pode separar a cuiabana que tá no seu freezer: desse final de semana não passa!

Abração
Daniel Rodrigues

Eduardo disse...

Para os amantes da cuiabana em Sao Paulo, capital: nos proximos meses, procurem na internet pelo " Emporio Rio Preto" , que disponibilizara entre outras iguarias do interior, a famosa e deliciosa Cuiabana! Em todas as suas variacoes: bovina, suina, frango(sim, fica EXCELENTE) e a TOP na minha opiniao, a de carneiro. O site contara tambem com receitas e dicas de preparo.
Ate la!

Eduardo disse...

Ah esqueci da variedade de PICANHA. Excelente receita que aprendi com o pai de uma amiga.
Aguardem...

Daniel Rodrigues disse...

Fala Eduardo!

Mas que surpresa mais agradável!!

Mantenha contato comigo, faço questão de divulgar aqui no blog!

Abração
Daniel Rodrigues

selma disse...

nossa, experimentei esta linguiça em Botucatu-SP
realmente é muito boa. Mas comprei em um açougue daqui....
já mandei meu marido comprar mais...
não tem coisa mais gostosa...

selma disse...

vi pelo google que botucatu a jales são 4horas e 46 minutos pela marechal rondon....
vai ser dificil ir até lá...

Daniel Rodrigues disse...

Selma

Sim, Botucatu é longe... Jales é longe também. Semanas atrás fui pra Penápolis, que é mais longe ainda.

Mas pra visitar esse lindo interior paulista, qualquer kilometro é pouco. A gente come muito bem, é bem tratado. Só tenho maravilhas a falar dessas cidades.

Valeu!!!

Abs
Daniel Rodrigues

Roberto Santos betopensantos@hotmail.com disse...

Pessoal, estou com uma dificuldade enorme de achar a Linguiça Cuiabana em SP capital, costumo comprar em São Carlos (Interior de SP)
260km de sp.

Se alguem souber onde compro aqui em são paulo, agradeço.

Daniel Rodrigues disse...

Roberto, como vai?

Olha, não conheço nenhum lugar na cidade que vende a linguiça pra você fazer em casa. Nem no mercado municipal eu encontrei, então acho que vai ser bastante difícil encontrar.

mas tenho uma boa dica, se a sua vontade é meter os dentes numa linguiça cuiabana genuína.

Tenho um amigo chamado Dú, que tem um bar. O Dú é primo desse meu amigo, cuja família é de Jales, e através dele que eu conheci a iguaria. E o Dú também conhece Jales, por óbvio.

E o Dú tem um acordo comercial com o tal Adib, que prepara uma cuiabana fabulosa.

Logo, você encontra cuiabana em porção no bar do Dú, aqui em São Paulo.

O nome do bar é All Gusto, e fica na rua Augusto Tolle, 435, na zona norte.
www.barallgusto.com.br

O bar é sensacional, a cerveja é gelada e as garotas são lindas, vai por mim.

Boa sorte

Abs
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

Se forem a Santa Fé do Sul (30 km de Jales )procurem a cuiabana no açougue do Beleléu. FENÔMENO de linguiça! Como disse o amigo no comentário lá em cima, só faltou a cotuba gelada :D

Daniel Rodrigues disse...

Nada como um conhecedor da área pra dar os toques certos pra galera,

Pode deixar, parceiro. Na próxima visita à região, eu garanto que vou pro Beleléu hehehe

Abs
Daniel

Lúcia Santiago disse...

to com saudade da boa e velha cuiabana... em dezembro to na bertina. abraços a todos

Daniel Rodrigues disse...

Maravilha, né, Lúcia??

Até eu tou com saudade da cuiabana. Isso pede uma visita ao interior paulista urgente!

Abs
Daniel

Anônimo disse...

eu moro em fernandopolis a 25 km de jales aqui tbem tem uma linguiça cuiabana muito boa no mercadinho sev bem ou no acougue cestari muito bom.....falando nisso hoje vai ter linguiça cuiabana no almoço hehe
ah! aqui tbem tem a linguiça cuiabana de legumes e peixe muito bommmm

Daniel Rodrigues disse...

E aí, parceiro, beleza?

Conheço Fernandópolis de passagem. Mas sei que a região é cheia de bons produtores de cuiabana. Pra sorte de quem mora por aí.

Agora.... cuiabana de peixe???? nossa, nunca ouvi falar. É bom? como é feita?

abs
Daniel

Anônimo disse...

Não se enganem,por mais que existam lendas que a linguiça cuiabana é originária de lugares ci tados,ela nasceu mesmo nas grandes comitivas de gado do século passado,onde as vacas já cansa das de tantos dias de viagem pelo sertão,princi palmente na rota Cardoso-Barretos,eram sacrifi cadas,mas antes seu leite era tirado e depois de sacrificadas,sua carne era misturada ao lei te,claro usando suas tripas(intestino)se fazia a linguiça;por isso nós de Cardoso(SP),aqui há 110 Km de Rio Preto,na barranca do Rio Grande,
consideramos nossa cidade capital brasileira da linguiça cuiabana,e foi aqui que o Pedrinho Palmeirense da Rio Carnes,na Av José Bonifácio,
bairro Vila Ercília,em São José do Rio Preto,
aprendeu a fazer a mais gostosa cuiabana do estado de São Paulo;bomn 2.011 a todos;
Alexandre Melo

Daniel Rodrigues disse...

Graaaande Alexandre Melo

Seja bem-vindo, parceiro! Um cara que traz endereço de açougue que vende cuiaba e a ainda vem com história na bagagem, só pode ser bem vindo por aqui.

Quando passar por Cardoso, eu visito o Pedrinho Palmeirense (gente boua!!!!) e voltamos a discutir o assunto

Grande abraço
Daniel

Marco disse...

Bom dia pessoal.
A Rio Carnes, aqui de São José do Rio Preto, agora tem site.

Da uma conferida ai.

www.riocarnes.com.br

Da uma fomeeeeeeee......

Abraços

Daniel Rodrigues disse...

Fala Marco, beleza?

Será que tá tudo certo com o site deles? Deu erro aqui.

Abs
Daniel

Churrasco do Interior disse...

Essa linguiça é fantástica! Eu trago de Rio Preto para São Paulo.
www. churrascodointerior .com

Daniel Rodrigues disse...

Fala parceiro

Não costumo ser muito tolerante com comentários baseados em propaganda, mas tenho que admitir que o seu serviço é interessante... Linguiça cuiabana a domicílio é legal sim.

Boa sorte com o empreendimento

Abs
Daniel

Rafael (Churrasco do Interior.com) disse...

Depois que experimentei essa linguiça cuiabana já comprei 5 para trazer para Sâo Paulo, meus amigos também viraram fãs e comecei a trazer de lá...abração.

Daniel Rodrigues disse...

tá bom de jabá, já, né parceiro :-)

Abs
Daniel

júlio da cuiabana mineira disse...

CUIABANA ARTESANAL, TUDO PICADO NA FACA, FEITO EM LABORATÓRIO CLIMATIZADO...MEU SITE, POR FAVOR ENTREM E ENCHÃO A BOCA D'ÁGUA, LÁ TEM MEUS TELEFONES PARA CONTATO, TEM TODOS, TIM, CLARO E OI, LOGO FIXO TAMBEM
http://djulius.sitepx.com/

Daniel Rodrigues disse...

Bom, galera.

Taí a dica da linguiça do Júlio

Julião, só cuidado com esse lance de entrar no comentário pra fazer propaganda, porque esse não é o intuito por aqui. Não vou deletar seu comentário nem nada, mas na próxima, toma mais cuidado, ok?

Abs
Daniel

Alexandre Araujo disse...

Daniel, beleza de blog. Junta inteligencia, humor e conhecimento num só lugar.
Vivo no México há 4 anos e sempre estou buscando fazer churrasco com as carnes aztecas no melhor estilo brasileiro.
Vou fazer um daqui uma semana para 50 pessoas e suas dicas me ajudaram bastante.
Um abraco de Mexico.

Alexandre Araujo

Daniel Rodrigues disse...

Alexandre, beleza, parceiro?

Obrigado, fico feliz que tenha curtido as receitas aqui do boteco..

Me diz uma coisa.. Como vc compra as carnes aí? Tem os mesmos cortes, é melhor, pior... como é?

Toma uma tequila por mim, parceiro!

Abs
Daniel

Alexandre Araujo disse...

Grande Daniel,
Claro que sim tomo "umas par" em sua homenagem. Já nem me lembro como é o sabor da cachaca "veia de guerra" de Sorocaba. O negocio aqui é tequila da pura e impura. Caipirinha entao nem pensar. O bom é que eles tem umas cervejas que posso comparar com o Brasil, nao perdem nada.
Depois de muita pesquisa e investigacao cientifica consegui os nomes das carnes e de posse de um desenho do boi logrei que "los carniceros" me cortassem uma picanha, que aqui chama "tapa de aguayon". Logo que voce vai conhecendo os caboclos fica mas facil e tudo se consegue. O que faz falta é a calabresa, farinha de mandioca e o velho "catupiry" que nao se consegue nem com reza brava.
Quem sabe um dia voce venha para Acapulco e por aqui "deitamos um gato na grelha" regado com "mucha" tequila da boa.

Valeu irmaozinho.
Grande abraco,
Alexandre

Daniel Rodrigues disse...

Alexandre, beleza, compana?

Cara, pirei. Adoraria ter um açougueiro amigo pra chamar de "el carnicero". Sensacional!!!

Os agrnentinos chamam a picanha de "tapa de cuadril", mas tapa de aguayon, jamais imaginei..

Fax capirinha de tequila, compana. Deve ficar uma delícia, ué..

Cara, estou perplexo... Como assim no méxico não tem calabresa?? Mexicano que gosta de tudo apimentado ia adorar isso!! Se você quiser, tem post aqui no blog de como fazer linguiça, eu te mando a pimenta, o sal de cura e a tripa aqui do Brasil e vc faz.. qq coisa entra em contato no meu e-mail aí e a gente combina isso.

Sobre ir pra acapulco... Olha, um dia eu pingo por aí, não tenha dúvidas. Inventei de botar asinhas nos pés, agora não paro mais quieto.

Abração e lembranças de Soroca, parceiro. Conheço a região, adoro Sorocaba!
Daniel

Thiago Grecco disse...

Sensacional o blog, parabéns pelo trabalho e pelos ótimos posts.
Comi a linguiça cuiabana já tem um tempo e nesse fds fizemos um churrasco e consegui achar em sp-capital, na casa de carnes da Swift. Essa linguiça q vende lá é feita pelo Frigo Espanha e tem dos tipos : bovina, suína e de frango. Comprei a Suína e achei espetacular.

Valeu, abs !

Anônimo disse...

Sempre compro na Av Cursino ao lado da Nippon da Barraca do roque.

Daniel Rodrigues disse...

Óia só, fica aí uma boa dica!!

Valeu, parceiro

É relativamente perto da minha casa, vou experimentar.

Valeu!

Abs
Daniel

Thiago Grecco disse...

Ah bovina é melhor viu !

Daniel Rodrigues disse...

Ow, Thiago

A cuiabana é bovina sim, man..

Abs
Daniel

Unknown disse...

Olá Daniel, eu sempre compro quão vou visitar a minha família em Pontes Gestal e faço como vc descreveu... Mas sabe me dizer se ela tbm dá certo no forno?

Daniel Rodrigues disse...

Fala parceiro, tudo bem?

Pode fazer no forno sim, fica bom. Mas acho legal vc colocar um papel manteiga embaixo, ou alguma coisa pra protegê-la. Porque no forno a pele da linguiça tende a ressecar e ela pode rasgar. Aí o leite dela vai todo pra bandeja e vc perde metade da graça da cuiabana.

Abs
Daniel

Postar um comentário

Torrou a picanha? Fez a receita e não deu certo? Dúvidas, sugestões, vai encarar? Escreve aí o que quer, mas não coloca propaganda que isso aqui não é a casa da sogra.

Blog Widget by LinkWithin