Follow me on Twitter RSS FEED

Especial Churrasqueiras: A incrível churrasqueira elétrica

Estamos de volta com mais um capítulo da série Especial Churrasqueiras, que vai te ajudar a escolher o melhor lugar pra deitar o seu bife. Isso é um oferecimento das Organizações Gato na Grelha. 

No último capítulo, experimentamos a tal churraquinha de papel, que tinha tudo pra dar errado... e deu. O acendedor atômico de urânio enriquecido que veio maliciosamente camuflado no meio do carvão chamuscou a minha sombrancelha, torrou a carne e até a própria churrasqueira, acabando com o churrasco e quase causando um incêndio. Ou seja: siga o óbvio, churrasqueira de papel não funciona e não faça isso em casa. Nem fora dela.

Desta vez, vamos experimentar mais uma que tem tudo pra dar errado. Onde já se viu um cara que acha que entende de churrasco confiar numa churrasqueira que tem que enfiar na tomada pra funcionar? Pois é, mas nós torcemos o nariz, demos de ombro, fizemos beicinho (menos a ana maria braga, que fez beição mas ninguém notou porque o botox tava duro), mas acabamos por morder a língua e levar uma bica. E esta anatômica oração só serviu para que morfológica ou sintaticamente admitamos que a churraquinha elétrica surpreendeu os nossos enegrecidos corações e provou que funciona sim senhor. E funciona bem merrrrrmo.

Como já disse num post sobre churrasco de apartamento, o que vai determinar se você vai ter uma churrasqueira elétrica ou a carvão na sua casa é uma razão entre o andar em que você mora e a dureza da sua convenção de condomínio. Se você optou pela elétrica, este post é pra você, iluminado leitor.

O esquema da churraquinha elétrica é bem simples. Tem uma resistência que fica logo abaixo da grelha esquentando a carne. Abaixo dela, uma bandeja armazena a gordura que escorre. E é aí que mora a genialidade deste invento que orgulharia mr. Thomas Alva Edison.


- Oh, my God!! Eles estão deitando o gatinho no grelha!!

Sente a estratégia: a gordura escorre e cai na água. Esta, por sua vez, está próxima da resistência, que encontra-se a meio caminho da água e da grelha. E como pau que bate em Chico bate também em Francisco, se a resistência esquenta a carne, esquenta também a água. Que evapora.. na carne! É, salvo as proporções gastronômicas e astronômicas de ambas, o mesmo princípio que faz a gordura cair no carvão, queimar e subir de volta à carne em forma de fumaça. Essa é a mágica do churrasco. E a churraquinha elétrica cumpre honestamente o seu papel nesse sentido. Mas como a gordura não é queimada, não faz tanta fumaça. Quase nada, pra falar a verdade.

Churracas elétricas consomem uma energia lascada. E um churrasco nunca é um evento rápido. Portanto, se você tem costume de fazer churrasco com frequencia, recomendo procurar outra alternativa. A menos que faça parte dos seus planos sobrecarregar Itaipu e apagar o Paraguay, o que não deixa de ser uma boa idéia. Mas pense na sua conta de luz e evite o greenpeace na porta da sua casa. Essa churrasqueira quebra o galho com propriedade, mas não é pra ser usada com frequencia. 

Como ela é bem pequena, deve ser acomodada em cima de uma mesinha. Nessa hora, recomendo atenção ao tipo da mesa. No apartamento da praia, temos uma dessas, e no primeiro churrasco, apoiei a churrasqueira na mesa da sacada. A mesa era de ferro, e eu tava descalço. Não preciso nem contar o que aconteceu, né? Foi um choque atrás do outro. Como nós gostamos de tomar cerveja durante os churrascos, e não tomamos pouca, o risco de levar um choque e pegar fogo é grande. E eu não acho que seja uma visão agradável pros seus convidados verem um churrasqueiro em chamas num churrasco onde, teoricamente, nem deveria haver fogo. Portanto, mesa de madeira e um chinelão podem ajudar a salvar a tua vida.

Se pegar fogo, não dirija.

Quanto às carnes, dá pra fazer uma porção delas. Picanha em bifes fica perfeita. Costelinha de porco também já fiz, e fica legal. Linguiças em geral, frango, fraldinha, maminha. Até peixe eu já fiz e ficou muito bom. Apenas evite carnes que precisam de um longo tempo de churraca, como costela bovina e cupim. Primeiro porque elas tendem a queimar por fora e não assar direito por dentro, e outra porque uma churraquinha dessas ligada durante muito tempo pode causar um blecaute na sua cidade.

Veredito: tá aprovada. Descobrimos que as resistências servem, além de fazer chuveiro, aquecedor e chocadeira, pra fazer churrasco. Essa sim foi uma experiência bacana.

Comparando, é como o Palmeiras contratar o Obina: você tem certeza de que não vai dar certo, mas no fim.... Bom, no fim eu não quero nem ver. E esse papo de obina me fez perder a fome.


28 comentários:

Filipe Pozzo disse...

Fera, ri mt, e curti pra caralho teu blog... parabéns..e as dicas são boas pra caralho!..

grande abraço!

Filipe Pozzo.

Daniel Rodrigues disse...

Filipe

Valeu a força, compana!!! Comentários como o seu são os que mais me incentivam a continuar escrevendo essas merdas aqui :-)

Abração
Daniel Rodrigues

José Antônio disse...

Cara tava procurando Churrasqueira eletrica pra comprar via net e apreceu teu blog. Muito bom! me animou ainda mais, principalmente apagar o Paraguai.
Vlw.

Daniel Rodrigues disse...

Fala Zé Antonio

Me conta aí, encontrou uma churraquinha elétrica legal pra comprar? Compartilha aí, certamente tem mais gente querendo comprar, pode ser útil.

E pra mim, quanto mais gente ligando churrasqueira elétrica pra apagar o paraguay, melhor :-)

Valeu parceiro!
Abração
Daniel Rodrigues

Erich Jomba disse...

José Antônio,

Eu também estava procurando uma churrasqueira elétrica para comprar e aqui estou.

Excelente, Daniel!

Tempero completo: muitas risadas, senso crítico e dicas de primeira.

Continuo a minha saga em busca de mais uma churrasqueira elétrica. A minha primeira me proporcionou uns bons churras, mas me deixou muito jovem, diminuindo desde então minha conta de luz e deixando uma saudosa marca em uma bancada... Valeu a pena!

Se eu tivesse lido a notícia abaixo antes...

"Churrasqueiras elétricas são reprovadas em teste":

http://poupaclique.ig.com.br/materias/241501-242000/241647/241647_3.html

Aproveitando o ensejo (não é propaganda) estou pensando em arriscar a Churrasqueira Elétrica e Grill Britânia Prime, dá pra assar uma carne e fazer um pão de alho no grill ao mesmo tempo e ainda tem termostato para dar uma regulada na temperatura. Até agora achei o melhor custo benefício.

Quando a Churrasqueira Elétrica Due Max Grill - Heynox e a Churrasqueira Elétrica - Layr Chiefs Grill depois da matéria acho que vou abortar a missão.

Alguém tem mais alguma contribuição? Já estou com água na boca, não aguento esperar mais e a cerveja já está gelando.

Um abraço e parabéns mais uma vez, Daniel

Daniel Rodrigues disse...

Fala Erich, beleza, garoto?

Valeu pelos elogios, agora tou até me achando hahahah

Cara, a minha churraca elétrica preferida é aquela pequeninha que vende em qualquer casas bahia por 40 reais. Curto muito o lance da gordura cair na água e cheirar de volta na carne, faz diferença mesmo.

Não conheço de cabeça os modelos que vc citou, mas se vc tá falando de grill, como o george foreman, sou meio arisco.. esses esquemas tiram a gordura da carne, mas tiram tb o liquido, fundamental pra carne ficar legal.

Depois conta pra gente como foi a tua escolha, Erich

Valeu pela visita e pelo incentivo, isso que faz esse blog ir pra frente!

Abração
Daniel Rodrigues

Anônimo disse...

OI...BOM DIA,
Amei toda receitas....divinas...mas o teu humor,mudou todo meu dia.Todo momento que lembro das brincadeiras dou risadas..valeu..precisamos de pessoas como vc,mas em todos os lugares.
beijos leninha

Daniel Rodrigues disse...

Oi Leninha

Obrigado pelas palavras, fico muito feliz por ter conseguido melhorar um pouco o humor de alguém.

Mas não se iluda não: eu sou um chato e rabugento. Isso aqui é só uma válvula de escape :-)

Abração
Daniel Rodrigues

Rodolfo disse...

Estou fazendo uma pesquisa e vi seu blog, estou querendo fazer uma churrasqueira eletrica para 50 espetos, pois arrumei uma forma de trabalho mas não posso usar churrasqueira a carvão, pois como vou pagar um aluguel bem alto gostaria de utilizar a eletrica, e normalmente churrasqueira eletrica são tds pequenas, queria entender melhor como fazer essse sistema eletrico?

Daniel Rodrigues disse...

Rodolfo

Olha, eu nao entendo tanto assim pra saber como fazer o esquema elétrico. Mas tenho algumas dicas:

Essas churraquinhas eletricas são sempre pequenas, porque consomem uma energia monstruosa. Aí você precisa de uma churraca pra 50 espetos, certo?

Recomendo não aderir à gambiarra, porque isso é elétrico e é TENSO. Lá no guaru, quando eu ligo a churraca, diminui a luz da sala :-)

Então, se você ligar mais de uma ao mesmo tempo pros 50 espetos, vai dar merda. Certeza que vai dar merda.

Recomendo procurar os fabricantes, joga no gooooooogle que vc acha.

Boa sorte aí, depois conta pra gente se você conseguir

Abs
Daniel Rodrigues

VazJunior disse...

muito bom mesmo o post, só faltou algumas recomendações de algumas churracas que estão no comercio, mas mesmo assim vlw mesmo

Daniel Rodrigues disse...

Fala VazJunior

Não quis colocar nomes e marcas, até porque seria bem dificil pra mim analisar marcas diferentes... Onde eu iria arrumar uma churraca de cada marca, enfim...

Mas vamos nessa, valeu a força ae

Abs
Daniel

Adriano disse...

Cara, muito legal esse teu espaço...ajuda e diverte ao mesmo tempo:-)
Eu vi as duvidas da galera e, como eu tb andei pesquisando, pra mim as melhores são de uma marca chamada COTHERM...eles tem, sei lá, uma dezena de modelos.
Eu tenho um modelo chamado Elite Grill que tem um acabamento ótimo e tem cuidado bem dos meus churrasquinhos ;D
É isso aí, espero ter ajudado a turma.
Abs à todos

Daniel Rodrigues disse...

Fala Adriano, beleza?

Valeu as dicas aí, companheiro!!

Joguei o nome no google, e vi os produtos da cotherm no submarino.. Sabe que eu acho que é dessas que eu tenho lá no ap da praia. Próxima vez que eu for pra lá, confirmo pra você.

Se for, realmente é coisa boa. Já tá lá na praia há uns 3 anos firme e forte.

Abs
Daniel

Anônimo disse...

Legal.
só num intendi o comentário do obina oh mano.
tu né palmerense? si fô, é uma pena tu parecia tão legal mano

Daniel Rodrigues disse...

Parceiro

Sou palmeirense sim, mano. e agora que o tempo passou, meu medo se confirmou: obina no palmeiras, ia dar merda hehehe

Abs
Daniel

Danilo disse...

Um dica ai pro pessoal, pro sabor ficar bem autêntico na churr. elétrica : Intercepte uma porção de godura com uma colher(de preferência com o cabo de plastico pra vc não levar um choque) ai vc mira certeiramente na resistencia e derrama devagar a gordura, vai subir um fumaça danada, mas compensa a carne fica igualzinha a assada no carvão... Daniel muito bom o post vou acompanhar o blog daki pra frente...

abs Danilo Suares

Daniel Rodrigues disse...

E ae Danilo, beleza?

Po, excelente a sua dica, compana!!! Além disso, deixa aquele cheirinho delicioso de gordurinha queimando...

Valeu, parceiro!

Abs
Daniel

Leonardo disse...

Eae pessoal, Daniel, blz?

Galera, meu nome eh Leonardo, sou palmeirense e paulista tb...sempre morei em casa com churrasqueira convencional, me mudei para um apartamento ha um ano mais ou menos e os genios nao fizeram churrasqueira na varanda, um dia fazendo compras para o ape novo em um hipermercado vi a tal da churrasqueira eletrica, torci o nariz como todos e quase nao comprei, mas como custava apenas 59 reais, porque nao? Foi uma das melhores compras custo beneficio que ja fiz, excelente churrasco principalmente os bifes de picanha...e como dica a marca da minha churrasqueira eh Master Leader, ela eh bem bonitinha, com proteçoes em plastico na lateral para manusear a bandeija, termostato e tudo mais, alem de ser barata...estou procurando outra pq a minha ja ta cansadinha depois de mtos churrascos ela anda desligando quando chega na temperatura maxima...se achar, comprarei da mesma marca novamente....tem umas mais estilosas que ainda nao sei o preço no site: www.dimplex.com.br

Um abraco a todos!!

Daniel Rodrigues disse...

Fala Leonardo, beleza?

Cara, começando do começo.. Se você é palmeirense, assim como eu deve andar meio triste quando o assunto é futebol, né? kkkk eita vida dura essa de palestrino, viu

Gostei dessa sua churraca com termostato... estou cogitando comprar uma pro apartamento onde moro agora, que não tem mais a churraca master que eu tinha antes (até por isso que esse blog anda meio paradão).. Vou procurar.

A churraca elétrica é capaz de fazer milagres, parceiro.. Dá pra fazer mta coisa boa nela..

Nossa, excelente dica a desse site que vc passou... Cada churraca elétrica fantástica!! Só falta tv a cabo, freio abs e omega3 na churraquinha

Abs
Daniel

Anônimo disse...

Opa ,peraí mas qual o segredo para a carne não ficar dura,vc não falou aí não vale!!!!
Dani/Palmeirense feliz kkk

Daniel Rodrigues disse...

Fala Dani/Palmeirense feliz, beleza?

Meu primeiro questionamento pra você é: como vc consegue ser palmeirense E feliz? Eu me preocupo com isso, porque sou palmeirense, amo o palmeiras e nunca vou deixar de amar.. mas isso não significa que ele me faz feliz, não kkkkkk

Bom, nós aqui falamos só da churraca... ela sim cumpre a sua missão. A parte da carne ficar mole ou ficar dura, é o seu trabalho de churrasqueiro... Tem um monte de dicas aqui pelo DGG que você pode encontrar pra isso..

Boa sorte aí!

Abs palestrinos
Daniel

Anônimo disse...

hahahahahahaha pelo jeito sou a única mulher por aqui! Incrível como um post culinário fica engraçadíssimo quando feito por um homem! Muito bom! Abs, Le

Daniel Rodrigues disse...

Oi Le, tudo bem?

A sempre inabalável sensibilidade feminina é muito bem vinda ao nosso boteco, moça.

Mas, agradeça, você não está sozinha aqui não.. Dá uma olhada no box de seguidores e no do facebook.. Tem bastante mulher lendo aqui..

Isso é legal, porque mostra que o blog é mesmo como um churrascão de laje, que tem homem, tem mulher, tem gay, lésbica e simpatizante e no final todo mundo é muito bem vindo.

Valeu aí!

Abs
Daniel

JONAS disse...

amigo, Daniel Rodrigues...
MUITO MASSA , MANO, gostei do post, muito bom, vc é bem legal e humorista, ehh, mas vê só to pensando em comprar uma churrasqueira elétrica, em media 1800 watts será que gasta tanta energia assim, e em relação ao sabores das carnes preparadas fica bem idênticas a velha e tradicional de carvão, creio que mais saudável por não usar óleo. certo. o que vc me aconselha.

Daniel Rodrigues disse...

Falae Jonas, beleza?
A carne não fica identica à churraca de carvão, por que bem..... não tem carvão. O gostinho do carvão na carne é delicioso, e na eletrica não tem.

Mas ela funciona legal sim. Como disse: é um quebra-galho de qualidade, mas nunca substituirá com propriedade a churraca de carvão

Boa sorte ae bro

Abs
Daniel

chocolubel lubel disse...

Caracas tu é demais cara pq não. Encontrei este blog antes kkkk mim sente um macinho lendo os comentários e rindo a bersa kk mais mim interreseI mais pelo bloqueo quando vi que tu era palmerense e cara na epocá que vc lançou está matéria o palmeiras tava motim né? Hoje só alegria kkk bjs amei conhecer teu blog tô. Xonada bjs .ass: morgana

Daniel Rodrigues disse...

Oi Morgana, tudo bem?

Olha que coincidencia legal: a filha da minha esposa tb chama morgana :-)

Que bom que gostou do blog, obrigado pelas palavras!

Abs
Daniel

Postar um comentário

Torrou a picanha? Fez a receita e não deu certo? Dúvidas, sugestões, vai encarar? Escreve aí o que quer, mas não coloca propaganda que isso aqui não é a casa da sogra.

Blog Widget by LinkWithin